JBL L 30 versus Wahrfedale e etc

Ir em baixo

JBL L 30 versus Wahrfedale e etc

Mensagem  AJ em 11/10/2009, 18:59

Caríssimos

Com um muito modesto orçamento de 300 euros, que me recomendam, que o gaste numas colunas novas (Wahrfedale, Kef, ...) ou numas antigas JBL L 30?

O meu amplificador é um Arcam Alpha One.

Agradeço.

AJ

AJ
utilizador iniciado
utilizador iniciado

Número de Mensagens : 6
Data de inscrição : 11/10/2009
Pontos/Reputação : 14

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: JBL L 30 versus Wahrfedale e etc

Mensagem  Fernando Novais em 11/10/2009, 19:15

AJ

Eu optava por comprar umas colunas recentes, a nao ser que gostasse mais das antigas de certo que nao terá dificuldades em ouvir as colunas que pretende comprar, lembre-se que o mais
importante é gostar-mos daquilo que temos e nao daquilo que os outros gostam, é sempre bom ouvir opinioes, mas que interessa mesmo é a nossa
Cumprimentos

PS: Nao se esqueça da apresentaçao
avatar
Fernando Novais
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 2643
Idade : 49
Localização : Gondomar/Porto
Ocupação : Funcionario Publico
Interesses : Musica/Cinema/Vespas
Data de inscrição : 18/02/2008
Pontos/Reputação : 1762

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: JBL L 30 versus Wahrfedale e etc

Mensagem  Convidad em 12/10/2009, 08:34

Na minha opinião devia apostar no mercado dos usados...porque novo, só colunas de entrada, quanto á JBL desista.


Mas eu tou contente com as minhas Wharfedal Diamond 10.1, pelo preço(212 euros) é dificil melhor..

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: JBL L 30 versus Wahrfedale e etc

Mensagem  José Trigueiro em 18/10/2009, 22:24

Olá, AJ

Se tiver oportunidade de ouvir essas JBL L30, de preferência com o seu amp, aproveite e veja se gosta do resultado.

Julgo que essas JBL são colunas de caixa fechada, dos tempos em que se usava grande woofers para fazer os graves. Depois vieram os tempos das colunas com pórtico de respiração, em que se podia usar woofers mais pequenos e fazer graves tão grandes como as colunas antigas. E é claro, tal como actualmente o pessoal prefere o mp3 que leva muito e ocupa pouco espaço, as colunas grandes levaram uma varridela para darem lugar às mais compactas e com o "mesmo" grave.

O problema é que os graves das colunas de caixa pequena e pórtico de respiração não são a mesma coisa que o grave de uma boa coluna de caixa fechada. Podemos tentar enganar os nosso ouvidos, mas as leis da física não perdoam.

Ontem comprei um amp estéreo em segunda mão por 40€ - um Pioneer A-207, que está como novo, e que agora é o coração do sistema estéreo no quarto do meu miúdo. Depois de o comprar, indo eu a caminho de casa, passei casualmente pela casa de um amigo meu, só para lhe mostrar o negócio da China que acabara de fazer.

O pai desse meu amigo tem umas colunas bem antigas, umas Pioneer CS-903. São umas colunas com possivelmente mais de vinte e cinco anos, detentoras de um woofer "só" com 15", julgo que uma (ou duas?) unidade de médios, e pelo menos dois ribbon tweeters. Como o amp de serviço a essas colunas, um receiver a/v da Pioneer, estava avariado, resolvemos ir experimentar o A-209 com as CS-903 do pai dele, só pare ver se o aparelho funcionava bem.

O leitor de cds foi um Sony, não me lembro a referência. Posso só dizer que era um daqueles aparelhos que podem conter 5 cds no seu interior. Ou seja, um aparelho audiofilíssimo.

Ligamos tudo, usamos o disco da Diana Krall que já estava dentro do leitor de cds, e esse meu amigo, o irmão dele e eu ficamos imediatamente de queixos caídos, a ouvir a boa música que aquelas colunas debitavam. A sensibilidade era elevada, mas não sei se por causa das leis da física que limitam a agilidade daquelas colunas, ou se por falta de mais capacidade de corrente do amp (45W a 8Ohm, e 60W a 4OHm), não dava para rodar muito o potenciómetro. E nem era preciso. O som tinha volume q.b., com uma grave cheio e natural como só se vê em colunas de pórtico de respiração (ou reflex...) de preços bem mais avantajados e com grandes woofers. Mais curioso foi o agudo. Não se dava por ele e nem se sentia a sua falta. A integração do todo sonoro era soberba.

Por isso, caro AJ, ouça e acredite no que os seus ouvidos lhe dizem. Isto de verdades absolutas, só se for sete palmos de terra em cima.


Última edição por José Trigueiro em 23/10/2009, 19:10, editado 1 vez(es)

José Trigueiro
utilizador iniciado
utilizador iniciado

Número de Mensagens : 88
Idade : 51
Localização : Açores - Terceira
Ocupação : Pai de família
Interesses : Pai de família não tem hobbies
Data de inscrição : 04/06/2007
Pontos/Reputação : 20

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: JBL L 30 versus Wahrfedale e etc

Mensagem  AJ em 18/10/2009, 22:35

Caro José Trigueiro
Agradeço o cuidado que teve em me responder. O meu raciocínio foi: As colunas têm décadas, hoje em dia há materiais novos, a investigação não pára, deve ter havido algum progresso (ou muitíssimo progresso) e com o que me pediam por elas podia comprar umas novas. Enfim, vou seguir o seu conselho e pedir uma audição.
Obrigado e um abraço.
AJ

AJ
utilizador iniciado
utilizador iniciado

Número de Mensagens : 6
Data de inscrição : 11/10/2009
Pontos/Reputação : 14

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: JBL L 30 versus Wahrfedale e etc

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum