Cabo corrente

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  ricardo onga-ku em 21/2/2010, 09:32

jdickson escreveu:
onga-ku escreveu:
Todos os restantes produtos como cabos, fichas, tomadas e puxadas audiófilas são "areia para os olhos" pois não acrescentam nenhuma mais-valia técnica aos acessórios vulgares que cumprem os requisitos da regulamentação em vigor.

Cumprimentos,
onga-ku

Caro onga-ku:

Apenas uma pergunta e nada mais:

Apesar do que a teoria diz (ou deveria dizer, pois parece-me que se está a julgar com base no "conhecimento do que já se conhece"...), alguma vez assistiu a uma comparação A/B entre um cabo de corrente normal e um de qualidade "audiófila", num sistema também ele de alta qualidade?
Se a resposta for sim para as duas premissas (elevada qualidade do cabo e do sistema) e mantém o que afirma, nada mais comentarei.
Se a resposta for não, então também está tudo dito.
Cumprimentos

Caro jdickson,

Como já formulou a sua opinião parece-me que não vale a pena responder à sua questão; apenas lhe pergunto o que é para si um componente ou um sistema de alta qualidade: refere-se ao preço, à marca, à aceitação pela crítica ou (eu diria mais importante) à topologia utilizada de que depende o desempenho?

Aproveito para sublinhar o facto curioso de a maior parte das crispações na discussão audiófila se gerarem em torno de meros acessórios (geralmente os cabos) que quando adequadamente concebidos em nada influenciam o desempenho do sistema e termino citando o Thorsten Loesch (designer dos componentes da marca AMR) na TNT-Audio sobre cabos que "transportam" o sinal audio:


Let's make a bold statement: "The best Cable is No Cable"

Let's make another one: "The Ideal Cable does not change the Signal traveling through it in ANY way."

Let's make a third one: "No Cable can improve the sound-quality of a system, they only make it worse in varying degrees."


Cumprimentos,
onga-ku
avatar
ricardo onga-ku
Equipa Audiopt - Colaborador
Equipa Audiopt - Colaborador

Número de Mensagens : 2979
Localização : Terra d'Angles
Data de inscrição : 09/01/2010
Pontos/Reputação : 4660

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  Convidad em 21/2/2010, 10:15

joaob escreveu:
Já agora uma curiosidade, a EDP está a trocar toda a sua rede de distribuição de Cobre para Aluminio...

A rede de distribuição foi sempre em alumínio, só como correcção.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  Pierre em 21/2/2010, 10:40

onga-ku escreveu:
Let's make a bold statement: "The best Cable is No Cable"

Let's make another one: "The Ideal Cable does not change the Signal traveling through it in ANY way."

Let's make a third one: "No Cable can improve the sound-quality of a system, they only make it worse in varying degrees."


Por isso é que funcionam tão bem os ANTI-CABLES!
avatar
Pierre
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 1195
Idade : 48
Localização : Elvas
Interesses : Música, cinema, futebol e petisco.
Data de inscrição : 08/06/2007
Pontos/Reputação : 1079

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  joaob em 21/2/2010, 15:39

António José da Silva escreveu:
joaob escreveu:
Já agora uma curiosidade, a EDP está a trocar toda a sua rede de distribuição de Cobre para Aluminio...

A rede de distribuição foi sempre em alumínio, só como correcção.

Grande parte do transporte sempre foi em Aluminio, tanto em Alta como média tensão, a distribuição, nomeadamente os ramais de alimentação a habitação, iluminação publica e pequenos consumidores era feito a cabo de cobre, normalmente cabo tipo XS em distribuições aérias (vulgo cabo de troçada) ou VAV em traçados enterrados ou entubados, á uns 4 ou 5 anos a esta parte, passou tudo a ser feito a alumínio, LXS ou LSVAV... a razão é puramente económica, além disso o crescente "interesse" dos amigos do alheio pelo cobre que motivou em alguns casos roubos de linhas de distribuição inteiras, deu mais uma desculpa para alterarem a rede.
Só como termo de comparação, na Irlanda estão a trocar todos os alumínios por cobre...
avatar
joaob
utilizador iniciado
utilizador iniciado

Número de Mensagens : 41
Idade : 43
Localização : Aljubarrota - Alcobaça
Data de inscrição : 13/02/2010
Pontos/Reputação : 87

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  Convidad em 21/2/2010, 16:04

Para nós a diferença não existe. Desde que a corrente contratada seja aquele que é disponibilizada pela EDP, tanto faz que venha em cobre, alumínio ou outro qualquer material. O que poderá acontecer, é a EDP ter que gastar mais no transporte, (devido à maior perda) mas isso é algo que devem de ter calculado. Na distribuição em alta, como já tinha frisado, foi sempre em cabo de alumínio com alma em aço. O cobre tem um coeficiente de ruptura demasiado elevado para ser usado nas longas distancias dos postes de alta, para não falar do elevado peso. Mas para mim tanto se faz que venha em alumínio ou cobre, desde que tenha em casa aquilo que espero, e pago para ter.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  joaob em 21/2/2010, 16:31

Concordo perfeitamente, a EDP nunca gasta mais porque o alumínio custa muito menos que o cobre, mesmo tendo que subir a secção... o rendimento é bastante menor mas o cliente final não deverá ter problemas com isso... em principio!
avatar
joaob
utilizador iniciado
utilizador iniciado

Número de Mensagens : 41
Idade : 43
Localização : Aljubarrota - Alcobaça
Data de inscrição : 13/02/2010
Pontos/Reputação : 87

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  jdickson em 21/2/2010, 20:13

onga-ku escreveu:
jdickson escreveu:
onga-ku escreveu:
Todos os restantes produtos como cabos, fichas, tomadas e puxadas audiófilas são "areia para os olhos" pois não acrescentam nenhuma mais-valia técnica aos acessórios vulgares que cumprem os requisitos da regulamentação em vigor.

Cumprimentos,
onga-ku

Caro onga-ku:

Apenas uma pergunta e nada mais:

Apesar do que a teoria diz (ou deveria dizer, pois parece-me que se está a julgar com base no "conhecimento do que já se conhece"...), alguma vez assistiu a uma comparação A/B entre um cabo de corrente normal e um de qualidade "audiófila", num sistema também ele de alta qualidade?
Se a resposta for sim para as duas premissas (elevada qualidade do cabo e do sistema) e mantém o que afirma, nada mais comentarei.
Se a resposta for não, então também está tudo dito.
Cumprimentos

Caro jdickson,

Como já formulou a sua opinião parece-me que não vale a pena responder à sua questão; apenas lhe pergunto o que é para si um componente ou um sistema de alta qualidade: refere-se ao preço, à marca, à aceitação pela crítica ou (eu diria mais importante) à topologia utilizada de que depende o desempenho?

Aproveito para sublinhar o facto curioso de a maior parte das crispações na discussão audiófila se gerarem em torno de meros acessórios (geralmente os cabos) que quando adequadamente concebidos em nada influenciam o desempenho do sistema e termino citando o Thorsten Loesch (designer dos componentes da marca AMR) na TNT-Audio sobre cabos que "transportam" o sinal audio:


Let's make a bold statement: "The best Cable is No Cable"

Let's make another one: "The Ideal Cable does not change the Signal traveling through it in ANY way."

Let's make a third one: "No Cable can improve the sound-quality of a system, they only make it worse in varying degrees."


Cumprimentos,
onga-ku

Caro onga-ku:

1.Um sistema de "elevada qualidade" é aquele que possibilita a audição de um som de elevada qualidade. Independentemente do custo dos componentes. Agora, em relação ao que se entende por som de "elevada qualidade", bem, ou se sabe ou não se sabe, não há definições que tenham aqui cabimento.
2.Da minha parte não há qualquer crispação, apenas prazer em falar de coisas de que gosto.
3.Concordo, em absoluto, com as 3 afirmações que citou. Em nenhuma delas encontro qualquer suporte para negligenciar o papel dos cabos. Muitíssimo pelo contrário: o autor chama a atenção para o facto dos cabos constituirem SEMPRE um factor de degradação do sinal e o melhor que se pode fazer é atenuar o mais possível as suas perdas. Agora, é pululantemente óbvio que existem muitas formas de actuar sobre a transmissão do sinal (manipulando os cabos!) e, como tal, alterar as características do som "final".
4."...quando adequadamente concebidos em nada influenciam o desempenho do sistema". Meu caro amigo: quando é que sabe que uns cabos estão adequadamente concebidos, sabendo que há situações em que certos cabos "tocam bem" num sistema e "mal" noutro???? E parece-lhe fácil fazer uns cabos "adequadamente concebidos"? Então, há assim tantos papalvos no mundo audiófilo que estão dispostos a alimentar a indústria dos acessórios? Não lhe parece algo estranho? E, logo por "coincidência", são os que têm os sistemas de topo que reconhecem as diferenças sonoras entre os cabos?
5. Reparo que não respondeu à minha pergunta.

Cumprimentos

jdickson
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 185
Idade : 53
Localização : Lisboa
Ocupação : mèdico
Interesses : os habituais
Data de inscrição : 28/07/2009
Pontos/Reputação : 328

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  ricardo onga-ku em 21/2/2010, 21:49

jdickson escreveu:"...quando adequadamente concebidos em nada influenciam o desempenho do sistema". Meu caro amigo: quando é que sabe que uns cabos estão adequadamente concebidos, sabendo que há situações em que certos cabos "tocam bem" num sistema e "mal" noutro???? E parece-lhe fácil fazer uns cabos "adequadamente concebidos"? Então, há assim tantos papalvos no mundo audiófilo que estão dispostos a alimentar a indústria dos acessórios? Não lhe parece algo estranho? E, logo por "coincidência", são os que têm os sistemas de topo que reconhecem as diferenças sonoras entre os cabos?

Caro jdickson,

Para determinar se uns cabos de audio foram adequadamente concebidos será necessário alguns conhecimentos de física, ou pelo menos saber quais as variáveis (Inductância, Capacidade, Resistência) que afectam a "passagem" do sinal.
No caso dos cabos de interligação, especialmente aqueles que transportam sinais de baixa intensidade como a ligação célula-prévio de phono, importa também que exista alguma forma de rejeição de ruído ou blindagem.

Proponho alguma bibliografia:

http://www.tnt-audio.com/clinica/intere.html

http://www.tnt-audio.com/clinica/spkcbl_e.html

http://www.roger-russell.com/wire/wire.htm

Na minha opinião os cabos não tocam nem bem nem mal.
Se forem mal concebidos, por exemplo muito capacitativos, irão funcionar como filtros de passa baixo atenuando a resposta das altas frequências.
Quando usados com colunas mal concebidas em que a resposta nos agudos é exagerada, ajudarão a suavizar a agressividade do som.
Mas como dois males não fazem um bem...

Quanto aos "papalvos", note que estudios de gravação compram cabos profissionais baratos mas adequadamente concebidos.
O que os distingue dos audiófilos é o seu conhecimento técnico e o ter por objectivo o lucro, não o gasto.
Termino citando alguns foristas aqui da praça:

Orion escreveu:
jdickson escreveu:
António José da Silva escreveu:


...quero ser enganado.

Pelas mesmíssimas razões, tambem eu...

Me engana, vai... ou... me engana que eu gosto...

Mas também eu sou dos que não se importa de ser enganado

Cumprimentos,
onga-ku
avatar
ricardo onga-ku
Equipa Audiopt - Colaborador
Equipa Audiopt - Colaborador

Número de Mensagens : 2979
Localização : Terra d'Angles
Data de inscrição : 09/01/2010
Pontos/Reputação : 4660

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  jdickson em 21/2/2010, 23:09

onga-ku escreveu:
jdickson escreveu:"...quando adequadamente concebidos em nada influenciam o desempenho do sistema". Meu caro amigo: quando é que sabe que uns cabos estão adequadamente concebidos, sabendo que há situações em que certos cabos "tocam bem" num sistema e "mal" noutro???? E parece-lhe fácil fazer uns cabos "adequadamente concebidos"? Então, há assim tantos papalvos no mundo audiófilo que estão dispostos a alimentar a indústria dos acessórios? Não lhe parece algo estranho? E, logo por "coincidência", são os que têm os sistemas de topo que reconhecem as diferenças sonoras entre os cabos?

Caro jdickson,

Para determinar se uns cabos de audio foram adequadamente concebidos será necessário alguns conhecimentos de física, ou pelo menos saber quais as variáveis (Inductância, Capacidade, Resistência) que afectam a "passagem" do sinal.
No caso dos cabos de interligação, especialmente aqueles que transportam sinais de baixa intensidade como a ligação célula-prévio de phono, importa também que exista alguma forma de rejeição de ruído ou blindagem.

Proponho alguma bibliografia:

http://www.tnt-audio.com/clinica/intere.html

http://www.tnt-audio.com/clinica/spkcbl_e.html

http://www.roger-russell.com/wire/wire.htm

Na minha opinião os cabos não tocam nem bem nem mal.
Se forem mal concebidos, por exemplo muito capacitativos, irão funcionar como filtros de passa baixo atenuando a resposta das altas frequências.
Quando usados com colunas mal concebidas em que a resposta nos agudos é exagerada, ajudarão a suavizar a agressividade do som.
Mas como dois males não fazem um bem...

Quanto aos "papalvos", note que estudios de gravação compram cabos profissionais baratos mas adequadamente concebidos.
O que os distingue dos audiófilos é o seu conhecimento técnico e o ter por objectivo o lucro, não o gasto.
Termino citando alguns foristas aqui da praça:

Orion escreveu:
jdickson escreveu:
António José da Silva escreveu:


...quero ser enganado.

Pelas mesmíssimas razões, tambem eu...

Me engana, vai... ou... me engana que eu gosto...

Mas também eu sou dos que não se importa de ser enganado

Cumprimentos,
onga-ku

Caro onga-ku

Parece-me que isto não sai daqui...
É por demais óbvio que as suas opiniões são baseadas em pressupostos teóricos, em relação aos quais até concordo na sua maior parte.
O que se passa é que, teorias à parte, os cabos, todos eles, influenciam de forma inequívoca, (para melhor ou pior, dependendo dos cabos e dos sistemas onde são colocados) o som.
E, peço desculpa, mas as suas afirmações transportam um simplismo que é revelador de desconhecimento de situações reais, ao afirmar ou subentender que cabos bem concebidos deverão soar todos iguais. PURA E SIMPLESMENTE NÃO É VERDADE.
Uma vez que mora em Lisboa, convido-o a trazer cabos seus, bem concebidos de acordo com os seus critérios e depois comparamos com outros.
E se não notar diferenças em testes cegos, ofereço-lhe um jantar num restaurante à sua escolha (logo após uma passagem pela casa Sonotone, ou pela consulta de ORL do hospital mais próximo...Twisted Evil)

Quanto ao "apelo ao engano" em que venho citado, dou-lhe os parabéns pela oportunidade da chalaça Very Happy , mas certamente sabe que esses comentários se referiam não ao engano da aquisição de componentes, mas sim em relação à maior ou menor semelhança entre o som que me dá prazer e o som "real".
Cumprimentos e fico à sua espera
PS-reparo que continua sem responder à pergunta...

jdickson
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 185
Idade : 53
Localização : Lisboa
Ocupação : mèdico
Interesses : os habituais
Data de inscrição : 28/07/2009
Pontos/Reputação : 328

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  TAVARES em 21/2/2010, 23:40

E eu até adoraria assistir acho que só assim estas discussões se tornam benéficas, chegando a alguma conclusão, a vias de factos.
Afinal nos tempos do velho Oeste tirava-se tudo a limpo





Com isto tudo caro amigotv, estamos a abagunçar um pouco o seu tópico, mas penso que é por uma boa causa. Quanto a minha opinião acho que deve satisfazer as vontades da sua consciência e procurar os cabos ou ligações que realmente acha importante. Essa é a forma de nos distrair do stress do dia a dia, fazendo o que realmente gostamos e se isso implicar gastos, desde que se possa, acredite que será bem empregue.
É isso que realmente levamos desta vida, o prazer.

Boas audições
avatar
TAVARES
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 545
Idade : 47
Localização : Barreiro/Lisboa
Ocupação : Trabalhar
Interesses : Aprender
Data de inscrição : 21/05/2008
Pontos/Reputação : 474

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  ricardo onga-ku em 22/2/2010, 00:06

jdickson escreveu:Caro onga-ku

Parece-me que isto não sai daqui...
É por demais óbvio que as suas opiniões são baseadas em pressupostos teóricos, em relação aos quais até concordo na sua maior parte.
O que se passa é que, teorias à parte, os cabos, todos eles, influenciam de forma inequívoca, (para melhor ou pior, dependendo dos cabos e dos sistemas onde são colocados) o som.
E, peço desculpa, mas as suas afirmações transportam um simplismo que é revelador de desconhecimento de situações reais, ao afirmar ou subentender que cabos bem concebidos deverão soar todos iguais. PURA E SIMPLESMENTE NÃO É VERDADE.
Uma vez que mora em Lisboa, convido-o a trazer cabos seus, bem concebidos de acordo com os seus critérios e depois comparamos com outros.
E se não notar diferenças em testes cegos, ofereço-lhe um jantar num restaurante à sua escolha (logo após uma passagem pela casa Sonotone, ou pela consulta de ORL do hospital mais próximo...Twisted Evil)

Quanto ao "apelo ao engano" em que venho citado, dou-lhe os parabéns pela oportunidade da chalaça Very Happy , mas certamente sabe que esses comentários se referiam não ao engano da aquisição de componentes, mas sim em relação à maior ou menor semelhança entre o som que me dá prazer e o som "real".
Cumprimentos e fico à sua espera
PS-reparo que continua sem responder à pergunta...

Caro jdickson,

Obrigado pelo convite; assim que se proporcione prometo uma visita para ouvir as suas colunas.
Levarei equipamento de medição, bastante mais sensível que o ouvido humano.

jdickson escreveu:Apenas uma pergunta e nada mais:

Apesar do que a teoria diz (ou deveria dizer, pois parece-me que se está a julgar com base no "conhecimento do que já se conhece"...), alguma vez assistiu a uma comparação A/B entre um cabo de corrente normal e um de qualidade "audiófila", num sistema também ele de alta qualidade?
Se a resposta for sim para as duas premissas (elevada qualidade do cabo e do sistema) e mantém o que afirma, nada mais comentarei.
Se a resposta for não, então também está tudo dito.

Quanto às sua pergunta, não vejo como possa responder se para mim qualquer cabo de corrente 10/12A 250V é de elevada qualidade (cumpre a função) e a minha opinião sobre o que é um sistema de qualidade é subjectiva e decerto diferente da sua.

Um abraço,
onga-ku
avatar
ricardo onga-ku
Equipa Audiopt - Colaborador
Equipa Audiopt - Colaborador

Número de Mensagens : 2979
Localização : Terra d'Angles
Data de inscrição : 09/01/2010
Pontos/Reputação : 4660

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  jdickson em 22/2/2010, 00:18

onga-ku escreveu:

jdickson escreveu:Apenas uma pergunta e nada mais:

Apesar do que a teoria diz (ou deveria dizer, pois parece-me que se está a julgar com base no "conhecimento do que já se conhece"...), alguma vez assistiu a uma comparação A/B entre um cabo de corrente normal e um de qualidade "audiófila", num sistema também ele de alta qualidade?
Se a resposta for sim para as duas premissas (elevada qualidade do cabo e do sistema) e mantém o que afirma, nada mais comentarei.
Se a resposta for não, então também está tudo dito.

Quanto às sua pergunta, não vejo como possa responder se para mim qualquer cabo de corrente 10/12A 250V é de elevada qualidade (cumpre a função) e a minha opinião sobre o que é um sistema de qualidade é subjectiva e decerto diferente da sua.

Um abraço,
onga-ku

Portanto, nunca fez essa comparação.
E, no entanto, está pleno de convicções acerca do que deve acontecer...
Há uma "coisa" chamada método experimental. É "apenas" a base de toda a evolução científica.
Quando estiver disponível, diga. Há outro forista (Veigas) que também se mostrou interessado em vir cá a casa com o mesmo objectivo.
Provavelmente irei sugerir o próximo domingo à tarde.
Cumprimentos

jdickson
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 185
Idade : 53
Localização : Lisboa
Ocupação : mèdico
Interesses : os habituais
Data de inscrição : 28/07/2009
Pontos/Reputação : 328

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  ricardo onga-ku em 22/2/2010, 08:29

jdickson escreveu:
onga-ku escreveu:

jdickson escreveu:Apenas uma pergunta e nada mais:

Apesar do que a teoria diz (ou deveria dizer, pois parece-me que se está a julgar com base no "conhecimento do que já se conhece"...), alguma vez assistiu a uma comparação A/B entre um cabo de corrente normal e um de qualidade "audiófila", num sistema também ele de alta qualidade?
Se a resposta for sim para as duas premissas (elevada qualidade do cabo e do sistema) e mantém o que afirma, nada mais comentarei.
Se a resposta for não, então também está tudo dito.

Quanto às sua pergunta, não vejo como possa responder se para mim qualquer cabo de corrente 10/12A 250V é de elevada qualidade (cumpre a função) e a minha opinião sobre o que é um sistema de qualidade é subjectiva e decerto diferente da sua.

Um abraço,
onga-ku

Portanto, nunca fez essa comparação.
E, no entanto, está pleno de convicções acerca do que deve acontecer...
Há uma "coisa" chamada método experimental. É "apenas" a base de toda a evolução científica.
Quando estiver disponível, diga. Há outro forista (Veigas) que também se mostrou interessado em vir cá a casa com o mesmo objectivo.
Provavelmente irei sugerir o próximo domingo à tarde.
Cumprimentos

Por acaso engana-se, pois já caí nessa esparrela de comprar um cabo de sector dedicado e recebi outro de brinde com um amplificador usado que comprei. Nunca ouvi diferenças.
Além disso o método experimental implica instrumentos de medição e registo precisos, o que não é o caso do cérebro e dos ouvidos.

Cumprimentos,
onga-ku
avatar
ricardo onga-ku
Equipa Audiopt - Colaborador
Equipa Audiopt - Colaborador

Número de Mensagens : 2979
Localização : Terra d'Angles
Data de inscrição : 09/01/2010
Pontos/Reputação : 4660

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  amigotv em 23/2/2010, 10:53

Boas,

Nunca imaginei que uma simples pergunta originasse esta "discussão".

Tive a ler tudo com muita atenção e leva-me a concordar com alguma coisas que aqui foram ditas e outras a discordar totalmente.

Quanto ao cabo de alimentação como referi já decidi pelo kimber de entrada de gama (pois consegui um preço fantástico em Londres por 50m - 150€.)

Tenho é que "desabafar" por muito que custe pois fala-se muito dos anti-cables (nunca ouvi os de interligação mas sim os de colunas) à cerca de 2 anos +- no meu sistema da altura, que desde essa data as alterações foram o SACD da Sony que foi trocado por um PC-AUDIO e as Vandersteen 1C que passaram para canais traseiros dando lugar às Vandersteen 2CE Signature MKII!

E bem... não levem a mal mas ainda bem que os meus ouvidos nunca me deixaram ficar mal.

Toco piano à 36 anos e estão muito bem apuradinhos.

Na altura comparei com esses tais anti-cables, nordost, kimber, audioquest, qed, etc, etc, etc. (para ver se era desta que trocava os meus OCOS que já duram à 15 aninhos e que na altura substituiram uns tais de NORDOST que na altura ninguém gostava (porque não eram falados nas revistas da especialidade !!!).

Atenção que não tenho nada contra os NORDOST, muito pelo contrário, pois se tivesse dinheiro trocaria finalmente os meus pelos VALHALLA.

Nesta altura muitos poderão já estar a dizer.... "mais um que gostava de ver numn teste cego".

Fica já o convite que mal a minha salinha de musica/cinema fique prontinha ( nunca mais !!!! está pronta !!! ), poderei convidar o pessoal a fazer-me uma visita e trazer os vossos cabos e fazermos uns testes cegos, mas sempre com o intuito de ouvir e apreciar boa musica e não "sons", sou daqueles que antes de ser audiofilo considero-me um melomano "purista".


Boas audições e mais uma vez obrigado pelos conselhos e pelo que tenho aprendido neste fórum.

amigotv
utilizador iniciado
utilizador iniciado

Número de Mensagens : 24
Localização : Porto
Data de inscrição : 07/02/2008
Pontos/Reputação : 47

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  TAVARES em 23/2/2010, 11:07

Ora nem mais! Vale sempre apena tentar, nem que seja pra se aprender mais alguma coisita
Eheheheheh quando chegar a altura dos testes também levo os meus
pois haja alguém com ouvidos (apuradinhos)

Cumprimentos audiófilos e melómanos
avatar
TAVARES
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 545
Idade : 47
Localização : Barreiro/Lisboa
Ocupação : Trabalhar
Interesses : Aprender
Data de inscrição : 21/05/2008
Pontos/Reputação : 474

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  ricardo onga-ku em 23/2/2010, 11:37

Caro amigotv,

Não questiono que se consigam ouvir diferenças entre cabos de sinal audio (especialmente se compararmos cabos bem desenhados com cabos mal concebidos), o problema é determinar se essas diferenças são positivas, negativas ou negligenciáveis, mesmo para quem tem um ouvido apurado.
Conforme referi anteriormente, um (mau) cabo poderá alterar a resposta de frequências e o resultado final (correcção da resposta do sistema) ser uma aparente melhoria. Aparente porque dois males não fazem um bem e os tais cabos irão penalizar outras características da reprodução sonora.
Além disso o ouvido humano é um instrumento pouco preciso e a memória auditiva é bastante fraca e acima de tudo muito influenciável, daí a necessidade de se recorrer a testes cegos.
Os resultados são surpreendentes:

barcarossa escreveu:Um belo dia alguns audiófilos, ligados a uma revista da praça resolveram ir ao CAPS do Técnico, em Lisboa, para fazerem uns testes cegos (não não foi um blind test, foi mesmo à Portuga, como o cozido e o bacalhau...) de cabos de coluna.

Foram recebidos pelo meu ex-professor Onofre Moreira, um cientista de elite hoje reformado, pois sempre raciocinou à frente de todos nós.

Os senhores foram instalados na câmara anecóica do estabelecimento, onde foram disponibilizadas as colunas que traziam, do tipo caixa fechada (suspensão acústica) e toca a trocar de cabos dispendiosos e exóticos, enquanto o Eng. Onofre fazia o seu papel de bastidores. Tão bem o fez que pelo meio meteu um par telefónico de 2x0.25.

Resultado unânimo dos testes: O par telefónico era de longe o melhor . Claro que só indo aos bastidores ver o cabo é que eles acreditaram, o que foi um vexame enorme.

Porquê? Tem de haver uma razão técnica para tudo o que observamos subjectivamente, e esta não é excepção. Deixo-vos a pensar um pouco, e depois volto, que estou a acabar de montar o HDP-R1 no meio da tralha que tenho no móvel da sala, para não ter de mudar CDs, vou metendo lá tudo em flac, e se não acabo a minha esposa expulsa-me de casa...

Quanto a cabos de alimentação, basta que tenham dois condutores (mais terra) e o diâmetro adequado.
Nada como um pouco de humor para animar o dia pelo que proponho que vejam esta análise objectiva a um Valhala Power Cable:

http://www.youtube.com/watch?v=HIWmeA6gQTc

Cumprimentos,
onga-ku
avatar
ricardo onga-ku
Equipa Audiopt - Colaborador
Equipa Audiopt - Colaborador

Número de Mensagens : 2979
Localização : Terra d'Angles
Data de inscrição : 09/01/2010
Pontos/Reputação : 4660

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  amigotv em 23/2/2010, 17:54

Caro onga-ku, o video do youtube está *****, mas não sou da sua opinião quanto a cabos de corrente.

Que para se ouvir diferenças é necessário gastar um bom dinheiro... pode crer que é.

O Nordost Valhalla é o melhor cabo de corrente que se pode comprar a seguir ao ODIN (para quem tiver saído o euromilhões ou algo semelhante).

A regra é esta (segundo Bjorn Bengtsson da Nordost e da qual eu assino por baixo e acrescento alguns pontos) o sentido de melhoramentos deverá ser sempre:
- musicos
- qualidade da gravação
- fonte de energia (EDP, a solução ideal seria uma bateria )
Como não podemos "mecher" nos três tópicos anteriores temos que optimizar a partir daí.

Sendo assim temos que assumir que à cabeça temos 100% de qualidade.
Continuando então a regra:
- cabos de corrente da fonte (acredite que a diferença ouvindo os valhalla é ABISMAL, quem não notar aconselho a visitar um bom otorrino )
- fonte
- cabos ligação ao pré (por exemplo)
- cabo de corrente do pré
- pré........ e por aí fora.............
- terminando não nas colunas como muita gente pensa mas sim na qualidade acústica da sala de audição.

Já para não falar na qualidade de muitos ouvidos que por aí andam .


Quanto a cabos de coluna, interligação, etc. concordo consigo que o ideal era não existirem ou pelo menos não modificar em nada o sinal.

E pela experiencia que tenho sentido ao longo dos anos (esquecendo então o valhalla) sou adepto dos OCOS em colunas pois não passam de uns simples cabos "coaxiais" com alterações relativamente ao isolamento e tratamento para não oxidarem (penso que pouca gente sabe que são os únicos cabos do mundo com garantia vitalicia relativamente a oxidação ).
Já os ouvi em dezenas de equipamentos e não acrescentam nem retiram nada à tecnologia... não será esse o ideal ???

Relativamente a interconnects estou neste momento com uns kimber PBJ reforçados duplamente e estou satisfeito (serão talvez os cabos que só trocarei quando achar que estão "gastos").

Boas audições.

amigotv
utilizador iniciado
utilizador iniciado

Número de Mensagens : 24
Localização : Porto
Data de inscrição : 07/02/2008
Pontos/Reputação : 47

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  Carlomar em 23/2/2010, 18:26

amigotv escreveu:
Fica já o convite que mal a minha salinha de musica/cinema fique prontinha ( nunca mais !!!! está pronta !!! ), poderei convidar o pessoal a fazer-me uma visita e trazer os vossos cabos e fazermos uns testes cegos, mas sempre com o intuito de ouvir e apreciar boa musica e não "sons", sou daqueles que antes de ser audiofilo considero-me um melomano "purista".
Muito Bem.
Gostei deste paragrafo.

Pena estar-mos tão longe e também levaria os meus cabos, claro com o intuito de usufruir a musica.

Já agora deixo também a minha opinião.

Eu pertenço ao grupo daqueles que considera que os cabos são muito importantes.
É o que os meus ouvidos me dizem.
Principalmente os de interligação e os de coluna.
Mas não é preciso gastar fortunas.

Respeito quem não atribui esta importância aos cabos, mas faz-me uma certa confusão.

No entanto evito confrontos e debates sobre este tema.
Acho que é a 1º vez que emito a minha opinião. Espero não me arrepender.


Quanto a cabos de corrente dedicados, nunca experimentei, por isso destes não falo.

Mas que a minha puxada dedicada para áudio com simples V 2,5mm, melhorou, lá isso melhorou.

Até a mudança do fusível fez diferença. Isso tenho certeza, e não me venham dizer o contrário.

Caro amigotv,
faço votos que consiga em breve finalizar a sua sala que certamente é bem merecida.
avatar
Carlomar
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 794
Localização : V.F.Xira
Interesses : Audio - Diy
Data de inscrição : 03/09/2007
Pontos/Reputação : 1519

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  amigotv em 23/2/2010, 20:20

Caro Carlomar,

Obrigado.

O convite para as audições está de pé, mal a dita esteja prontinha.

Quanto a opiniões e discussões são sempre bem vindas principlamente em prol da nossa paixão ---------------> MUSICA <--------.

Boas audições.

amigotv
utilizador iniciado
utilizador iniciado

Número de Mensagens : 24
Localização : Porto
Data de inscrição : 07/02/2008
Pontos/Reputação : 47

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  joaob em 24/2/2010, 10:05

Carlomar escreveu:
amigotv escreveu:
Fica já o convite que mal a minha salinha de musica/cinema fique prontinha ( nunca mais !!!! está pronta !!! ), poderei convidar o pessoal a fazer-me uma visita e trazer os vossos cabos e fazermos uns testes cegos, mas sempre com o intuito de ouvir e apreciar boa musica e não "sons", sou daqueles que antes de ser audiofilo considero-me um melomano "purista".
Muito Bem.
Gostei deste paragrafo.

Pena estar-mos tão longe e também levaria os meus cabos, claro com o intuito de usufruir a musica.

Já agora deixo também a minha opinião.

Eu pertenço ao grupo daqueles que considera que os cabos são muito importantes.
É o que os meus ouvidos me dizem.
Principalmente os de interligação e os de coluna.
Mas não é preciso gastar fortunas.

Respeito quem não atribui esta importância aos cabos, mas faz-me uma certa confusão.

No entanto evito confrontos e debates sobre este tema.
Acho que é a 1º vez que emito a minha opinião. Espero não me arrepender.


Quanto a cabos de corrente dedicados, nunca experimentei, por isso destes não falo.

Mas que a minha puxada dedicada para áudio com simples V 2,5mm, melhorou, lá isso melhorou.

Até a mudança do fusível fez diferença. Isso tenho certeza, e não me venham dizer o contrário.

Caro amigotv,
faço votos que consiga em breve finalizar a sua sala que certamente é bem merecida.

Só uma duvida, que fusível é que trocou e de que corrente para que corrente, ou foi só o tipo de fusivel?
avatar
joaob
utilizador iniciado
utilizador iniciado

Número de Mensagens : 41
Idade : 43
Localização : Aljubarrota - Alcobaça
Data de inscrição : 13/02/2010
Pontos/Reputação : 87

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  ricardo onga-ku em 24/2/2010, 10:33

joaob escreveu:
Carlomar escreveu:Quanto a cabos de corrente dedicados, nunca experimentei, por isso destes não falo.

Mas que a minha puxada dedicada para áudio com simples V 2,5mm, melhorou, lá isso melhorou.

Até a mudança do fusível fez diferença. Isso tenho certeza, e não me venham dizer o contrário.

Só uma duvida, que fusível é que trocou e de que corrente para que corrente, ou foi só o tipo de fusivel?

Caro joaob,

No mundo da audiofilia existem muitos practicantes que "ouvem" coisas que não são explicáveis pelas leis da física.
E não vale a pena tentar contrariá-los, é uma batalha perdida contra a força evangelizadora da indústria e das revistas da especialidade que é demasiado forte.
É que o audio de hoje deixou de ser um ramo da ciência e tornou-se numa nova religião. Rolling Eyes

Mais um video sobre o assunto:

http://www.youtube.com/user/EEVblog#p/a/f/2/m7ERMu825m4

Cumprimentos,
onga-ku
avatar
ricardo onga-ku
Equipa Audiopt - Colaborador
Equipa Audiopt - Colaborador

Número de Mensagens : 2979
Localização : Terra d'Angles
Data de inscrição : 09/01/2010
Pontos/Reputação : 4660

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  amigotv em 24/2/2010, 11:34

Caro onga-ku,

Penso que está na "Igreja"/Fórum errado pois presumo que contenta-se com o mp3... como segue as leis da fisica... sabe que o ouvido humano de biliões de pessoas não distingue nada mais para além disso...

Como gosta de pesquisar na NET, sugiro então o 2.º local (o 1.º para qualquer mortal será o GOOGLE) onde por vezes aparecem coisas interessantes (por vezes, volto a referenciar, pois também existe por lá muito lixo):

http://pt.wikipedia.org/wiki/MP3

Gostava de poder ser assim tão feliz e contentar-me com um bom IPOD, mas não, FELIZMENTE os meus ouvidos agradecem as tais diferenças.

Quanto à "religião" que se refere, como sabe sempre associado à religião infelizmente vêm os fundamentalistas !

Boas audições.

amigotv
utilizador iniciado
utilizador iniciado

Número de Mensagens : 24
Localização : Porto
Data de inscrição : 07/02/2008
Pontos/Reputação : 47

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  ricardo onga-ku em 24/2/2010, 12:39

amigotv escreveu:Caro onga-ku,

Penso que está na "Igreja"/Fórum errado pois presumo que contenta-se com o mp3... como segue as leis da fisica... sabe que o ouvido humano de biliões de pessoas não distingue nada mais para além disso...

Como gosta de pesquisar na NET, sugiro então o 2.º local (o 1.º para qualquer mortal será o GOOGLE) onde por vezes aparecem coisas interessantes (por vezes, volto a referenciar, pois também existe por lá muito lixo):

http://pt.wikipedia.org/wiki/MP3

Gostava de poder ser assim tão feliz e contentar-me com um bom IPOD, mas não, FELIZMENTE os meus ouvidos agradecem as tais diferenças.

Quanto à "religião" que se refere, como sabe sempre associado à religião infelizmente vêm os fundamentalistas !

Boas audições.

Caro amigotv,

Qualquer ouvido humano saudável (e não apenas os "ouvidos de ouro") consegue distinguir diferenças entre um ficheiro de baixa resolução (e menor qualidade) em formato mp3 e um de maior resolução (ex. 16/44).
O que talvez se possa afirmar é que existem "biliões de pessoas" que não dão valor a essa diferença e aceitam viver com a menor qualidade, mas não é esse o meu caso.

Cumprimentos,
onga-ku
avatar
ricardo onga-ku
Equipa Audiopt - Colaborador
Equipa Audiopt - Colaborador

Número de Mensagens : 2979
Localização : Terra d'Angles
Data de inscrição : 09/01/2010
Pontos/Reputação : 4660

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  amigotv em 24/2/2010, 12:47

Ok caro onga-ku .

Penso que este tópico já fugiu complatemente à minha dúvida inicial, poderá quanto a mim ser encerrado.

Boas audições.

amigotv
utilizador iniciado
utilizador iniciado

Número de Mensagens : 24
Localização : Porto
Data de inscrição : 07/02/2008
Pontos/Reputação : 47

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  Carlomar em 24/2/2010, 18:39

joaob escreveu:Só uma duvida, que fusível é que trocou e de que corrente para que corrente, ou foi só o tipo de fusivel?

Viva joaob,
troquei o fusível do circuito dedicado ao áudio, do quadro eléctrico.
O original era:
dimensão 10x38
marca IBIS
Tipo ZR-0 (lento salvo erro)
10A

Substituto:
Fusível de contactos douradas usado normalmente pelo pessoal do Tuning nos automóveis.
marca BOMBBASS
10A
10x38

Refiro também que medi a resistência de ambos os fusíveis e este ultimo tem uma resistência bem inferior.
Já não sei onde apontei estes dados senão partilhava.

Portanto do ponto de vista eléctrico também não são iguais.

nota: Para quem possa estar a pensar que dei 40euros por um fusível, desengane-se.
Paguei por um blister de 4 fusíveis apenas 1euro numa promoção do Jumbo.

Já agora os meus cabos não são Pierre Cardin nem Armani.
São todos Diy.
Não vou em modas nem em reviews das revistas da especialidade.
Limito-me a ouvir e tirar as minhas conclusões.

Cumprimentos
avatar
Carlomar
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 794
Localização : V.F.Xira
Interesses : Audio - Diy
Data de inscrição : 03/09/2007
Pontos/Reputação : 1519

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  ricardo onga-ku em 24/2/2010, 18:43

Carlomar escreveu:
joaob escreveu:Só uma duvida, que fusível é que trocou e de que corrente para que corrente, ou foi só o tipo de fusivel?

Viva joaob,
troquei o fusível do circuito dedicado ao áudio, do quadro eléctrico.
O original era:
dimensão 10x38
marca IBIS
Tipo ZR-0 (lento salvo erro)
10A

Substituto:
Fusível de contactos douradas usado normalmente pelo pessoal do Tuning nos automóveis.
marca BOMBBASS
10A
10x38

Refiro também que medi a resistência de ambos os fusíveis e este ultimo tem uma resistência bem inferior.
Já não sei onde apontei estes dados senão partilhava.

Se a resistência é inferior isso não quer dizer que entrará em ruptura com (sobre)cargas maiores?
Em caso afirmativo, poderá isso ser perigoso para os componentes do sistema?

Cumprimentos,
onga-ku
avatar
ricardo onga-ku
Equipa Audiopt - Colaborador
Equipa Audiopt - Colaborador

Número de Mensagens : 2979
Localização : Terra d'Angles
Data de inscrição : 09/01/2010
Pontos/Reputação : 4660

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  TAVARES em 24/2/2010, 19:00

nota: Para quem possa estar a pensar que dei 40euros por um fusível, desengane-se.
Paguei por um blister de 4 fusíveis apenas 1euro numa promoção do Jumbo.



caro carlomar mesmo que tivesse gasto 40 Euros e fosse compensador certamente não seria nenhuma vergonha.
E eu também até sou um individuo que tenho 40% de diy


Última edição por TAVARES em 25/2/2010, 10:30, editado 1 vez(es)
avatar
TAVARES
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 545
Idade : 47
Localização : Barreiro/Lisboa
Ocupação : Trabalhar
Interesses : Aprender
Data de inscrição : 21/05/2008
Pontos/Reputação : 474

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  joaob em 24/2/2010, 19:04

É natural que os fusiveis tenham valores ohmicos diferentes, os filamentos nunca são iguais. Pode também ter a ver com o tempo que o fusivel aguenta uma sobrecarga... se é de 10A só funde com mais do que isso.
Se passou cabo de 2,5mm2, pode colocar fusiveis de 16A... já gora porquê fusíveis e não disjuntores?
avatar
joaob
utilizador iniciado
utilizador iniciado

Número de Mensagens : 41
Idade : 43
Localização : Aljubarrota - Alcobaça
Data de inscrição : 13/02/2010
Pontos/Reputação : 87

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  Convidad em 24/2/2010, 20:05

joaob escreveu:É natural que os fusiveis tenham valores ohmicos diferentes, os filamentos nunca são iguais. Pode também ter a ver com o tempo que o fusivel aguenta uma sobrecarga... se é de 10A só funde com mais do que isso.
Se passou cabo de 2,5mm2, pode colocar fusiveis de 16A... já gora porquê fusíveis e não disjuntores?
porque são os fusiveis dos equipamentos...

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  Convidad em 24/2/2010, 20:36

Carlomar escreveu:

Refiro também que medi a resistência de ambos os fusíveis e este ultimo tem uma resistência bem inferior.

Nenhum dos fusíveis poderá apresentar qualquer tipo de resistência quando medido com um multímetro.

E se fizer as contas com a equação R= ró X L sobre s, chegará à conclusão do porquê.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cabo corrente

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum