Que coisa estranha.

Ir em baixo

Que coisa estranha.

Mensagem  Convidad em 6/9/2009, 11:09

Neste gira-discos, o braço é fixo e o que anda é o prato. Há muito poucos. (talvez ainda bem?) O funcionamento é do tipo tangencial só que o braço não mexe.

http://cgi.ebay.de/Glas-Plattenspieler-Einzelstueck_W0QQitemZ190333207324QQcmdZViewItemQQptZPlattenspieler?hash=item2c50be431c&_trksid=p3286.c0.m14

São várias as fotos e se carregarem elas aumentam.

Abraço

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Que coisa estranha.

Mensagem  Convidad em 6/9/2009, 11:50

esse é o TRANCRIPTOR TRANCRIBER do qual já tinha falado aqui á tempos.
podes vê-lo aqui em funcionamento


Última edição por milton em 6/9/2009, 12:13, editado 1 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Que coisa estranha.

Mensagem  Convidad em 6/9/2009, 12:11

a Transcriptor já hesiste desde 1960 a produzir máquinas de uma beleza estonteante e superlativamente avançados no tempo.
os seus giradiscos aparecem em filmes como a Laranja Mecanica e 2001 Odisseia no Espaço.
aqui está o modelo de 1964,o Trancriptor Hidraulic Reference
[img]http://www.audiopt.net/[/img]
hoje são peças de coleção para audiófilos conhecedores e de quando em vez lá aparece um no ebay

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Que coisa estranha.

Mensagem  Convidad em 6/9/2009, 12:50

Conheço bem a história, mas desconhecia este apesar de ter as minhas suspeitas.
Ficas a saber que poderás vir a ser dono deste e ficas a ser um dos 2000 donos. (se ainda nenhum foi para o lixo) :damn:

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Que coisa estranha.

Mensagem  Paulo André em 6/9/2009, 12:58

António José da Silva escreveu:Conheço bem a história, mas desconhecia este apesar de ter as minhas suspeitas.
Ficas a saber que poderás vir a ser dono deste e ficas a ser um dos 2000 donos. (se ainda nenhum foi para o lixo) :damn:

Estou curioso por saber até onde isso vai €€€ !!!!!!!!

_________________
Cumprimentos
Paulo André

Sistema
LCD Samsung LE37S62B + WD TV Live Hub + PS3
Fonte analógica: Thorens TD160MKII + Rega Bias + Norbert c/ regulação RIAA
Fontes digitais: Pioneer PD-S703 + Sony ST-SA3ES + Sony MDS-JB930QS
Amplificador: Classic 16.0 / Antique Sound Lab MG-PPSL6 + Antique Sound Lab AQ-2004
Colunas: Davis Acoustics Stentaure LE + Straightwire Waveguide 8
Filtro de Sector DIY
Sennheiser HD205
avatar
Paulo André
Equipa Audiopt - Admin.
Equipa Audiopt - Admin.

Número de Mensagens : 5965
Idade : 45
Localização : Barreiro
Ocupação : Ferroviário
Interesses : Audio DIY
Data de inscrição : 19/12/2007
Pontos/Reputação : 3208

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Que coisa estranha.

Mensagem  Convidad em 6/9/2009, 12:58

Este também tem uma certa graça.

http://picasaweb.google.com/stephane.sysadmin/Tt#5331664972565545682

Vejam as fotos todas.

https://www.youtube.com/watch?v=aK0UJ0FGLJ4

Vejam-no em funcionamento. Very Happy

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Que coisa estranha.

Mensagem  jdickson em 6/9/2009, 14:41

milton escreveu:a Transcriptor já hesiste desde 1960 a produzir máquinas de uma beleza estonteante e superlativamente avançados no tempo.
os seus giradiscos aparecem em filmes como a Laranja Mecanica e 2001 Odisseia no Espaço.
aqui está o modelo de 1964,o Trancriptor Hidraulic Reference
[img]http://www.audiopt.net/[/img]
hoje são peças de coleção para audiófilos conhecedores e de quando em vez lá aparece um no ebay

Penso que o prato que aparece na Laranja Mecânica é um Michell..

jdickson
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 185
Idade : 54
Localização : Lisboa
Ocupação : mèdico
Interesses : os habituais
Data de inscrição : 28/07/2009
Pontos/Reputação : 328

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Que coisa estranha.

Mensagem  jdickson em 6/9/2009, 14:42

Paulo André escreveu:
António José da Silva escreveu:Conheço bem a história, mas desconhecia este apesar de ter as minhas suspeitas.
Ficas a saber que poderás vir a ser dono deste e ficas a ser um dos 2000 donos. (se ainda nenhum foi para o lixo) :damn:

Estou curioso por saber até onde isso vai €€€ !!!!!!!!

Aposto que ficará à volta de 500-750 euros...

jdickson
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 185
Idade : 54
Localização : Lisboa
Ocupação : mèdico
Interesses : os habituais
Data de inscrição : 28/07/2009
Pontos/Reputação : 328

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Que coisa estranha.

Mensagem  Convidad em 6/9/2009, 21:43

jdickson escreveu:
milton escreveu:a Transcriptor já hesiste desde 1960 a produzir máquinas de uma beleza estonteante e superlativamente avançados no tempo.
os seus giradiscos aparecem em filmes como a Laranja Mecanica e 2001 Odisseia no Espaço.
aqui está o modelo de 1964,o Trancriptor Hidraulic Reference
[img]http://www.audiopt.net/[/img]
hoje são peças de coleção para audiófilos conhecedores e de quando em vez lá aparece um no ebay

Penso que o prato que aparece na Laranja Mecânica é um Michell..

jdickson escreveu:
Paulo André escreveu:
António José da Silva escreveu:Conheço bem a história, mas desconhecia este apesar de ter as minhas suspeitas.
Ficas a saber que poderás vir a ser dono deste e ficas a ser um dos 2000 donos. (se ainda nenhum foi para o lixo) :damn:

Estou curioso por saber até onde isso vai €€€ !!!!!!!!

Aposto que ficará à volta de 500-750 euros...
os Trancriptor eram feitos por vários engºs contratados incluindo J.A.Michell que mais tarde fabricou outros com o próprio nome.
http://www.transcriptors.net/history.htm

aqui está um á venda
http://cgi.ebay.co.uk/Michell-Transcriptor-Reference-Gold-Lining-Stax-UA-7_W0QQitemZ120464693726QQcmdZViewItemQQptZUK_AudioTVElectronics_HomeAudioHiFi_Turntables?hash=item1c0c4159de&_trksid=p3286.c0.m14

e aqui um que foi vendido
http://www.audioenz.co.nz/forums/showthread.php?t=2089

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Que coisa estranha.

Mensagem  Convidad em 8/9/2009, 14:31

Faz-me lembrar uma tentativa de originalidade que eu e um colega meu de curso concebemos.
Era um gira discos em que o braço é que andava às voltas. Foi uma experiência gira mas não tivemos apoios para passar da primeira tentativa que tocava e tudo.
Penso que era uma solução que simplificava alguns problemas já que a massa em rotação é muito reduzida. Claro que levantava outros problemas.
No sentido de eliminar o atrito no "braço radial telescópico" até aplicámos uma almofada de ar comprimido (hoje utilizada em braços tangenciais).
O protótipo ficou em casa desse meu colega do qual perdi o contacto (ele era da Madeira e para lá voltou), mas é claro que recordo todo o projecto.
Tem sido uma ideia remanescente um dia refazer esta tentativa à luz das possibilidades actuais, mas o tempo ...

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Que coisa estranha.

Mensagem  Convidad em 8/9/2009, 14:33

hathor escreveu:Faz-me lembrar uma tentativa de originalidade que eu e um colega meu de curso concebemos.
Era um gira discos em que o braço é que andava às voltas. Foi uma experiência gira mas não tivemos apoios para passar da primeira tentativa que tocava e tudo.
Penso que era uma solução que simplificava alguns problemas já que a massa em rotação é muito reduzida. Claro que levantava outros problemas.
No sentido de eliminar o atrito no "braço radial telescópico" até aplicámos uma almofada de ar comprimido (hoje utilizada em braços tangenciais).
O protótipo ficou em casa desse meu colega do qual perdi o contacto (ele era da Madeira e para lá voltou), mas é claro que recordo todo o projecto.
Tem sido uma ideia remanescente um dia refazer esta tentativa à luz das possibilidades actuais, mas o tempo ...

Seria interessante e decerto que gostaria de ver isso em acção .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Que coisa estranha.

Mensagem  Convidad em 8/9/2009, 14:48

nós tambem gostavamos de ver isso...
[img]http://www.audiopt.net/[/img]

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Que coisa estranha.

Mensagem  Convidad em 8/9/2009, 14:53

Depois de eu ter lançado este tópico, ( http://www.audiopt.net/analogico-f17/projecto-do-forum-aaa-t6825.htm ) a malta ficou inspirada e lançou este. ( http://www.audiopt.net/analogico-f17/projecto-gd-audiopt-t6835.htm )

Quem sabe, não poderá dar uma valiosa ajuda.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Que coisa estranha.

Mensagem  Convidad em 8/9/2009, 15:11

Uma imagem seria mais elucidativa que mil palavras ...
Tenho facilidade de desenhar em CAD mas não sei como colocaria aqui.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Que coisa estranha.

Mensagem  Convidad em 8/9/2009, 15:18

hathor escreveu:Uma imagem seria mais elucidativa que mil palavras ...
Tenho facilidade de desenhar em CAD mas não sei como colocaria aqui.

Se for mais fácil, pode mandar-me o ficheiro por mail e eu coloco-o no fórum.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Que coisa estranha.

Mensagem  Convidad em 8/9/2009, 15:34

O protótipo que refiro foi feito para EP's pelo facto do buraco do disco permitir um tubo de maior diâmetro que nos foi mais fácil de realizar.

Na altura utilizámos um prato de gira discos com umas pequenas garras que imobilizavam o disco.

O braço rotativo era composto por um tubo que tinha uma parte vertical que atravessava o prato e passava pelo buraco do disco dobrando a seguir por forma a ficar horizontal, paralelo ao disco. Este tubo era fechado na extremidade e era todo perfurado em toda a superfície. O acabamento era polido, alto brilho.

Um outro tubo onde se fixava a "shell", constituía uma manga ao tubo anterior, com um O-ring de vedação no lado exterior para que o ar comprimido que garantia o deslizamento entre os dois tubos, compensasse também a força centrífuga do conjunto em rotação. Este tubo exterior era em alumínio (menos massa), enquanto o primeiro era em aço muito polido (msmo assim tinha que ter uma camada de óleo para garantir o deslizamento do O-ring).

Na extremidade do tubo, abaixo do prato, havia a ligação ao ar comprimido e um anel de contactos onde se obtinha o sinal da célula.

Enfim, está mais ou menos descrito. Tocou, ficaram, no entanto muitas questões a resolver num segundo protótipo que nunca existiu. Entretanto apareceu o CD e a necessidade de novos equipamentos na área do vinyl parecia, à época, completamente inútil.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Que coisa estranha.

Mensagem  Convidad em 8/9/2009, 15:37

hathor escreveu:O protótipo que refiro foi feito para EP's pelo facto do buraco do disco permitir um tubo de maior diâmetro que nos foi mais fácil de realizar.

Na altura utilizámos um prato de gira discos com umas pequenas garras que imobilizavam o disco.

O braço rotativo era composto por um tubo que tinha uma parte vertical que atravessava o prato e passava pelo buraco do disco dobrando a seguir por forma a ficar horizontal, paralelo ao disco. Este tubo era fechado na extremidade e era todo perfurado em toda a superfície. O acabamento era polido, alto brilho.

Um outro tubo onde se fixava a "shell", constituía uma manga ao tubo anterior, com um O-ring de vedação no lado exterior para que o ar comprimido que garantia o deslizamento entre os dois tubos, compensasse também a força centrífuga do conjunto em rotação. Este tubo exterior era em alumínio (menos massa), enquanto o primeiro era em aço muito polido (msmo assim tinha que ter uma camada de óleo para garantir o deslizamento do O-ring).

Na extremidade do tubo, abaixo do prato, havia a ligação ao ar comprimido e um anel de contactos onde se obtinha o sinal da célula.

Enfim, está mais ou menos descrito. Tocou, ficaram, no entanto muitas questões a resolver num segundo protótipo que nunca existiu. Entretanto apareceu o CD e a necessidade de novos equipamentos na área do vinyl parecia, à época, completamente inútil.

Só falta a foto.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Que coisa estranha.

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum