Fórum audiopt.net
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Rendimento Social de Inserção

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Ir em baixo

Rendimento Social de Inserção - Página 3 Empty Re: Rendimento Social de Inserção

Mensagem  nbunuel em 27/10/2010, 19:06

onga-ku escreveu:Por falar em Itália, os italianos têm uma expressão engraçada para designar os "chicos-espertos", ou seja os aldrabões lá da terra deles:

What a Face Fare il portoghese What a Face

Rendimento Social de Inserção - Página 3 950882

Segundo reza a lenda esta expressão teve origem após uma curiosa história passada no séc. XVIII e que envolvia o Embaixador de Portugal em Roma ...
Incorrecto... tal história surgiu na celebérrima embaixada de D. Manuel I ao Papa, em que o fasto com que os portugueses se apresentaram foi tão grande que lhes foi flanqueado todas as portas em todos os eventos na Cidade de Roma. Os Romanos para usufruírem do mesmo direito aprenderam a chamarem-se a si próprios de portughese...Daí o termo de portughese = borlista
nbunuel
nbunuel
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 1446
Localização : Lisboa
Ocupação : Bode Expiatório - F. Público
Interesses : Demasiados
Data de inscrição : 31/05/2007
Pontos/Reputação : 1344

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rendimento Social de Inserção - Página 3 Empty Re: Rendimento Social de Inserção

Mensagem  ricardo onga-ku em 27/10/2010, 20:50

Só errei no século... Cool

_________________
"O homem, uma vez abdicando da razão,
não tem defesa contra o absurdo, a monstruosidade,
e tal como um navio sem leme fica à mercê dos ventos.
A esses, a credulidade toma o leme da mão da razão
e a mente converte-se num naufrágio."

Thomas Jefferson
ricardo onga-ku
ricardo onga-ku
Equipa Audiopt - Colaborador
Equipa Audiopt - Colaborador

Número de Mensagens : 2980
Localização : Terra d'Angles
Data de inscrição : 09/01/2010
Pontos/Reputação : 4662

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rendimento Social de Inserção - Página 3 Empty Re: Rendimento Social de Inserção

Mensagem  SOUND em 27/10/2010, 20:58

Blink escreveu:Vale a pena lêr isto:

http://www.authorstream.com/Presentation/heliopinto-393810-uma-gota-no-oceano-portugal-scandal-umagotanooceano-others-misc-ppt-powerpoint/

basta clicar no quadrado á direita e passa a ecran full, depois é só rodar para baixo.




Portugal e pais pequeno mas da de comer a muitos chulos lol!


Slide 1: Isto é apenas uma gota no OCEANO chamado Portugal! Tudo o que vai aparecer neste texto não é ficção! Acontece em Portugal. País com regime democrático à beira mar plantado. Vamos lá... O País vai mal... é verdade! É preciso continuar a pedir sacrifícios aos portugueses. Mas como é que chegámos tão fundo? Não há dinheiro, dizem... Já agora, talvez seja bom verficar em que condições e nível de vida andam aqueles que pedem sacrifícios ao português médio e ao que vive com o salário mínimo. É isso que este texto pretende: abrir os olhos de todos para a hipocrisia dos nossos governantes.


Slide 2: Demorou até um pouco para ver se não dava nas vistas. Mas a Festa continua... Segundo a revista Focus (pág.25), a EDP conta com um novo assessor jurídico. Foi nomeado pelo ex-ministro António Mexia (actual presidente executivo da EDP) e vai ganhar cerca de EUR 10.000/mês Quem é ele? Perguntam vocês... Pensem um pouco... Mais um bocadinho... Não era fácil: - Pedro Santana Lopes (MAIS UM JOB)


Slide 3: A opinião pública é fabricada por quem? Pela COMUNICAÇÃO SOCIAL. E porque é preciso ter os jornalistas na mão.... O subsistema de saúde "dos fazedores de opinião" é INTOCÁVEL!!!A Caixa de Previdência e Abono de Família dos Jornalistas é dirigida por uma comissão administrativa cuja presidente é a mãe do ministro António Costa (PS) e do Director-Adjunto da Informação da SIC, Ricardo Costa. Maria Antónia Palla Assis Santos - como não tem o "Costa", passa despercebida... O Ministro José António Vieira da Silva (PS) declarou, em Maio último, que esta Caixa manteria o mesmo estatuto!Isso inclui regalias e compensações muito superiores às vigentes na função pública (ADSE), SNS e os outros subsistemas de saúde.


Slide 4: Um quadro superior da GALP, admitido em 2002, saiu com uma indemnização de 290.000 euros, em 2004. Tinha entrado na GALP pela mão de António Mexia (PSD) e saiu de lá para a REFER, quando Mexia passou a ser Ministro das Obras Públicas e Transportes. O filho de Miguel Horta e Costa (CDS-PPD), recém licenciado, entrou para lá com 28 anos e a receber, desde logo, 6600 euros mensais. Freitas do Amaral foi consultor da empresa, entre 2003 e 2005, por 6350 euros/mês, além de gabinete e seguro de vida no valor de 70 meses de ordenado.


Slide 5: Outros exemplos avulsos, ainda na GALP: Um engenheiro agrónomo que foi trabalhar para a área financeira a 10.000 euros por mês; A especialista em Finanças que foi para Marketing por 9800 euros/mês... Neste momento, o presidente da Comissão executiva ganha 30.000 euros e os vogais 17.500. Com os novos aumentos, Murteira Nabo passa de 15.000 para 20.000 euros mensais. Assim, este dream team à moda de Portugal, pode dar cobertura a um bando de sanguessugas que não têm outro mérito senão o cartão de militante. Ou o pagamento de um qualquer favor político...


Slide 6: PESO DOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS NA POPULAÇÃO ACTIVA (Dados de 2004) (Fonte EUROSTAT, publicado no Correio da Manhã)
Suécia---------------- 33,3%
Dinamarca----------- 30,4%
Bélgica---------------- 28,8%
Reino Unido--------- 27,4%
Finlândia------------- 26,4%
Holanda-------------- 25,9%
França---------------- 24,6%
Alemanha------------ 24%
Hungria--------------- 22%
Eslováquia------------ 21,4%
Áustria---------------- 20,9%
Grécia---------------- 20,6%
Irlanda---------------- 20,6%
Polónia---------------- 19,8%
Itália------------------- 19,2%
República Checa--- 19,2%
PORTUGAL--------- 17,9%
Espanha-------------- 17,2%
Luxemburgo---------- 16%


Slide 7: Não há pois funcionários públicos a mais. Há sectores em falta e outros em excesso. A reforma administrativa deverá começar por mudar o seguinte: - Cada ministro deste e de outros governos tem, para seu serviço pessoal e sob as suas ordens directas, uma média de 136 pessoas (entre secretários e subsecretários de estado, chefes de gabinete, funcionários do gabinete, assessores, secretárias e motoristas) e 56 viaturas, apenas CINCO vezes mais que no resto da Europa. E a verdade que saiu do programa «Prós e Contras» da RTP de 22 de Maio foi que temos uma comunicação social corrupta e ao serviço de quem tem muito dinheiro. Nestes dias, a ideia que mais uma vez a comunicação social vendeu à opinião pública, foi a da necessidade de 200 mil despedimentos na função pública. Resulta que somos o 3º país da U.E. com menor percentagem de funcionários públicos na população activa. Assim se informa e se faz política em Portugal.


Slide 8: Em Setembro de 2002 foi publicada na II Série do Diário da República a aposentação do Exmº. Senhor Juiz Desembargador Dr. José Manuel Branquinho de Oliveira Lobo, a quem foi atribuído o número de pensionista 438.881. De facto, no dia 1 de Abril de 2002 o Dr. Branquinho Lobo havia sido sujeito a uma “Junta Médica” que, por força de uma doença do foro psiquiátrico, considerou a sua incapacidade para estar ao serviço do Estado, o que foi determinante para a sua passagem à aposentação. O Dr. Branquinho Lobo passou a auferir uma pensão de aposentação no montante de € 5.320,00. Contudo, por resolução proferida no dia 30 de Julho de 2004, o Conselho de Ministros do Governo do Dr. Pedro Santana Lopes nomeou o Dr. Branquinho Lobo como Director Nacional da Polícia de Segurança Pública. Desde então, o Dr. Branquinho Lobo acumula a sua pensão de aposentação por incapacidade com o vencimento de Director Nacional da P.S.P!!!!!


Slide 9: A dita menina licenciada é filha do próprio ministro!!!


Slide 10: Mais uma... de pai para filho.


Slide 11: ANíBAL CAVACO SILVA Actualmente recebe três pensões pagas pelo Estado, distribuídas da seguinte forma:
- € 4.152,00 - Banco de Portugal.
- € 2.328,00 - Universidade Nova de Lisboa.
- € 2.876,00 - Por sido primeiro-ministro.

Podendo acumulá-las com o vencimento de P.R. ! Porque será que, o Expresso, o Público, o Independente, o Correio da Manhã e o Diário de Notícias, não abordaram este caso, mas trataram os outros conhecidos, elevando-os quase à categoria de escândalos, será que vão fazer o mesmo que fizeram com os outros??? Não será por coisas destas a falência da Segurança Social?


Slide 12: Li, há semanas, numa pequena notícia do Expresso, que prescreveu uma dívida de 700.000 Euros, de IRS de António Carrapatoso, figura de proa da Telecel/Vodafone e destacado dirigente do PSD. Porque razão prescreveu esta dívida? Porque razão não se procedeu à cobrança coerciva, dado que o contribuinte em causa não tem, nem nunca teve, paradeiro desconhecido? Aliás, António Carrapatoso nunca deixou de aparecer, com alguma frequência, nos écrans da televisão para entrevistas e comentários, onde sempre defendeu as virtudes do "sistema" em que vivemos e que nos é imposto (pudera!!!!!!). Esta dívida não pode prescrever porque se trata de dinheiro devido ao Estado, ou seja a TODOS NÓS.


Slide 13: Os CTT pagaram 19 mil euros a Luís Felipe Scolari por uma palestra de 45 minutos, que teve como tema algo do tipo «Como fortalecer o espírito de grupo» no dia 14 de Janeiro de 2005, no Pavilhão Atlântico, em Lisboa, durante um Encontro dos Correios de Portugal. A decoração custou mais de 430 mil euros e havia dois carros de luxo. A despesa efectivamente facturada entre 8 de Julho de 2002 e 31 de Maio de 2005, com a decoração do gabinete do presidente do Conselho da Administração dos CTT, Carlos Horta e Costa, bem como a sua sala de visitas e ainda das salas de visitas e refeições custou 430.691 euros. Carlos Horta e Costa teve à sua disposição, entre 2002 e 2005, um Jaguar S Type (a renda para o adquirir custou cerca de 50.758 euros) e um Mercedes Benz S320CDI (comprado em Abril de 2004 por 84 mil euros). Assim, o Relatório da Inspecção-Geral das Obras Públicas conclui haver «indícios de má gestão» e «falta de contenção de uma empresa que gere dinheiros públicos», pelo anterior Conselho de Administração que liderou os CTT entre 8 de Julho de 2002 e 31 de Maio de 2005.


Slide 14: É preciso lata... É preciso lata...


Slide 15: Sabe-se dia 27 no Público que a advogada Vera Sampaio foi contratada como assessora pelo membro do Governo Senhor Doutor Manuel Pedro Cunha da Silva Pereira, Ministro da Presidência. Como a tarefa não é muito cansativa foi autorizada a continuar a dar aulas numa qualquer universidade privada onde ganha uns tostões para compor o salário e poder aspirar a ter uma vidinha um pouco mais desafogada. O facto de ser filha do Senhor ex-presidente não teve nada a ver com este reconhecimento das suas capacidades, juro pela saúde do Engenheiro Sócrates. Há famílias a quem a mão do Senhor toca com a sua graça. Ámen. Neste caso soube-se há tempos que o filhote depois de se ter formado foi logo para consultor da Portugal Telecom, onde certamente porá toda a sua experiência ao serviço de todos nós. Agora, como já ontem se disse, calhou a sorte à maninha e lá vai ela toda lampeira em part-time para o desgoverno, onde certamente porá toda a sua experiência ao serviço de todos nós.


Slide 16: Com apenas 50 anos de idade e gozando de plena saúde, o socialista Vasco Franco, número 2 do PS na Câmara de Lisboa durante as presidências de Sampaio e de Soares, está já reformado com uma pensão de 3.035 euros, um valor bastante acima do seu vencimento como vereador. Foi aposentado como técnico superior de 1ª classe – apesar de as suas habilitações literárias serem equivalentes ao 9º ano. Entrou para o Ministério da Administração Interna em 1972 e dos 30 anos passados só ali cumpriu sete de dedicação exclusiva; três foram para o serviço militar e os restantes 20 na vereação da Câmara de Lisboa, doze dos quais a tempo inteiro. Vasco Franco diz que a lei o autoriza a contar a dobrar 10 dos 12 anos como vereador a tempo inteiro: triplicar o salário. Já depois de ter entregue o pedido de reforma, Vasco Franco foi convidado para administrador da Sanest (uma sociedade de capitais públicos), com um ordenado líquido de 4000 euros mensais. Foi convidado pelo presidente da Câmara da Amadora, cuja mulher é secretária de Vasco Franco na Câmara de Lisboa. A acumulação de vencimentos foi autorizada mas o salário de administrador é reduzido em 50% – para 2000 euros – a partir de Julho, mês em que se inicia a reforma, disse ao EXPRESSO Vasco Franco. A somar aos mais de 5000 euros da reforma e do lugar de administrador, Vasco Franco recebe ainda mais 900 euros de outra reforma, por ter sido ferido em combate (!?) em Moçambique já depois do 25 de Abril (????????) e cerca de 250 euros em senhas de presença pela actuação como vereador sem pelouro. Contas feitas, o novo reformado triplicou o salário que auferia no activo, ganhando agora mais de 1200 contos limpos. Além de carro, motorista, secretária, assessores e telemóvel.


Slide 17: Nem tudo vai mal nesta nossa República (Pelo menos para alguns!) Com as eleições legislativas de 20/Fevereiro, metade dos 230 deputados não foram eleitos. Os que saíram regressaram às suas anteriores actividades sem, contudo saírem tristes ou cabisbaixos. Quando terminam as funções, os deputados e governantes têm o direito, por Lei (deles) a um subsídio que dizem de reintegração (coitados, tem de voltar para esta selva que é a luta pelo pão de cada dia nos seus antigos lugares de administração ou de profissionais liberais tão mal pagos, como sabemos): Um mês de salário (3.449 euros) por cada seis meses de Assembleia ou governo. Desta maneira um deputado que o tenha sido durante um ano recebe dois salários (6.898 euros). Se o tiver sido durante 10 anos, recebe vinte salários (68.980 euros). Feitas as contas e os deputados que saíram, o Erário Público desembolsou mais de 2.500.000 euros! No entanto, há ainda aqueles que têm direito a subvenções vitalícias ou pensões de reforma (mesmo que não tenham 60 anos!). Estas são atribuídas aos titulares de cargos políticos com mais de 12 anos. (Segue Lista)


Slide 18: Entre os ilustres reformados do Parlamento encontramos figuras como:

Almeida Santos........................ 4.400, euros;
Medeiros Ferreira..................... 2.800, euros;
Manuela Aguiar......................... 2.800, euros;
Pedro Roseta............................ 2.800, euros;
Helena Roseta........................... 2.800, euros;
Narana Coissoró . .................... 2.800, euros;
Álvaro Barreto........................... 3.500, euros;
Vieira de Castro..........................2.800, euros;
Leonor Beleza . ........................ 2.200, euros;
Isabel Castro............................. 2.200, euros;
José Leitão................................ 2.400, euros;
Artur Penedos............................1.800, euros;
Bagão Félix............................... 1.800, euros.

(Vêem? Tadinhos destes "desconhecidos", que se não fosse esta esmola estavam a comer na Mitra)


Slide 19: Quanto aos ilustres reintegrados , encontramos os seguintes:

Luís Filipe Pereira 26.890, euros / 9 anos de serviço;
Sónia Fortuzinhos 62.000, euros / 9 anos e meio de serviço;
Maria Santos 62.000, euros /9 anos de serviço;
Paulo Pedroso 48.000, euros / 7 anos e meio de serviço (e ainda vamos ver se não vai receber indemnizações pelo processo Casa Pia);
David Justino 38.000, euros / 5 anos e meio de serviço;
Ana Benavente 62.000 , euros / 9 anos de serviço;
M.ª Carmo Romão 62.000, euros / 9 anos de serviço;
Luís Nobre Guedes 62.000 , euros / 9 anos e meio de serviço.

A maioria dos outros deputados que não regressaram estiveram lá somente na última legislatura, isto é, 3 anos, o suficiente para terem recebido cerca de 20.000 euros cada ! É ESTA A CLASSE POLÍTICA QUE TEM A LATA DE PEDIR SACRIFÍCIOS AOS PORTUGUESES PARA DEBELAR A CRISE!!!!!!


Slide 20: Serão os políticos os únicos malandros? Não! 9 em cada 10 aposentados com mais de 5.000 euros mensais foram juízes !!! Lista de Aposentados no ano de 2005 (Janeiro a Novembro) com pensões de luxo: São os seguintes os valores em Euros: Janeiro Ministério da Justiça5380.20 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura MarçoMinistério da Justiça7148.12 procurador-geral Adjunto Procuradoria-Geral República5380.20 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura5484.41 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior MagistraturaEmpresas Públicas e Sociedades Anónimas6082.48 Jurista CTT Correios Portugal SA AbrilMinistério da Justiça5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura5338.40 Procuradora-Geral AdjuntaProcuradoria-Geral República - Antigos Subscritores6193.34 Professor Auxiliar Convidado MaioMinistério da Justiça5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura5498.55 Procurador-Geral Adjunto Procuradoria-Geral República5460.37 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura5338.40 Procuradora-Geral Adjunta Procuradoria-Geral República5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura


Slide 21: JunhoMinistério da Justiça5663.51 Juiz Conselheiro Supremo Tribunal Administrativo5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura JulhoMinistério da Justiça5182.91 Juiz Direito Conselho Superior Magistratura5182.91 Procurador República Procuradoria-Geral República5307.63 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura5498.55 Procurador-Geral Adjunto Procuradoria-Geral República Agosto Ministério da Justiça5173.46 Conservador Direcção Geral Registos Notariado5173.46 Conservadora Direcção Geral Registos Notariado5173.46 Conservador Direcção Geral Registos Notariado5173.46 Notário Direcção Geral Registos Notariado5173.46 Conservador Direcção Geral Registos Notariado5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura5043.12 Notária Direcção Geral Registos Notariado5173.46 Conservador 1ª Classe Direcção Geral Registos Notariado5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura5027.65 Conservador Direcção Geral Registos Notariado5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura5173.46 Conservador Direcção Geral Registos Notariado5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura5173.46 Notário Direcção Geral Registos Notariado5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura5159.57 Conservador Direcção Geral Registos Notariado5173.46 Notária Direcção Geral Registos Notariado5173.46 Ajudante Principal Direcção Geral Registos Notariado5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura5173.46 Notário 1ª Classe Direcção Geral Registos Notariado5173.46 Notária Direcção Geral Registos Notariado


Slide 22: Setembro Ministério dos Negócios Estrangeiros7284.78 Vice-Cônsul Principal Secretaria-Geral (Quadro Externo)6758.68 Vice-Cônsul Secretaria-Geral (Quadro Externo)Ministério da Justiça5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura Ministério da Educação5103.95 Presidente Conselho Nacional Educação Outubro Ministério da Justiça5498.55 Procurador-Geral Adjunto Procuradoria-Geral República Novembro Ministério dos Negócios Estrangeiros7327.27 Técnica Especialista Secretaria-Geral (Quadro Externo) Tribunal de Contas5663.51 Presidente Ministério da Justiça5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior MagistraturaMinistério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior5015.16 Professor Coordenador Inst. Superior Engenharia Lisboa


Slide 23: Vítor Constâncio governador do Banco de Portugal ganha 272.628 € por ano, ou seja quase 3.894 contos MENSAIS, 14 meses/ano. Outros ordenados chorudos do Banco de Portugal : O Vice-governador, António Pereira Marta - 244.174 €/ano O Vice-governador, José Martins de Matos - 237.198 €/ano José Silveira Godinho - 273.700 €/ano Vítor Rodrigues Pessoa - 276.983 €/ano Manuel Ramos Sebastião - 227.233 €/ano O Vice-governador, António Pereira Marta até acumula com o seu salário com a sua pensão como reformado … do Banco de Portugal. Aliás, o Vítor Rodrigues Pessoa, também tem uma reforma adicional de 39.101 €/ano Total 316.084 €/ano e o José Silveira Godinho também acumula com uma pensão do BP, mais 139.550 €/ano Total 413.250 €/ano Campos e Cunha, ex-ministro das Finanças recebeu durante os dois meses em que esteve no Executivo 4600 euros mensais de ordenado e uma reforma de 8.000 euros do Banco de Portugal.


Slide 24: Mira Amaral saiu da Caixa Geral de Depósitos (CGD) com uma reforma de gestor 18.000 euros. Na altura acumulava uma pensão de 1,8 mil euros, como deputado e 16.000 euros como líder executivo da CGD. O que me choca não é o valor da reforma. É o facto de Mira Amaral poder auferir desta reforma - paga pelos contribuintes - ao fim de apenas um ano e nove meses!!!!!! Esta situação é profundamente escandalosa e tem repercussões que afectam a própria credibilidade do regime democrático.Esta forma aparentemente ligeira como é gasto o dinheiro dos contribuintes é grave pelo acto em si e pelo seu impacto na legitimidade do Estado para impor novas formas de captar receita.


Slide 25: Mais um episódio lamentável:


Slide 26: Quando os juízes dizem que vão para a greve, nós começamos a perceber porquê...António Marinho (Jornal Expresso 17 de Setembro) refere os seguintes privilégios dos magistrados : 1) Recebem um subsídio de renda de casa no valor de 700 EUR mensais, mesmo que residam em casa própria. E, se forem casados com outro magistrado, habitando em casa própria cada um deles recebe esse subsídio (logo, 1400 EUR). A situação atinge mesmo o absurdo já que até os magistrados aposentados ou jubilados incorporam esse subsídio nas suas reformas (!?), nas mesmas condições dos que se encontram no activo. Mais ainda: O subsídio de renda de casa dos magistrados está isento de IRS, após acórdão do STA, ou seja, decisões dos magistrados. Será possível que alguém possa auferir uma remuneração permanente, que essa remuneração entre no cálculo da reforma, mas que esteja isenta de IRS????? 2) Os magistrados do Supremo Tribunal Administrativo, do Supremo Tribunal de Justiça e do Tribunal Constitucional que residam fora da área da Grande Lisboa recebem ajudas de custo precisamente quando se deslocam para o seu local de trabalho. A situação torna-se tanto mais incompreensível quanto é certo que os referidos magistrados usufruem de viagens totalmente gratuitas em todos os transportes públicos terrestres e fluviais, incluindo os comboios Alfa.


Slide 27: Aeroporto da Ota (por Miguel Sousa Tavares) Uma história de 2 aeroportos: Áreas:Aeroporto de Malaga: 320 hectares Aeroporto de Lisboa: 520 hectares. Pistas:Aeroporto de Malaga: 1 pista,Aeroporto de Lisboa: 2 pistas.Tráfego(2004): Aeroporto de Malaga: 12 milhões de passageiros, taxa de crescimento, 7% a 8% ao ano. Aeroporto de Lisboa: 10,7 milhões de passageiros, taxa de crescimento 4,5% ao ano. Soluções para o aumento de capacidade:Malaga: 1 novo terminal, investimento de 191 milhões de euros, capacidade 20 milhões de passageiros/ano. O aeroporto continua a 8 Km da cidade e continua a ter uma só pista.Lisboa: 1 novo aeroporto, 3.000 a 5.000 milhões de euros, solução faraónica a 40Km da cidade.E o que dá sermos ricos com o dinheiro dos outros e pobres com o próprio espirito. Ou então alguém tem de tirar os dividendos dos terrenos comprados nos últimos anos. Ninguém investiga isto? E preciso fazer alguma coisa.


Slide 28: Pelo menos divulguem estes documentos, ou faremos parte de um grupo de "Otários" silenciosos. Depois de apresentar este texto só posso dizer que tenho vergonha de ser português em Portugal. Gostava de viver numa verdadeira Democracia! Todos com o mesmo sistema de saúde; Todos a pagarem impostos; Todos a terem reformas merecidas e justas; Todos com o mesmo sistema de Justiça e não um para os ricos (intocáveis) e outro para os pobres. Peço a quem ler esta mensagem que a divulgue e que se tiver conhecimento de mais casos que me envie para eu compilar tudo para mostrar a todos o país onde vivemos
SOUND
SOUND
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 2247
Localização : Neverland
Interesses : Divertir-me o maximo que puder
Data de inscrição : 28/05/2007
Pontos/Reputação : 1074

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rendimento Social de Inserção - Página 3 Empty Re: Rendimento Social de Inserção

Mensagem  ricardo felisberto em 28/10/2010, 09:21

onga-ku escreveu:Por falar em Itália, os italianos têm uma expressão engraçada para designar os "chicos-espertos", ou seja os aldrabões lá da terra deles:

What a Face Fare il portoghese What a Face

Rendimento Social de Inserção - Página 3 950882

Segundo reza a lenda esta expressão teve origem após uma curiosa história passada no séc. XVIII e que envolvia o Embaixador de Portugal em Roma ...

Se for actualizada, considerando outro embaixador, será com acentuação, tipo: Fare il porto-vigarissimo-ghese

PS: Não fosse o momento e daria para rir...

ricardo felisberto
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 508
Localização : Almada/Lisboa
Ocupação : Infelizmente tenho de trabalhar ...
Interesses : Isto, gastronomia e viagens
Data de inscrição : 06/06/2007
Pontos/Reputação : 430

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rendimento Social de Inserção - Página 3 Empty Re: Rendimento Social de Inserção

Mensagem  joevalve em 30/10/2010, 10:02

Artigo de jornal russo Pravda sobre Portugal

Não deixem de ler, pois trata-se de uma simples peça jornalística (não ideológica) que traduz, infelizmente, o panorama da nossa triste existência...

Source: Pravda.ru

Foram tomadas medidas draconianas esta semana em Portugal, pelo Governo liberal de José Sócrates. Mais um caso de um outro governo de centro-direita pedindo ao povo Português a fazer sacrifícios, um apelo repetido vezes sem fim a esta nação trabalhadora, sofredora, historicamente deslizando cada vez mais no atoleiro da miséria.E não é porque eles serem portugueses.

Vá o leitor ao Luxemburgo, que lidera todos os indicadores socioeconómicos, e vai descobrir que doze por cento da população é portuguesa, oriunda de um povo que construiu um império que se estendia por quatro continentes e que controlava o litoral desde Ceuta, na costa atlântica, tornando a costa africana até ao Cabo da Boa Esperança, a costa oriental da África, no Oceano Índico, o Mar Arábico, o Golfo da Pérsia, a costa ocidental da Índia e Sri Lanka. E foi o primeiro povo europeu a chegar ao Japão....e à Austrália.

Esta semana, o Primeiro Ministro José Sócrates lançou uma nova onda dos seus pacotes de austeridade, corte de salários e aumento do IVA, mais medidas cosméticas tomadas num clima de política de laboratório por académicos arrogantes e altivos desprovidos de qualquer contacto com o mundo real, um esteio na classe política elitista Português no Partido Social Democrata (PSD) e Partido Socialista (PS), gangorras de má gestão política que têm assolado o país desde anos 80.

O objectivo? Para reduzir o défice. Porquê? Porque a União Europeia assim o diz. Mas é só a UE? Não, não é. O maravilhoso sistema em que a União Europeia se deixou sugar, é aquele em que as agências de Ratings, Fitch, Moody's e Standard and Poor's, baseadas nos Estados Unidos da América (onde havia de ser?) virtual e fisicamente, controlam as políticas fiscais, económicas e sociais dos Estados-Membros da União Europeia através da atribuição das notações de crédito.

Com amigos como estes organismos e ainda Bruxelas, quem precisa de inimigos? Sejamos honestos. A União Europeia é o resultado de um pacto forjado por uma França tremente e com medo, apavorada com a Alemanha depois das suas tropas invadiram o seu território três vezes em setenta anos, tomando Paris com facilidade, não só uma vez mas duas vezes, e por uma astuta Alemanha ansiosa para se reinventar após os anos de pesadelo de Hitler. A França tem a agricultura, a Alemanha ficou com os mercados para a sua indústria.

E Portugal? Olhem para as marcas de automóveis novos conduzidos pelos motoristas particulares para transportar exércitos de "assessores" (estes parecem ser imunes a cortes de gastos) e adivinhem de que país eles vêm? Não, eles não são Peugeot e Citroen ou Renault. Eles são os Mercedes e BMWs. Topo-de-gama, é claro.

Os sucessivos governos formados pelos dois principais partidos, PSD (Partido Social Democrata da direita) e PS (Socialista, do centro), têm sistematicamente jogado os interesses de Portugal e dos portugueses pelo esgoto abaixo, destruindo a sua agricultura (agricultores portugueses são pagos para não produzir!!) e a sua indústria (desapareceu!!) e sua pesca (arrastões espanhóis em águas lusas!!), a troco de quê? O quê é que as contra-partidas renderam, a não ser a aniquilação total de qualquer possibilidade de criar emprego e riqueza numa base sustentável?

Aníbal Cavaco Silva, agora Presidente, mas primeiro-ministro durante uma década, entre 1985 e 1995, anos em que despejaram bilhões de euros através das suas mãos a partir dos fundos estruturais e do desenvolvimento da UE, é um excelente exemplo de um dos melhores políticos de Portugal. Eleito fundamentalmente porque ele é considerado "sério" e "honesto" (em terra de cegos, quem vê é rei), como se isso fosse um motivo para eleger um líder (que só em Portugal, é!!) e como se a maioria dos restantes políticos (PSD/PS) fossem um bando de sanguessugas e parasitas inúteis (que são), ele é o pai do défice público em Portugal e o campeão de gastos
públicos. A sua "política de betão" foi bem concebida, mas como sempre, mal planeada, o resultado de uma inapta, descoordenada e, às vezes inexistente localização no modelo governativo do departamento do Ordenamento do Território, vergado, como habitualmente, a interesses investidos que sugam o país e seu povo. Uma grande parte dos fundos da UE foram canalizadas para a construção de pontes e auto-estradas para abrir o país a Lisboa, facilitando o transporte interno e fomentando a construção de parques industriais nas cidades do interior para atrair a grande parte da população que assentava no litoral. O resultado concreto, foi que as pessoas agora tinham os meios para fugirem do interior e chegar ao litoral ainda mais rápido. Os parques industriais nunca ficaram repletos e as indústrias que foram criadas, em muitos casos já fecharam. Uma grande percentagem do dinheiro dos contribuintes da UE vaporizou-se em empresas e esquemas fantasmas. Foram comprados Ferraris. Foram encomendados Lamborghini, Maserati. Foram organizadas caçadas de javalí em Espanha. Foram remodeladas casas particulares. O Governo e Aníbal Silva ficaram a observar, no seu primeiro mandato, enquanto o dinheiro foi desperdiçado. No seu segundo mandato, Aníbal Silva ficou a observar os membros do seu governo a perderem o controle e a participarem. Então, ele tentou desesperadamente distanciar-se do seu próprio partido político. E ele é um dos melhores?

Depois de Aníbal Silva veio o bem-intencionado e humanitário, António Guterres (PS), um excelente Alto Comissário para os Refugiados e um candidato perfeito para Secretário-Geral da ONU, mas um buraco negro em termos de (má) gestão financeira. Ele foi seguido pelo excelente diplomata, mas abominável primeiro-ministro José Barroso (PSD) (agora Presidente da Comissão da EU, "Eu vou ser primeiro-ministro, só que não sei quando") que criou mais problemas com o seu discurso do que com os que resolveu, passou a batata quente para Pedro Lopes (PSD), que não tinha qualquer hipótese ou capacidade para governar e não viu a armadilha. Resultando em dois mandatos de José Sócrates; um Ministro do Ambiente competente, que até formou um bom governo de maioria e tentou corajosamente corrigir erros anteriores. Mas foi rapidamente asfixiado pelos interesses instalados.

Agora, as medidas de austeridade apresentadas por este primeiro-ministro, são o resultado da sua própria inépcia para enfrentar esses interesses, no período que antecedeu a última crise mundial do capitalismo (aquela em que os líderes financeiros do mundo foram buscar três triliões de dólares (???) de um dia para o outro para salvar uma mão cheia de banqueiros irresponsáveis,
enquanto nada foi produzido para pagar pensões dignas, programas de saúde ou projectos de educação). E, assim como seus antecessores, José Sócrates, agora com minoria, demonstra falta de inteligência emocional, permitindo que os seus ministros pratiquem e implementem políticas de
laboratório, que obviamente serão contra-producentes.

O Pravda.Ru entrevistou 100 funcionários, cujos salários vão ser reduzidos.

Aqui estão os resultados:

Eles vão cortar o meu salário em 5%, por isso vou trabalhar menos (94%).

Eles vão cortar o meu salário em 5%, por isso vou fazer o meu melhor para me aposentar cedo, mudar de emprego ou abandonar o país (5%)

Concordo com o sacrifício (1%) Um por cento. Quanto ao aumento dos impostos, a reacção imediata será que a economia encolhe ainda mais enquanto as pessoas começam a fazer reduções simbólicas, que multiplicado pela população de Portugal, 10 milhões, afectará a criação de postos de trabalho, implicando a obrigatoriedade do Estado a intervir e evidentemente enviará a economia para uma segunda (e no caso de Portugal, contínua) recessão.

Não é preciso ser cientista de física quântica para perceber isso. O idiota e avançado mental que sonhou com esses esquemas, tem os resultados num pedaço de papel, onde eles vão ficar!! É verdade, as medidas são um sinal claro para as agências de rating, que o Governo de Portugal está disposto a tomar medidas fortes, mas à custa, como sempre, do povo português.

Quanto ao futuro, as pesquisas de opinião providenciam uma previsão de um retorno do Governo de Portugal para o PSD, enquanto os partidos de esquerda (Bloco de Esquerda e Partido Comunista Português) não conseguem convencer o eleitorado com as suas ideias e propostas.

Só em Portugal, a classe elitista dos políticos PSD/PS seria capaz de punir o povo por se atrever a ser independente. Essa classe, enviou os interesses de Portugal para o ralo, pediu sacrifícios ao longo de décadas, não produziu nada e continuou a massacrar o povo com mais castigos.

Esses traidores estão a levar cada vez mais portugueses a questionarem se não deveriam ter sido assimilados há séculos pela Espanha.

Que convidativo, o ditado português "Quem não está bem, que se mude". Certos, bem longe de Portugal, como todos os que podem estão a fazer. Bons estudantes a jorrarem pelas fronteiras fora.

Que comentário lamentável para um país maravilhoso, um povo fantástico e uma classe política
abominável

Timothy Bancroft-Hinchey

Pravda.Ru

joevalve
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 1180
Localização : porto
Ocupação : as válvulas estão de regresso - há vida para além do hi-fi
Interesses : música de carácter politico
Data de inscrição : 29/05/2007
Pontos/Reputação : 1354

https://sites.google.com/site/joevalve/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rendimento Social de Inserção - Página 3 Empty Re: Rendimento Social de Inserção

Mensagem  Blink em 30/10/2010, 10:19

Aos 35 anos já se é velho para trabalhar em Portugal, mas este com 77 é um jovem!!!

Com este ruído todo, ainda vão acordar António Oliveira do Dão!

Isto é demais.

Rendimento Social de Inserção - Página 3 Silvalopes

SILVA LOPES, 77 ANOS, NOMEADO ADMINISTRADOR DA EDP RENOVÁVEIS.

A pouca vergonha continua. Ao que isto chegou!

SILVA LOPES, com 77 (setenta e sete) anos de idade, ex-Administrador do Montepio Geral, de onde saiu há pouco tempo com uma indemnização de mais de 400.000 euros, acrescidos de várias reformas que tem, uma das quais do Banco de Portugal como ex-governador, logo que saiu do Montepio foi nomeado Administrador da EDP RENOVÁVEIS, empresa do Grupo EDP.

Com mais este tacho dourado, lá vai sacar mais umas centenas de milhar de euros num emprego dado pela escumalha política do governo, que continua a distribuir milhões pela cambada afecta aos partidos do centrão.

Entretanto, o Zé vai empobrecendo cada vez mais, num país com 20% de pobres, onde o desemprego caminha para níveis assustadores, onde os salários da maioria dos portugueses estão cada vez mais ao nível da subsistência.

Silva Lopes foi o tal que afirmou ser necessário o congelamento de salários e o não aumento do salário mínimo nacional, por causa da competividade da economia portuguesa. Claro que, para este senhor, o congelamento dos salários deve ser uma atitude a tomar (desde que não congelem o dele, claro).

Quanto a FERNANDO GOMES, mais um comissário político do PS, recebeu em 2008, como administrador da GALP, mais de 4 milhões de euros de remunerações. Acresce a isto um PPR de 90.000 euros anuais, para quando o "comissário PS" for para a reforma. Claro que isto não vai acontecer pois, tal como Silva Lopes, este senhor vai andar de tacho em tacho, tal como esta cambada de ex-políticos que, perante a crise, "assobia para o ar", sempre com os bolsos cheios com os milhões de euros que vão recebendo anualmente.

Estes senhores não têm vergonha na cara? E foi este artista que há um ano disse na RTP1 que os ordenados portugueses estavam 20% acima do que deveriam estar!!!!! Os dele estão seguramente 1000 ou 5000% acima da média!!!

VIVA PORTUGAL!

(in email)
Blink
Blink
Equipa Audiopt - Admin.
Equipa Audiopt - Admin.

Número de Mensagens : 4711
Localização : Porto - Póvoa de Varzim
Interesses : DIY, Fotografia e Viajar
Data de inscrição : 28/05/2007
Pontos/Reputação : 1999

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rendimento Social de Inserção - Página 3 Empty Re: Rendimento Social de Inserção

Mensagem  ricardo felisberto em 30/10/2010, 10:33

Excelente artigo, que consegue com a distância e falta de simpatias, transcrever de forma equilibrada a o caminho do nosso país nas últimas decadas. Algo que infelizmente todos nós sabemos bem. A partidocracia e a incompetências generalizadas, juntaram-se aos esquemas internacionais e ... o resultado está à vista.

De frisar a parte em que os governos ocidentais vendem aos seus cidadãos a necessidade - vital para os próprios - de injectar milhares de milhares de milhões na banca, legitimando o que chamo de o maior roubo da história (de muito, muito, mas muito longe), onde centenas de milhões de pessoas foram roubados às claras para beneficios inenarráveis de uma mão-cheia de giga-ladrões - enquanto que para outros sectores fundamentais nem um centimo foi injectado. O que me recorda um titulo do expresso deste mês "De 115 ex-governantes, 84 foram para a ... banca".

ricardo felisberto
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 508
Localização : Almada/Lisboa
Ocupação : Infelizmente tenho de trabalhar ...
Interesses : Isto, gastronomia e viagens
Data de inscrição : 06/06/2007
Pontos/Reputação : 430

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rendimento Social de Inserção - Página 3 Empty Re: Rendimento Social de Inserção

Mensagem  Orion em 30/10/2010, 18:27

vinilsuporter escreveu:Artigo de jornal russo Pravda sobre Portugal

Não deixem de ler, pois trata-se de uma simples peça jornalística (não ideológica) que traduz, infelizmente, o panorama da nossa triste existência..

É suficientemente descritivo da realidade lusitana e, deveras preocupante. Bom artigo.

_________________
Carpe Diem
Orion
Orion
Equipa Audiopt - Admin.
Equipa Audiopt - Admin.

Número de Mensagens : 4626
Idade : 49
Localização : bem localizado
Ocupação : escutophilia
Interesses : so many
Data de inscrição : 28/06/2007
Pontos/Reputação : 2573

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rendimento Social de Inserção - Página 3 Empty Re: Rendimento Social de Inserção

Mensagem  Blink em 2/11/2010, 11:54

SE ÉS PORTUGUÊS E GOSTAS DE PORTUGAL TENS O DEVER DE FAZER ALGUMA COISA.

CHEGA DE SERMOS ALDRABADOS, ROUBADOS, GOZADOS.

CHEGA DE FALTAS DE RESPEITO POR QUEM TRABALHA.

O LUÍS NAZARÉ DISSE QUE BASTAVA QUE PRIVATIVASSEM A RTP PARA NÃO HAVER ESTA AVALANCHE DE CORTES NAS RECEITAS E AUMENTOS DE IMPOSTOS.

EM VEZ DISSO, O GOVERNO QUER AUMENTAR EM 30% A TAXA DE AUDIOVISUAL DEBITADA NA FACTURA DA EDP PARA PAGAR OS ORDENADOS MILIONÁRIOS DOS FUNCIONÁRIOS DA RTP, por ex.:

Judite de Sousa: 15.000,00 EUR / mês x 14 meses
Catarina Furtado: 25.000,00 EUR / mês x 14 meses
Malato: 20.000,00 EUR / mês x 14 meses
O escritor: 16.000,00 EUR / Mês x 14 meses
O chefe de programação: 17.000,00 EUR / mês x 14 meses
etc., etc., etc..

Por outro lado um casal que tenha 1 filho e ganhe no seu conjunto 800,00 EUR mês é-lhe retirado o abono de família.
Esta gente está no seu perfeito juízo?
E não culpem só o governo. O que é que a oposição vem oferecer?
Submarinos? para defender o quê? a DÍVIDA?
Devem estar a gozar com a nossa cara. Até aqui pensaram que eramos todos estupidos. Agora pensam que somos parvos. E se este orçamento passar a culpa é dos todos os portugueses que deixam o país ser gerido por estes politicozinhos provincianos que nunca geriram nada, que não sabem nada, que levaram o país à falência, que fizeram leis para terem 2, 3 e 4 reformas e deixar o povo à míngua.

ESTAMOS A VIVER A DITADURA DA DEMOCRACIA DE LADRÕES.
VENHA O FMI. VENHA BRUXELAS. VENHA A ALEMANHA. VENHA ESPANHA. VENHAM TODOS GOVERNAR ESTE PAÍS.
POLÍTICOS PORTUGUESES DEMITAM-SE.
VENDAM A RTP. FECHEM A RTP. NÃO NOS ROUBEM O PÃO NOSSO DE CADA DIA.
DEIXEM-NOS VIVER COM DIGNIDADE. DEIXEM VIVER OS NOSSOS FILHOS PORQUE TÊM ESSE DIREITO. NÃO NOS ASFIXIEM MAIS.
REPASSA PARA QUE CIRCULE POR TODO O PAÍS.

(transcrição de email)
Blink
Blink
Equipa Audiopt - Admin.
Equipa Audiopt - Admin.

Número de Mensagens : 4711
Localização : Porto - Póvoa de Varzim
Interesses : DIY, Fotografia e Viajar
Data de inscrição : 28/05/2007
Pontos/Reputação : 1999

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rendimento Social de Inserção - Página 3 Empty Re: Rendimento Social de Inserção

Mensagem  Mango em 2/11/2010, 12:26

de 4 em 4 anos somos chamados à responsabilidade e podemos mudar alguma coisa...porque é que algumas pessoas ficam com o cú no sofá a fazer zapping à espera que os outros decidam por elas é daquelas coisas que me ultrapassa.Farto de analistas politicos,saturado de crónicas e artigos onde parece que todos têm uma solução para os problemas deste país ando eu e só tenho 37 anos.Não se pode esperar grande coisa de um povo que faz uma revolução com flores.De Norte a Sul, isto era uma limpeza à antiga lusa...mas já não há gajos com tom*tes neste país.Desculpem o desabafo mas tanta análise politica já me mete asco.

Mango
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 540
Idade : 47
Localização : Lisboa
Data de inscrição : 23/08/2009
Pontos/Reputação : 716

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rendimento Social de Inserção - Página 3 Empty Re: Rendimento Social de Inserção

Mensagem  mn61 em 2/11/2010, 12:30

Tudo isso é verdade amigo Blink, mas no fundo os grandes culpados da situação em que o país se encontra...SOMOS NÓS...sim, somos todos nós porque ao longo de mais de 30 anos de democracia não aprendemos...NADA!!!!

Tiramos de lá o" côr de rosa " e colocamos o " laranja ", depois, corremos com o " laranja " e voltamos a pôr lá o " còr de rosa "...e assim andamos nestes mais de 30 anos depois da revolução....temos receio da mudança e no fim de contas, quem colocou o país assim, FOMOS NÓS!!!!

É certo que a crise não é só cá, mas é cá que nós vivemos, podemos mudar as coisas e assobiamos para o lado....e a culpa nunca é nossa, é sempre do vizinho!!!!
Com quase 50 anos de idade, já vi passar muitos (des)governos, mas como este último....VALHA-NOS DEUS

....e outra coisa que me choca é ver que somos todos uns cordeirinhos, às vezes tenho inveja dos nossos vizinhos espanhois, que quando a coisa não lhes agrada, põe os seus governantes a pensar duas vezes, antes de tomarem certas medidas.

Já perdi a esperança de ver o nosso povo abrir os olhos

abraço
Manel
mn61
mn61
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 3047
Idade : 59
Localização : Qta Conde/Sesimbra
Ocupação : Funcionário Autarquico
Interesses : Hi-Fi-Desporto
Data de inscrição : 28/05/2007
Pontos/Reputação : 2090

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rendimento Social de Inserção - Página 3 Empty Re: Rendimento Social de Inserção

Mensagem  Gorogoro em 2/11/2010, 14:56

mn61 escreveu: Tudo isso é verdade amigo Blink, mas no fundo os grandes culpados da situação em que o país se encontra...SOMOS NÓS...sim, somos todos nós porque ao longo de mais de 30 anos de democracia não aprendemos...NADA!!!!

Tiramos de lá o" côr de rosa " e colocamos o " laranja ", depois, corremos com o " laranja " e voltamos a pôr lá o " còr de rosa "...e assim andamos nestes mais de 30 anos depois da revolução....temos receio da mudança e no fim de contas, quem colocou o país assim, FOMOS NÓS!!!!

É certo que a crise não é só cá, mas é cá que nós vivemos, podemos mudar as coisas e assobiamos para o lado....e a culpa nunca é nossa, é sempre do vizinho!!!!
Com quase 50 anos de idade, já vi passar muitos (des)governos, mas como este último....VALHA-NOS DEUS

....e outra coisa que me choca é ver que somos todos uns cordeirinhos, às vezes tenho inveja dos nossos vizinhos espanhois, que quando a coisa não lhes agrada, põe os seus governantes a pensar duas vezes, antes de tomarem certas medidas.

Já perdi a esperança de ver o nosso povo abrir os olhos

abraço
Manel

Concordo, mas tb...

Falam falam e nao vos vejo a fazer nada..
Só blabla bla o povo abrir os olhos??


Então o que é preciso fazer? Um golpe de estado? O que sugeres (sugerem)???

Gorogoro
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 325
Idade : 41
Localização : Lisboa
Ocupação : Programador
Interesses : fotografia, desporto, concertos, etc..
Data de inscrição : 29/05/2007
Pontos/Reputação : 52

http://zicazica.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rendimento Social de Inserção - Página 3 Empty Re: Rendimento Social de Inserção

Mensagem  nmtavares em 2/11/2010, 15:31

Eu sugeria, um "Movimento do Cidadão em branco" como existe em Espanha, mas quem seria honesto o suficiente para o levar em frente, e que regras teria, quem o implementaria, assinaturas para o formar como oficial(bem... aqui há pessoas de todas as regiões), como se regeria, e acima de tudo caso se... será que... se manteriam no curso acordado??

Isto com violência não ia lá, até porque não somos um povo violento, bem apenas agressivos a conduzir e quando alguém se mete com as nossas senhoras, ou fala mal do nosso clube de futebol, mas pronto...
Golpes de estado, aí é que mais sós, ficávamos...
Só ia com algum partido que tivesse maioria absoluta, para mudar certas regalias que os deputados, ex-políticos, magistrados têm, esperar que os juízes do tribunal constitucional não se opusessem, o presidente colaborasse, e fosse blindada por referendo nacional(e que só podesse voltar a ser alterada com a aprovação deste meio). Que traduzindo por miúdos, quer dizer que vai ficar tudo na mesma.

Já agora, belo artigo que foi desencantar Sr José Mário, tem um bocado de carácter ideológico, mas não deixa de ser verdade.
nmtavares
nmtavares
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 294
Idade : 41
Localização : Alhadas City & Capital of the World(Coimbra/Fig foz)
Data de inscrição : 06/06/2007
Pontos/Reputação : 75

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rendimento Social de Inserção - Página 3 Empty Re: Rendimento Social de Inserção

Mensagem  Blink em 2/11/2010, 17:40

Custa-me acreditar que não possa haver uma solução, no tempo do Estado Novo também ninguém acreditava que o País podia mudar de rumo, mas mudou com um golpe militar, agora não se pode fazer golpes militares porque entravam por aqui dentro as tropas Espanholas (Ibéria!), Francesas, Alemás, etc, mas penso que alguma coisa poderá ser feita para acabar com este descalabro em que se encontra o País.

A minha maior revolta é a disfunção que existe na pirámide social onde são os trabalhadores que estando na base aguentam com tudo em cima deles, só que existem muito menos a trabalhar e se não tirarem o peso excessivo dos que estão em cima, os trabalhadores mais tarde ou mais cedo vão cair e a pirámide vai desmoronar.

São os trabalhadores que geram a economia do País, e carregam um fardo cada vez mais pesado, o tecido empresarial encolheu, o emprego encolheu, a economia gerada foi drásticamente reduzida, porque ainda se mantém a mesma máquina comedora dos Governos, porque não reduzem os Ministros com e sem pasta, secretários, subsecretários e toda a máquina de boys...

O País precisa de um Governo que o governe, nos moldes actuais é o governo que precisa do povo para se governar, o hospedeiro não precisa do parasita, é o parasita que precisa do hospedeiro.

Só muda de Rei para Presidente, de resto mantém-se tudo igual como á muitas décadas atrás.
Rendimento Social de Inserção - Página 3 Piramidesocial



Blink
Blink
Equipa Audiopt - Admin.
Equipa Audiopt - Admin.

Número de Mensagens : 4711
Localização : Porto - Póvoa de Varzim
Interesses : DIY, Fotografia e Viajar
Data de inscrição : 28/05/2007
Pontos/Reputação : 1999

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rendimento Social de Inserção - Página 3 Empty Re: Rendimento Social de Inserção

Mensagem  Mango em 2/11/2010, 18:04

Vindo de um Frei até que nem está nada mal...

Parte 1
[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=JP4_74WQiyk[/youtube]

Parte 2
[youtube] https://www.youtube.com/watch?v=I5SLU9_MCyI[/youtube]

Mango
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 540
Idade : 47
Localização : Lisboa
Data de inscrição : 23/08/2009
Pontos/Reputação : 716

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rendimento Social de Inserção - Página 3 Empty Re: Rendimento Social de Inserção

Mensagem  joevalve em 2/11/2010, 18:30

Em Portugal todas as mudanças de regime foram feitas pela via armada, por isso não estou a ver outro modo disto endireitar, desconfio que nem com o FMI.

Hoje os juros da n/ dívida já estavam nos 6,26% quando se sabe que o limite tolerável são os 7%. É essa a única esperança que me resta ou seja que ninguém acredite no OE, nem no Sócrates, nem no Passos Coelho e nos deixem de emprestar massa. Então iremos obedientemente pedir ajuda ao FMI que nos emprestará a massa (como no tempo do Soares e do bloco central) auma taxa de juro muito baixa recorrendo ao fundo de garantia europeu criado recentemente por causa da Grécia e da Irlanda e começará a arrumar a casa com medidas de reestruturação da dívida e não só, cortando a eito nas mordomias, regalias e outras assessorias que dão de comer a estes politiqueiros e respectivas familias.

Uma das maneiras de o povo dizer não a estes agiotas era votar no Fernando Nobre para presidente da república, dando um sinal que já estamos fartos de Cavacos e Cavaquinhos que foi onde o descalabro começou com estes elefantes brancos das PPP da Lusoponte e afins. O homem tem mais experiência de vida do que estes politicos todos juntos e não iria certamente fazer pior. Mas coitado tem 7% nas sondagens, está-se mesmo a ver que o povo gosta de sofrer. Outra alternativa era ninguém ir votar para quem manda ver que estamos insatisfeitos com estas politicas.


joevalve
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 1180
Localização : porto
Ocupação : as válvulas estão de regresso - há vida para além do hi-fi
Interesses : música de carácter politico
Data de inscrição : 29/05/2007
Pontos/Reputação : 1354

https://sites.google.com/site/joevalve/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rendimento Social de Inserção - Página 3 Empty Re: Rendimento Social de Inserção

Mensagem  nmtavares em 2/11/2010, 18:50

vinilsuporter escreveu:Em Portugal todas as mudanças de regime foram feitas pela via armada, por isso não estou a ver outro modo disto endireitar, desconfio que nem com o FMI.

Hoje os juros da n/ dívida já estavam nos 6,26% quando se sabe que o limite tolerável são os 7%. É essa a única esperança que me resta ou seja que ninguém acredite no OE, nem no Sócrates, nem no Passos Coelho e nos deixem de emprestar massa. Então iremos obedientemente pedir ajuda ao FMI que nos emprestará a massa (como no tempo do Soares e do bloco central) auma taxa de juro muito baixa recorrendo ao fundo de garantia europeu criado recentemente por causa da Grécia e da Irlanda e começará a arrumar a casa com medidas de reestruturação da dívida e não só, cortando a eito nas mordomias, regalias e outras assessorias que dão de comer a estes politiqueiros e respectivas familias.


Como era bom que isso fosse verdade... que as mordomias principescas a quem muito pouco ou nada fez pelo país, tenha direitos como se tivessem lutado pelo país, ou se tivessem descoberto a cura do cancro, ou inventado uma fonte de energia inesgotável limpa, sem trabalhar(sim, se houver algum daqueles macacos que saiba o que é um dia honesto de trabalho) e em menos de 1/3 do tempo antigamente exigido para se poder ter direito a reforma, e podendo acumular a dita com outras mais, recebem mais sem nada fazer do que pessoas que trabalharam a vida toda, para no final terem meia dúzia de tostões.
Em Portugal já não se trabalha para viver( estou a colocar isto nos meados/finais dos anos 80, até inicio do Século XXI) vive-se para trabalhar (e acrescento, trabalhar para os políticos).
nmtavares
nmtavares
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 294
Idade : 41
Localização : Alhadas City & Capital of the World(Coimbra/Fig foz)
Data de inscrição : 06/06/2007
Pontos/Reputação : 75

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rendimento Social de Inserção - Página 3 Empty Re: Rendimento Social de Inserção

Mensagem  Orion em 2/11/2010, 19:10

É verdade e extremamente denunciador do que aí está para vir. O crescente contraste entre as as classes trabalhadoras e alguns sectores da sociedade que fazem, a cada dia que passa, desiquilibrar mais a balança. As fórmulas de estagnar esta enfermidade não as sei, mas sei definitivamente que, este (até aqui seguido pela classe política) não é o caminho No .

_________________
Carpe Diem
Orion
Orion
Equipa Audiopt - Admin.
Equipa Audiopt - Admin.

Número de Mensagens : 4626
Idade : 49
Localização : bem localizado
Ocupação : escutophilia
Interesses : so many
Data de inscrição : 28/06/2007
Pontos/Reputação : 2573

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rendimento Social de Inserção - Página 3 Empty Re: Rendimento Social de Inserção

Mensagem  ricardo felisberto em 2/11/2010, 19:49

A evolução dos juros da divida demonstra bem o engodo que é/foi a inevitabilidade de ter-se de aprovar o orçamento.

Se a questão é a credibilidade, então obviamente e sem prejuizo para os restantes ilustres politicos, o facto é que o país é 'conduzido' pelo expoente minimo da mesma, aquele que nunca cumpriu um único orçamento e que falta sistematicamente à palavra evocando justificações tais como :-"o mundo mudou nestas duas semanas".

De notar a absoluta falta de credibilidade deste orçamento, onde o governo prevê um crescimento Rir da economia, enquanto TODOS os restantes organismos, sem excepção, prevêm quedas sempre superiores a um por cento.

Só por aqui já todos viram que jamais será possivel cumprir. Mas há mais. O governo prevê um crescimento das exportações de quase 10%. Rendimento Social de Inserção - Página 3 346205 ....

E poderíamos obviamente continuar, pelo consumo privado, por ...

Bom ... Dentro de cenário tão credivel, apetece perguntar se a virgem não irá aparecer no hemiciclo?

E como estes cenários patéticos jamais iram acontecer, o orçamento será novo buraco, com novos PEC, com .... enfim, é o (infelizmente) normal com estes individuos.

É gente desta estripe que nos governa! Gente que mente reiteradamente, que alucina sempre que é necessário fazer uma previsão, e que nunca, mas nunca tem culpa de nada ...

Onde estamos metidos??? Se o objectivo era sermos mais crediveis, não podia haver pior opção que a continuidade do actual executivo.

ricardo felisberto
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 508
Localização : Almada/Lisboa
Ocupação : Infelizmente tenho de trabalhar ...
Interesses : Isto, gastronomia e viagens
Data de inscrição : 06/06/2007
Pontos/Reputação : 430

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rendimento Social de Inserção - Página 3 Empty Re: Rendimento Social de Inserção

Mensagem  Blink em 2/11/2010, 20:04

Na Islândia o Primeiro Ministro Geir Haarde vai ser julgado num tribunal especial acusado de ter permitido gastos desenfreados no sector bancário sem qualquer controlo estatal, com consequências fatais para a economia do país.

Mais três ministros do executivo, o ex-governador do banco central, o chefe da bolsa e dezenas de líderes da banca também serão indiciados a juntarem-se à lista de personalidades acusadas de participação na ruína financeira de um dos países mais ricos do mundo.

Seria um sonho, uma utopia neste País o nosso vendedor de computadores (PM) Rendimento Social de Inserção - Página 3 38634 sentar-se no banco dos réus!
Blink
Blink
Equipa Audiopt - Admin.
Equipa Audiopt - Admin.

Número de Mensagens : 4711
Localização : Porto - Póvoa de Varzim
Interesses : DIY, Fotografia e Viajar
Data de inscrição : 28/05/2007
Pontos/Reputação : 1999

Voltar ao Topo Ir em baixo

Rendimento Social de Inserção - Página 3 Empty Re: Rendimento Social de Inserção

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum