O mais importante num GD

Ir em baixo

O mais importante num GD

Mensagem  JCF em 4/10/2009, 20:14

Olá a todos

Ha uns tempos atrás comprei um Pro-ject Debut III para recuperar a minha velha coleção de discos que estavam guardados ha 1 decada numa arrecadação. Lavados os discos verifico que muitos eles estão ainda em estado bastante razoavel, alguns contudo embora limpos continuam a apresentar alguns ruidos vulgo "batata frita".

Decidi-me pelo Pro-ject porque pretendia uma solução económica para averiguar o estado dos discos. Neste momento, face aos resultados equaciono a troca do GD por outro num patamar um pouco mais acima que me permita melhorar um pouco a qualidade da reprodução embora reconheça que o Debut para o que custa até não se porta nada mal.

Entre eventuais up-grades ao actual GD ou compra de um melhor deparo-me com uma duvida: O que será mais importante e que poderá traver maiores beneficios? Uma base melhor? um braço melhor? uma cabeça/agulha melhor?

Olhando para o panorama do mercado é dificil passar ao lado de uma marca de referência como a Rega. Nos modelos de entrada verifico que usam bases não suspensas relativamente simples e parecidas entre si. Ok, o motor e o seu controlo pode evoluir, o material do prato etc. mas onde os modelos estão mais estratificados é nos braços. O RB 250 só é usado pelo P2, o P3 já usa o RB 300 e o P5 com preços na casa dos 1000 euros já usa o RB 700.

Outra marca histórica é a Thorens. Basta ir ao Ebay e ver a quantidade de material à venda, algum ja bastante antigo mas que continua com procura. Nesta marca os modelos mais sofisticados usam uma base suspensa mas nos modelos mais acessiveis estão a usar uma filosofia semelhante à Rega. Só que os preços são bem mais altos. O TD 700 por exemplo custa mais de 1200 euros e pasme-se, usa o mesmo braço que um P2 que custa menos de 340 euros. O TD 350 custa mais de 3000 euros e tambem monta de série o braço RB 250 da Rega.

Portanto numa análise simplista diria que na Rega a evolução se faz mais pelo braço enquanto que na Thorens a evolução faz-se mais pela base.

Por fim verifico que ha muita oferta no que diz respeito a agulhas e cabeças mas que a maior parte das máquinas vem equipada de origem (quando vem) com modelos económicos.

As minhas opções neste momento são:

-Comprar um Rega novo, um P2 ou P3 no máximo
-Comprar um Pro-ject novo/usado mas de preferencia com tampa porque nos GD sem tampa os discos ganham muito pó
-Comprar um Thorens usado. Dentro desta hipotese gostava de um TD 160 / TD 166 ou dentro dessa série mas tenho algum receio de me meter em problemas
-Comprar um Systemdek no Ebay mas creio que é raro aparecerem. Pode ser que o amigo mn61 decida vender o dele

Se o pessoal quiser dar opiniões e debater estes assuntos seria porreiro
avatar
JCF
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 352
Data de inscrição : 06/05/2009
Pontos/Reputação : 431

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O mais importante num GD

Mensagem  mn61 em 4/10/2009, 20:30

Olá JCF

Julgo que já nos conhecemos pessoalmente, se não estou em erro aqui em minha casa...
Vejo que tambem tu foste "mordido" pelo bichinho do analogico
Eu tambem já tive um debut III e concordo contigo, para o que custa toca muito bem.

Quanto a vender o meu SistemdeK....
Para alem de ser um bom giradiscos, tem um valor para mim que vai para alem do valor monetario...
Deixa estar que não faltará aqui quem te dê umas dicas
avatar
mn61
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 3047
Idade : 57
Localização : Qta Conde/Sesimbra
Ocupação : Funcionário Autarquico
Interesses : Hi-Fi-Desporto
Data de inscrição : 28/05/2007
Pontos/Reputação : 2090

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O mais importante num GD

Mensagem  JCF em 4/10/2009, 20:40

Sim é verdade, acompanhei um amigo que foi a tua casa comprar um radio Denon

O António José da Silva tem-me aconselhado o Systemdek e acredito que seja muito bom. Só que é raro aparecerem e por vezes não os enviam para fora do Reino Unido.

Para já estou servido, já pensei em melhorar o meu colocando uma Ortofon 2m Blue (ou Denon 160) ou o prato em acrilico mas creio que seria dinheiro deitado à rua. A cabeça poderia ser aproveitada num outro GD.

Uma boa hipotese será o RPM 9 mas tem o defeito de nao ter tampa. No fim de um lado de um disco ja a agulha apanhou uma série de lixo atraido pela electricidade estática
avatar
JCF
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 352
Data de inscrição : 06/05/2009
Pontos/Reputação : 431

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O mais importante num GD

Mensagem  lore em 4/10/2009, 21:01

para mim o mais importante num gira discos e o disco la posto !
posso ouvir um bom disco num mau gira discos ,mas nao ouvirei um mau disco no melhor gira do mundo !
Boas musicas
Rui
avatar
lore
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 841
Idade : 42
Localização : lisboa
Ocupação : http://www.laso.pt/04solucoes/05galeria.php
Interesses : cabrios ,motos , muitos kw , tatoos, adrenalina
Data de inscrição : 26/10/2008
Pontos/Reputação : 1037

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O mais importante num GD

Mensagem  Convidad em 4/10/2009, 23:42

Olá JCF,

Veja bem, TUDO é importante num gira-discos, a base, o motor, o sistema de tração, o "casamento" entre braço e cápsula, a correta manutenção e regulagem do braço/cápsula, o correto manuseio, lavagem e armazenamento dos discos....

O que posso sugerir é ouvir, testar e decidir pela compra depois.

Espero ter ajudado.

Abraços
José Augusto

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O mais importante num GD

Mensagem  Convidad em 4/10/2009, 23:58

A questão do novo, do vintage, dos braços e das células, não é de todo linear nem simples. Tudo depende do conhecimento de cada um. Muitas das tuas analises que referistes no inicio, são deveras pertinentes.
Se poderes passar na casa no Manuel, (mn61) poderás ouvir um gira com uma célula que tocam muito bem, sem custarem os olhos da cara e que não é facilmente superado por dá cá aquela palha.
Acho que deverias começar por ouvir exemplos destes (e outros) para ficares com uma ideia.
A outra questão é a financeira. De nada valem grandes conselhos sobe pratos bons, se ultrapassam a tua zona de "dor"

Também não te podes esquecer do pré de phono que poderá fazer ou ajudar ao milagre.
A sugestão que te posso fazer (e convite) é que passes por estas bandas e que oiças alguns sistemas a tocar.

O convite está feito.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O mais importante num GD

Mensagem  MikeF em 5/10/2009, 00:15

Quando se quer evoluir a regra básica é evoluir primeiro no gira-discos "itself", depois no braço e depois na célula.

Uma célula de topo não é aproveitada por um braço que não seja bom, e um conjunto braço-célula de topo num mau gira-discos resultam pior geralmente que um braço decente com uma MM budget (p ex, uma AT95) num gira-discos óptimo.

Se calhar os Rega eram tão populares para inicio porque quando se queria evoluir o passo era comprar um gira-discos novo e aproveitar o braço/agulha montados no rega.

Quanto ao gira-discos em si, é fundamental um bom conjunto chumaceira-veio-(-subprato-)-prato, e depois talvez uma boa alimentação.
avatar
MikeF
Profissional
Profissional

Número de Mensagens : 236
Data de inscrição : 28/05/2007
Pontos/Reputação : 314

http://www.ZenAudio.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O mais importante num GD

Mensagem  A Pauca Sed Bona em 5/10/2009, 09:05

As "tampas" nos gira-discos não se destinam a proteger os discos do pó enquanto estão a tocar mas sim o gira-discos, quando não está em uso. A maioria dos gira-discos nem permitem a colocação das tampas enquanto tocam. Aos que permitem o pessoal costuma retirá-las enquanto estão a escutar música.

Experimentem ouvir com e sem a tampa colocada e constatem a diferença.

Porque é que se continua a martelar na teoria e não se passa à prática (ouvir), havendo tanta oportunidade para tal, é que me custa a compreender.

Mesmo nos gira-discos que não trazem tampa de série, a mesma pode ser adquirida como opção.

Um Abraço

João Gouveia


Última edição por A Pauca Sed Bona em 5/10/2009, 10:18, editado 1 vez(es)

_________________
PAUCA SED BONA,Lda Importador oficial exclusivo para Portugal, das marcas PURE SOUND, AVID HIFI e BENZ-MICRO. Reparação e restauro de gira-discos e colunas de som. Home Cinema, amplificação a válvulas e solid state.
www.paucasedbona.pt
Sala de Audições: Rua João das Regras Nº 5 GR6 2605-792 Casal de Cambra
Nota: a 5 minutos do Dolce Vita Tejo
Tlm:91 231 5200 contacto:João Gouveia
email: paucasedbona2004@gmail.com
avatar
A Pauca Sed Bona
Profissional
Profissional

Número de Mensagens : 658
Localização : Casal da Cambra: a 5 min do Dolce Vita Tejo ou: Saír da CREL no nó de Belas
Data de inscrição : 24/07/2007
Pontos/Reputação : 287

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O mais importante num GD

Mensagem  vrtavares em 5/10/2009, 09:58

Olá JCF,

Como sabes eu de GD não percebo nada, mas posso-te dizer que gostei muito de ouvir o RPM 9. Podes numa primeira fase (caso o orçamento seja curto) colocar uma Ortofon 2M Blue, e mais tarde uma Black.

O pré-phono que tens serve perfeitamente, mas como é óbvio existe espaço para melhorar. Um Pure Sound P10 ou um Trichord Dino podem ser excelentes opções. É ouvir!

O RPM 9 tem tampa que pode ser adquirida como extra.
avatar
vrtavares
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 534
Idade : 49
Data de inscrição : 27/12/2008
Pontos/Reputação : 156

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O mais importante num GD

Mensagem  Mango em 5/10/2009, 10:18

Eu há uns tempos vi-me na mesma situação que tu...para quem perceba do assunto, a oferta é realmente muita...basta ir ao Ebay, como disseste, e modelos da Thorens não faltam.Quem diz Thorens diz outras marcas...Gyrodecs vendidos a 650 ou 700 libras,para dar só um exemplo.Mas isso é para quem percebe minimamente disto e sabe afinar um gira de olhos fechados.Quem quer apenas tirar algum prazer do vinil e não se está para chatear com grandes afinações e afins escolhe um desses pratos mais modernos como o TD700 como referiste...e foi assim que acabei por comprar o meu Thorens com 7 meses de uso, que trazia uma 2M Blue, por menos de metade do preço.
Por agora tem sido mais do que suficiente...há medida que for ouvindo outras coisas e conhecendo algum pessoal mais experiente talvez a coisa mude de figura.Até lá estou muito bem assim.
Pessoalmente,e agora um aparte, sou daqueles que não acredita na superioridade do vinil em relação ao PCM dos CD's...sempre existiram boas e más gravações nos dois lados e isso sim tem um grande peso no final.

Just my 2 cents.

Mango
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 540
Idade : 45
Localização : Lisboa
Data de inscrição : 23/08/2009
Pontos/Reputação : 716

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O mais importante num GD

Mensagem  Convidad em 5/10/2009, 10:24


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O mais importante num GD

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum