células MM versus CD: que raio de comparação?!

Página 1 de 5 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ir em baixo

células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  jdickson em 26/8/2009, 13:12

Caros foristas:

Tenho lido alguns posts em que são feitas avaliações de fontes analógicas (vulgo giradiscos) em que a célula utilizada é do tipo MM (a última que li foi do Pbarata) e os comentários que regra geral posso ler, são no sentido de um som mais musical, por comparação com o CD. De resto, o tom é sempre elogioso e parece concluir-se que o som do GD não fica a perder, pelo menos em termos gerais, por comparação com o CD.
Bem, apetece-me ser polémico Twisted Evil .
De todas as vezes que eu pude comparar uma célula MM com uma MC (de entrada, não "estratosférica"), como por exemplo uma Rega Elys vs uma Goldring Eroica Lx (já há alguns anos, confesso), a MC CILINDROU a MM, no que diz respeito a detalhe, resolução, espacialidade, focagem, you name it! O som através da MM soava de facto mais "musical", apenas porque era equilibrado e suave, mas era claramente mais opaco, sendo esta a palavra que melhor define a diferença encontrada.
Ora eu fico espantado quando, com sistemas que têm por base um Rega 3 (eu tive um muitos anos, sei do que falo), com o excelente RB300 (também tive um) e com uma célula MM, são feitos elogios do teor que têm sido publicados, sobretudo porque vêm (tal como no caso do Pbarata) de possuidores de fontes digitais de alto gabarito, que podem ser utilizadas como comparação!
Eu, por exemplo, as diferenças que encontro quando comparo o Michell Gyrodec com fonte alimentação externa+ braço Origin Live Encounter + Grado Reference Master (atenção: não é uma MC, nem uma MM, é uma MI-Moving Iron, com características de ganho de MM, mas com características sonoras de uma MC), fonte analógica clarissimamente superior às que têm por base um Rega+RB300 +MM, seja ela qual for, são subtis e, por vezes e dependendo da gravação, com vantagem para a fonte digital.
Como justificar então tamanhas prestações com fontes analógicas que utilizam células MM? Isto vai completamente contra a minha experiência e, porque não dizê-lo, do bom senso.
Interpretem este post como uma fonte de sadia discussão, por favor, caso aceitem este repto.
Cumprimentos a todos cheers

jdickson
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 185
Idade : 54
Localização : Lisboa
Ocupação : mèdico
Interesses : os habituais
Data de inscrição : 28/07/2009
Pontos/Reputação : 328

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  td124 em 26/8/2009, 13:27

Olà,

um começo de resposta aqui_http://www.audiopt.net/analogico-f17/ortofon-2m-black-t5869.htm

O topico seria mais logico de ser postado no analogico nao Question

Atè+
avatar
td124
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 585
Localização : França
Ocupação : Audio designer
Interesses : Tudo o que desperta a alma...
Data de inscrição : 14/02/2009
Pontos/Reputação : 875

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  Paulo André em 26/8/2009, 13:30

Tópico movido para o Analógico

_________________
Cumprimentos
Paulo André

Sistema
LCD Samsung LE37S62B + WD TV Live Hub + PS3
Fonte analógica: Thorens TD160MKII + Rega Bias + Norbert c/ regulação RIAA
Fontes digitais: Pioneer PD-S703 + Sony ST-SA3ES + Sony MDS-JB930QS
Amplificador: Classic 16.0 / Antique Sound Lab MG-PPSL6 + Antique Sound Lab AQ-2004
Colunas: Davis Acoustics Stentaure LE + Straightwire Waveguide 8
Filtro de Sector DIY
Sennheiser HD205
avatar
Paulo André
Equipa Audiopt - Admin.
Equipa Audiopt - Admin.

Número de Mensagens : 5965
Idade : 45
Localização : Barreiro
Ocupação : Ferroviário
Interesses : Audio DIY
Data de inscrição : 19/12/2007
Pontos/Reputação : 3208

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  Convidad em 26/8/2009, 18:30

Apesar de gostar mais das MC's, posso dizer que já ouvi sistemas MM a tocar muito bem. O ultimo caso em que isto foi patente, foi na casa do amigo Orion. E posso dizer que o Rega P5 com a Goldring está a tocar bem melhor que o leitor de cd's que já é de um nível muito bom.

O repto foi aceite. Laughing

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  pbarata em 26/8/2009, 19:15

jdickson escreveu:Caros foristas:
(...)
Ora eu fico espantado quando, com sistemas que têm por base um Rega 3 (eu tive um muitos anos, sei do que falo), com o excelente RB300 (também tive um) e com uma célula MM, são feitos elogios do teor que têm sido publicados, sobretudo porque vêm (tal como no caso do Pbarata) de possuidores de fontes digitais de alto gabarito, que podem ser utilizadas como comparação!(...)
A minha fonte analógica começou por ser um gira-discos, de modo que tenho esse registo muito impregnado no meu subconsciente. Quanto voltei ao GD, depois de ter estabilizado na fonte digital de CD, re-encontrei aquele tipo de som que, apesar das limitações enumeradas, me soa mais natural, sendo inegável que em termos de palco sonoro, se calhar devido a maior diafonia ente canais, o GD apresenta-o de um modo mais tridimensional, transmitindo por isso uma melhor sensação de presença dos intervenientes na execução da obra musical. A comparação entre células MM e MC não a fiz no meu sistema, mas do que ouvi noutros sistemas, soaram-me muito subtis, pelo menos na gama de preços na ordem dos 200€.

Resumindo, talvez por saudosismo, a verdade é que o sinal de audio que emana do GD soa como um fluxo contínuo de informação, portanto mais natural, menos artificial (no sentido em que a amostra é contínua), portanto no global mais "musical", quando comparado com o CD.

É claro, posso estar a cometer o erro de estar a comparar um LP com a versão em CD, sendo os últimos comprados no frenezim do evento do CD, para substituir na altura os equivalentes LP, de modo que algumas dessas gravações nunca me soarem realmente bem em leitores de CD. Nem na altura, quando a fonte era um Tecnhics com o famoso conversor MASH 1 Bit-D/A-Converter, nem agora com o Krell KAV-280CD. scratch

O Teorema de Nyquist diz-nos qual a frequência de amostragem um sinal analógico para que possa posteriormente ser reconstituído com o mínimo de perda de informação. Portanto, mesmo em formatos de elevada resolução como o SACD e o DVD-Audio a verdade é que a reconstrução é sempre efectuada com alguma perda do sinal analógico, no sentido em que antes e depois da conversão, os sinais não são iguais.


avatar
pbarata
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 1113
Idade : 51
Localização : Lisboa
Interesses : Jazz & Clássica
Data de inscrição : 08/06/2007
Pontos/Reputação : 450

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  jdickson em 26/8/2009, 20:53

pbarata escreveu:
jdickson escreveu:Caros foristas:
(...)
Ora eu fico espantado quando, com sistemas que têm por base um Rega 3 (eu tive um muitos anos, sei do que falo), com o excelente RB300 (também tive um) e com uma célula MM, são feitos elogios do teor que têm sido publicados, sobretudo porque vêm (tal como no caso do Pbarata) de possuidores de fontes digitais de alto gabarito, que podem ser utilizadas como comparação!(...)
A minha fonte analógica começou por ser um gira-discos, de modo que tenho esse registo muito impregnado no meu subconsciente. Quanto voltei ao GD, depois de ter estabilizado na fonte digital de CD, re-encontrei aquele tipo de som que, apesar das limitações enumeradas, me soa mais natural, sendo inegável que em termos de palco sonoro, se calhar devido a maior diafonia ente canais, o GD apresenta-o de um modo mais tridimensional, transmitindo por isso uma melhor sensação de presença dos intervenientes na execução da obra musical. A comparação entre células MM e MC não a fiz no meu sistema, mas do que ouvi noutros sistemas, soaram-me muito subtis, pelo menos na gama de preços na ordem dos 200€.

Resumindo, talvez por saudosismo, a verdade é que o sinal de audio que emana do GD soa como um fluxo contínuo de informação, portanto mais natural, menos artificial (no sentido em que a amostra é contínua), portanto no global mais "musical", quando comparado com o CD.

É claro, posso estar a cometer o erro de estar a comparar um LP com a versão em CD, sendo os últimos comprados no frenezim do evento do CD, para substituir na altura os equivalentes LP, de modo que algumas dessas gravações nunca me soarem realmente bem em leitores de CD. Nem na altura, quando a fonte era um Tecnhics com o famoso conversor MASH 1 Bit-D/A-Converter, nem agora com o Krell KAV-280CD. scratch

O Teorema de Nyquist diz-nos qual a frequência de amostragem um sinal analógico para que possa posteriormente ser reconstituído com o mínimo de perda de informação. Portanto, mesmo em formatos de elevada resolução como o SACD e o DVD-Audio a verdade é que a reconstrução é sempre efectuada com alguma perda do sinal analógico, no sentido em que antes e depois da conversão, os sinais não são iguais.



Caro Pbarata:

Eu revejo-me no teu percurso, o meu foi muito parecido. Eu comecei com um prato Tecnhics (mentira! Comecei com um daqueles automáticos vendidos pelas seleções do Readers Digest, que davam para empilhar vários discos, á espera do próximo a cair, mas passo apropriadamente por cima deste facto, equivalente àquelas fotografias embaraçosas da adolescência ... Laughing ), depois adquiri um Rega 3 (muitos e bons anos!) e mais tarde passei para o "lado escuro da Força", o CD, onde estive durante alguns anos. A certa altura, deixei de ouvir vinyl porque, cá está, o meu Rega, apesar de ter uma célula MC muito razoável, ficava claramente para trás por comparação com o meu Marantz CD10 primeiro e o meu actual Shanling SCT200.
Muito recentemente comprei um Michell (e etc, não vale a pena repetir o que escrevi no meu tópico do sistema pessoal) e os Lps voltaram a ter outro fulgor.
Portanto, eu não estou a questionar minimamente os méritos do vinyl sobre o CD, reconheço-os bem e concordo com aquilo que são as suas vantagens (e também com as desvantagens...).
Inclusivé, também concordo em absoluto com os cuidados que se devem ter antes de tirar conclusões sobre formatos, quando é a qualidade das gravações, edições, etc, que constituem em muitos casos, a variável principal.
O que eu estou a dizer (ou a questionar) é que me espanta Shocked que os méritos do vinyl em relação ao digital surjam com tanta clareza quando se está a comparar um (relativamente) modesto arsenal analógico, onde pontifica, na maior parte dos casos que li, a célula MM, versus leitores de CD de (teóricamente) um nível superior. Não é "lógico" e, sobretudo, não é, de todo, a minha experiência.
Razões possíveis?
1-os GD e as células MM evoluiram muitíssimo nos últimos anos...(certo, mas não evoluiram tanto como o digital, logo, neste aspecto não há vantagem)
2-Os leitores de CD utilizados estão numa divisão inferior aos GD comparados...(não me parece...)
3-Os sistemas de som utilizados são pouco descriminativos...(também não me parece e, mesmo que assim fosse, os resultados sairiam nivelados por baixo, mas nivelados)
4-O "pessoal" quer,à viva força, por uma questão de moda, ouvir melhorias de som no analógico versus digital...(Hmmm.... What a Face bem, talvez se esteja a confundir a tal "musicalidade" com qualidade de som? Não me esqueço que, quando há cerca de 20 anos decidi comprar a Goldring Eroica-MC em detrimento da Rega-MM, o Jorge Alves estava presente e dizia que a Rega era "mais musical", mas o que eu ouvia era uma diferença abissal e instântanea na qualidade de detalhe, informação, espacialidade, etc, entre ambas as células, a favor da MC...).

Neste momento, em minha casa, a diferença entre digital e analógico é caso-a-caso, ou seja, nuns casos ganha o primeiro, noutros ganha o segundo, mas o sistema analógico é, teóricamente, superior em termos de qualidade de componentes, não se trata de um GD de entrada, com um braço razoável e uma célula de entrada... Rolling Eyes

Cumprimentos

jdickson
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 185
Idade : 54
Localização : Lisboa
Ocupação : mèdico
Interesses : os habituais
Data de inscrição : 28/07/2009
Pontos/Reputação : 328

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  td124 em 26/8/2009, 20:55

jdickson escreveu:Caros foristas:
...
Eu, por exemplo, as diferenças que encontro quando comparo o Michell Gyrodec com fonte alimentação externa+ braço Origin Live Encounter + Grado Reference Master (atenção: não é uma MC, nem uma MM, é uma MI-Moving Iron, com características de ganho de MM, mas com características sonoras de uma MC), fonte analógica clarissimamente superior às que têm por base um Rega+RB300 +MM, seja ela qual for, são subtis e, por vezes e dependendo da gravação, com vantagem para a fonte digital.
Como justificar então tamanhas prestações com fontes analógicas que utilizam células MM? Isto vai completamente contra a minha experiência e, porque não dizê-lo, do bom senso.
...
Cumprimentos a todos cheers

Olà,

Tenho um grande leitor de CD's, que é um Audioaéro Capitole Référence SE !!! Quando o comparo com um gira discos AVID Diva II com braço SME 309 com uma modesta MM Shure M97xe (por exemplo), apesar de três vezes mais barato o GD soa melhor na maioria dos parametros de analise e é mais musical sem alguma duvida (analise partajada pela esposa e filhos que nao sao audiofilos mas mélomanos). E portanto nao meto em causa o bom-senso, é isto o bom-senso... cheers

Até+
avatar
td124
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 585
Localização : França
Ocupação : Audio designer
Interesses : Tudo o que desperta a alma...
Data de inscrição : 14/02/2009
Pontos/Reputação : 875

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  jdickson em 26/8/2009, 21:13

td124 escreveu:
jdickson escreveu:Caros foristas:
...
Eu, por exemplo, as diferenças que encontro quando comparo o Michell Gyrodec com fonte alimentação externa+ braço Origin Live Encounter + Grado Reference Master (atenção: não é uma MC, nem uma MM, é uma MI-Moving Iron, com características de ganho de MM, mas com características sonoras de uma MC), fonte analógica clarissimamente superior às que têm por base um Rega+RB300 +MM, seja ela qual for, são subtis e, por vezes e dependendo da gravação, com vantagem para a fonte digital.
Como justificar então tamanhas prestações com fontes analógicas que utilizam células MM? Isto vai completamente contra a minha experiência e, porque não dizê-lo, do bom senso.
...
Cumprimentos a todos cheers

Olà,

Tenho um grande leitor de CD's, que é um Audioaéro Capitole Référence SE !!! Quando o comparo com um gira discos AVID Diva II com braço SME 309 com uma modesta MM Shure M97xe (por exemplo), apesar de três vezes mais barato o GD soa melhor na maioria dos parametros de analise e é mais musical sem alguma duvida (analise partajada pela esposa e filhos que nao sao audiofilos mas mélomanos). E portanto nao meto em causa o bom-senso, é isto o bom-senso... cheers

Até+

Bem, não confundamos "senso comum", com "bom senso"...mas concordo que o juiz final é o ouvido e não as considerações teóricas. Acontece que a tua conclusão (sendo semelhante à de tantos outros foristas, razão pela qual lancei o post), não é, de todo, parecida com a minha, quer a de antigamente, quer a actual. Provavelmente tenho de ouvir mais...

Um abraço cheers

jdickson
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 185
Idade : 54
Localização : Lisboa
Ocupação : mèdico
Interesses : os habituais
Data de inscrição : 28/07/2009
Pontos/Reputação : 328

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  td124 em 26/8/2009, 21:29

jdickson escreveu:
td124 escreveu:
jdickson escreveu:Caros foristas:...
Cumprimentos a todos cheers

Olà,

...

Até+

Bem, não confundamos "senso comum", com "bom senso"...mas concordo que o juiz final é o ouvido e não as considerações teóricas. Acontece que a tua conclusão (sendo semelhante à de tantos outros foristas, razão pela qual lancei o post), não é, de todo, parecida com a minha, quer a de antigamente, quer a actual. Provavelmente tenho de ouvir mais...

Um abraço cheers

Uma experiência audiofila é sempre um caso isolado, pessoal e nao transmissivel...

So uma escuta de grupo, em condiçoes controladas e podendo ser repetidas, feita por pessoas formadas à escuta analitica, pode ser tomado como uma experiência dando resultados concretos...

Isto nao nos deve impedir de continuar a trocar ideias impressoes e sensaçoes, razao de ser de um forum, e continuar a trabalhar afim de atingir a universalidade, que é o espaço da alta-fidelidade aonde as nossas diferentes sensibilidades se fundem...

Até+
avatar
td124
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 585
Localização : França
Ocupação : Audio designer
Interesses : Tudo o que desperta a alma...
Data de inscrição : 14/02/2009
Pontos/Reputação : 875

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  joevalve em 26/8/2009, 22:48

td124 escreveu:Tenho um grande leitor de CD's, que é um Audioaéro Capitole Référence SE !!! Quando o comparo com um gira discos AVID Diva II com braço SME 309 com uma modesta MM Shure M97xe (por exemplo), apesar de três vezes mais barato o GD soa melhor na maioria dos parametros de analise e é mais musical sem alguma duvida
Até+

eras capaz de nos quantificar o preço de cada um dos equipamentos de que falas ?
é que tenho ideia que os cd da audioaero são muito caros.

obrigado

jose mario

joevalve
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 1168
Localização : porto
Ocupação : as válvulas estão de regresso - há vida para além do hi-fi
Interesses : música de carácter politico
Data de inscrição : 29/05/2007
Pontos/Reputação : 1338

https://sites.google.com/site/joevalve/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  td124 em 27/8/2009, 08:36

vinilsuporter escreveu:
td124 escreveu:Tenho um grande leitor de CD's, que é um Audioaéro Capitole Référence SE !!! Quando o comparo com um gira discos AVID Diva II com braço SME 309 com uma modesta MM Shure M97xe (por exemplo), apesar de três vezes mais barato o GD soa melhor na maioria dos parametros de analise e é mais musical sem alguma duvida
Até+

eras capaz de nos quantificar o preço de cada um dos equipamentos de que falas ?
é que tenho ideia que os cd da audioaero são muito caros.

obrigado

jose mario

O leitor de CD que falo custa aqui em França 8500 € e o GD na composiçao em que falei (equipamento) anda à volta dos 3000€. Sim os Audioaéro sao caros (6000€ a entrada de gama) mas para mim (e nao so) sao os mais analogicos e musicais dos lê-ficheiros... :damn:

Até+
avatar
td124
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 585
Localização : França
Ocupação : Audio designer
Interesses : Tudo o que desperta a alma...
Data de inscrição : 14/02/2009
Pontos/Reputação : 875

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  Convidad em 27/8/2009, 08:46

td124 escreveu: sao os mais analogicos e musicais dos lê-ficheiros... :damn:

Até+

lol! lol!

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  td124 em 27/8/2009, 14:21

António José da Silva escreveu:
td124 escreveu: sao os mais analogicos e musicais dos lê-ficheiros... :damn:

Até+

lol! lol!

Vivi uma historia interessante e que diz respeito a este topico com esse leitor à dois anos atràs. Um cliente que tornou-se amigo tinha-me comprado um par de ProaC D38, um prévio CT5 e um amplificador LP70s da Conrad Johnson mais esse leitor Audioaéro. Um dia quiz vir ao meu clube audiofilo e nessa reuniao escutà-mos o GD Funk vector com uma modesta célula MM da Sumiko, a Pearl. No fim da reuniao estàva-mos a tomar o aperitivo ele vém me ver com mà cara e diz-me:

-TD124 eu tinha confiança em ti, tu desiludiste-me e estou contrariado e triste...
-Sem compreender a reaçao, eu digo-lhe - mas o que é que te fiz ???
-Vendeste-me um leitor de CD a mais de 7000€, ora que com 1500€ podia ter tido uma Funk e estaria no céu com a escuta do meu sistéma... Evil or Very Mad

E um belo exemplo de tudo o que falamos... Nao se inquietem pelo resto, é sempre uma pessoa amiga e quando vou tomar o aperitivo com ele, hoje tenho a escolha entre o Audioaéro e um Roksan Xerxes perfeitamente equipado à escuta, e é sempre um prazer de nos ver-mos...

Eu continuo a ser uma personagem simpatica, nao é Antonio ? Mas esta historia é a meditar... confused

Até+ Basketball
avatar
td124
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 585
Localização : França
Ocupação : Audio designer
Interesses : Tudo o que desperta a alma...
Data de inscrição : 14/02/2009
Pontos/Reputação : 875

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  Convidad em 27/8/2009, 14:26

Da próxima que cá vieres, vais ouvir o sistema do Luís com uma MM da Goldring ligada a um híbrido da Bellari. Aquilo toca de fazer corar leitores bem caros.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  td124 em 27/8/2009, 14:34

António José da Silva escreveu:Da próxima que cá vieres, vais ouvir o sistema do Luís com uma MM da Goldring ligada a um híbrido da Bellari. Aquilo toca de fazer corar leitores bem caros.

O teu link nao vale nada confused confused confused confused confused , mas ao prazer de rever-te Cool Very Happy

Até+
avatar
td124
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 585
Localização : França
Ocupação : Audio designer
Interesses : Tudo o que desperta a alma...
Data de inscrição : 14/02/2009
Pontos/Reputação : 875

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  td124 em 27/8/2009, 14:38

[quote="td124"]
António José da Silva escreveu:Da próxima que cá vieres, vais ouvir o sistema do Luís com uma MM da Goldring ligada a um híbrido da Bellari. Aquilo toca de fazer corar leitores bem caros.

O teu link nao vale nada confused confused confused confused confused , mas ao prazer de rever-te Cool Very Happy

Até+

Eu tenho uma Goldring MM (mas modificada pelo Yamamoto) Embarassed

Nao tens nada a dizer sobre o sistema ONKEN ???, ou andas a chorar Crying or Very sad Very Happy
avatar
td124
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 585
Localização : França
Ocupação : Audio designer
Interesses : Tudo o que desperta a alma...
Data de inscrição : 14/02/2009
Pontos/Reputação : 875

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  jdickson em 27/8/2009, 14:47

td124 escreveu:
António José da Silva escreveu:
td124 escreveu: sao os mais analogicos e musicais dos lê-ficheiros... :damn:

Até+

lol! lol!

Vivi uma historia interessante e que diz respeito a este topico com esse leitor à dois anos atràs. Um cliente que tornou-se amigo tinha-me comprado um par de ProaC D38, um prévio CT5 e um amplificador LP70s da Conrad Johnson mais esse leitor Audioaéro. Um dia quiz vir ao meu clube audiofilo e nessa reuniao escutà-mos o GD Funk vector com uma modesta célula MM da Sumiko, a Pearl. No fim da reuniao estàva-mos a tomar o aperitivo ele vém me ver com mà cara e diz-me:

-TD124 eu tinha confiança em ti, tu desiludiste-me e estou contrariado e triste...
-Sem compreender a reaçao, eu digo-lhe - mas o que é que te fiz ???
-Vendeste-me um leitor de CD a mais de 7000€, ora que com 1500€ podia ter tido uma Funk e estaria no céu com a escuta do meu sistéma... Evil or Very Mad

E um belo exemplo de tudo o que falamos... Nao se inquietem pelo resto, é sempre uma pessoa amiga e quando vou tomar o aperitivo com ele, hoje tenho a escolha entre o Audioaéro e um Roksan Xerxes perfeitamente equipado à escuta, e é sempre um prazer de nos ver-mos...

Eu continuo a ser uma personagem simpatica, nao é Antonio ? Mas esta historia é a meditar... confused

Até+ Basketball

Ele há coincidências... o meu prévio é um Conrad Johnson CT5...estar-me-á simplesmente recusado o Nirvana musical com base no analógico? :damn: É que nem me passaria pela cabeça dizer o mesmo que o exemplo atrás referido (e, apesar de estar satisfeito com o meu CDP, este não é um AudioAéro...)

jdickson
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 185
Idade : 54
Localização : Lisboa
Ocupação : mèdico
Interesses : os habituais
Data de inscrição : 28/07/2009
Pontos/Reputação : 328

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  pbarata em 27/8/2009, 16:24

jdickson escreveu:
(...)
Ele há coincidências... o meu prévio é um Conrad Johnson CT5...estar-me-á simplesmente recusado o Nirvana musical com base no analógico? :damn: É que nem me passaria pela cabeça dizer o mesmo que o exemplo atrás referido (e, apesar de estar satisfeito com o meu CDP, este não é um AudioAéro...)
Aqui para nós, experimenta um GD no teu sistema.
avatar
pbarata
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 1113
Idade : 51
Localização : Lisboa
Interesses : Jazz & Clássica
Data de inscrição : 08/06/2007
Pontos/Reputação : 450

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  Convidad em 27/8/2009, 16:27

pbarata escreveu:
jdickson escreveu:
(...)
Ele há coincidências... o meu prévio é um Conrad Johnson CT5...estar-me-á simplesmente recusado o Nirvana musical com base no analógico? :damn: É que nem me passaria pela cabeça dizer o mesmo que o exemplo atrás referido (e, apesar de estar satisfeito com o meu CDP, este não é um AudioAéro...)
Aqui para nós, experimenta um GD no teu sistema.

Está o baile armado.....lol!

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  jdickson em 27/8/2009, 17:01

pbarata escreveu:
jdickson escreveu:
(...)
Ele há coincidências... o meu prévio é um Conrad Johnson CT5...estar-me-á simplesmente recusado o Nirvana musical com base no analógico? :damn: É que nem me passaria pela cabeça dizer o mesmo que o exemplo atrás referido (e, apesar de estar satisfeito com o meu CDP, este não é um AudioAéro...)
Aqui para nós, experimenta um GD no teu sistema.

Ora, mas EU TENHO UM GD NO MEU SISTEMA! Shocked
Como já referi neste e noutro tópico (MEU SISTEMA-"Está quase"), eu tenho um Michell Gyrodec com fonte de alimentação externa, braço Origin Live Encounter e célula Grado Reference Master. Quando não surgem problemas de ressonância, o som é muito bom! tongue
Eu não estou a questionar a qualidade do som analógico, o que eu digo é que tenho reservas em relação a verdadeiros "bigodes" que muitas fontes analógicas com células MM (de entrada ou gama média, quase todas) supostamente dão a fontes digitais de alto gabarito, a fazer fé nas descrições de grande número de foristas adeptos fervorosos do analógico. Question
Nem em sistemas de que fui dono, nem noutros a que pude aceder, isto acontecia, daí as minha dúvidas.
Mas como não quero teimar num conceito que pode estar errado, e as experiências relatadas neste fórum são tão persuasivas, já assumi que tentarei ouvir mais, por forma a confirmar ou infirmar esta minha convicção.
Na parte que me toca, vou melhorar ainda mais a minha fonte analógica, através da aquisição de uma Lyra Helikon e de um prévio de phono ASR minibasis. Mas mesmo que assim "artilhado" eu passe a ter, de forma geral, um som analógico francamente melhor que o digital, isso não exclui as reticências que expus ao abrir este tópico. Suspect

jdickson
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 185
Idade : 54
Localização : Lisboa
Ocupação : mèdico
Interesses : os habituais
Data de inscrição : 28/07/2009
Pontos/Reputação : 328

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  TAVARES em 27/8/2009, 17:18

Eu sou testemunha que o jdickson tem um belo GD e tomara muitos de nós ter uma peça daquelas (pelo menos por mim falo),agora se toca bem...?! Estou convicto que sim cheers
avatar
TAVARES
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 545
Idade : 47
Localização : Barreiro/Lisboa
Ocupação : Trabalhar
Interesses : Aprender
Data de inscrição : 21/05/2008
Pontos/Reputação : 474

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  Orion em 27/8/2009, 17:24

António José da Silva escreveu:Da próxima que cá vieres, vais ouvir o sistema do Luís com uma MM da Goldring ligada a um híbrido da Bellari. Aquilo toca de fazer corar leitores bem caros.

António, aproveitando a deixa, quando o amigo Paulo (td124) cá estiver por estes lados novamente, a ver se nos encontramos todos. Foi pena nesta última vez ter coincidido com as férias.

_________________
Carpe Diem
avatar
Orion
Equipa Audiopt - Admin.
Equipa Audiopt - Admin.

Número de Mensagens : 4623
Idade : 47
Localização : bem localizado
Ocupação : escutophilia
Interesses : so many
Data de inscrição : 28/06/2007
Pontos/Reputação : 2572

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  td124 em 27/8/2009, 20:50

jdickson escreveu:
td124 escreveu:
António José da Silva escreveu:
td124 escreveu: sao os mais analogicos e musicais dos lê-ficheiros... :damn:

Até+

lol! lol!
...

-TD124 eu tinha confiança em ti, tu desiludiste-me e estou contrariado e triste...
-Sem compreender a reaçao, eu digo-lhe - mas o que é que te fiz ???
-Vendeste-me um leitor de CD a mais de 7000€, ora que com 1500€ podia ter tido uma Funk e estaria no céu com a escuta do meu sistéma... Evil or Very Mad
...
Até+ Basketball

Ele há coincidências... o meu prévio é um Conrad Johnson CT5...estar-me-á simplesmente recusado o Nirvana musical com base no analógico? :damn: É que nem me passaria pela cabeça dizer o mesmo que o exemplo atrás referido (e, apesar de estar satisfeito com o meu CDP, este não é um AudioAéro...)

Olà,

a sua reacçao faz-me pensar à historia do russo em cuba que numa praia diz a um cubano:

-No meu pais no inverno a agua esta tao gelada que é dura e pode-se andar em cima...

-O cubano começa a rir às gargalhadas tanto a possibilidade escapava à sua noçao das possibilidades !!!

Porque voçê nunca viveu essa experiência tém duvidas, e isso é normal !!! O que é anormal é que voçê tendo um sistema vinilo de qualidade e um CD médio, essa experiência nao seja totalmente a favor do vinilo no seu caso. Algo que eu nao contei é que tendo feito o design-consulting para a Audioaéro, e sendo entao intimo da empresa, o meu leitor é um modelo unico altamente optimisado e muito superior à gama em venda. Apesar deste facto, um AVID com uma MM como falei e três vezes mais barato soa mais natural e musical, para mim, para os amigos e para a familia... Nem sequer comparo com um TD124, um G301 e ainda muito menos com um PT anniversary com braço Moerch que é uma arma de destruçao massiva contra o digital, qualquer que ele seja...

Nao sou um aficionado dos GD mitchell, mas estranho em realidade que o seu dê tao fracos resultados comparativos. Mà afinagem, suporte inadaptado, associaçao desiquilibrada com o braço e a célula, o phono ???, ... confused confused confused

Nao leve a mal a minha intervençao, é puramente no sentido de um debate construtivo... cheers

Até+
avatar
td124
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 585
Localização : França
Ocupação : Audio designer
Interesses : Tudo o que desperta a alma...
Data de inscrição : 14/02/2009
Pontos/Reputação : 875

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  jdickson em 27/8/2009, 22:04

td124 escreveu:
jdickson escreveu:
td124 escreveu:
António José da Silva escreveu:
td124 escreveu: sao os mais analogicos e musicais dos lê-ficheiros... :damn:

Até+

lol! lol!
...

-TD124 eu tinha confiança em ti, tu desiludiste-me e estou contrariado e triste...
-Sem compreender a reaçao, eu digo-lhe - mas o que é que te fiz ???
-Vendeste-me um leitor de CD a mais de 7000€, ora que com 1500€ podia ter tido uma Funk e estaria no céu com a escuta do meu sistéma... Evil or Very Mad
...
Até+ Basketball

Ele há coincidências... o meu prévio é um Conrad Johnson CT5...estar-me-á simplesmente recusado o Nirvana musical com base no analógico? :damn: É que nem me passaria pela cabeça dizer o mesmo que o exemplo atrás referido (e, apesar de estar satisfeito com o meu CDP, este não é um AudioAéro...)

Olà,

a sua reacçao faz-me pensar à historia do russo em cuba que numa praia diz a um cubano:

-No meu pais no inverno a agua esta tao gelada que é dura e pode-se andar em cima...

-O cubano começa a rir às gargalhadas tanto a possibilidade escapava à sua noçao das possibilidades !!!

Porque voçê nunca viveu essa experiência tém duvidas, e isso é normal !!! O que é anormal é que voçê tendo um sistema vinilo de qualidade e um CD médio, essa experiência nao seja totalmente a favor do vinilo no seu caso. Algo que eu nao contei é que tendo feito o design-consulting para a Audioaéro, e sendo entao intimo da empresa, o meu leitor é um modelo unico altamente optimisado e muito superior à gama em venda. Apesar deste facto, um AVID com uma MM como falei e três vezes mais barato soa mais natural e musical, para mim, para os amigos e para a familia... Nem sequer comparo com um TD124, um G301 e ainda muito menos com um PT anniversary com braço Moerch que é uma arma de destruçao massiva contra o digital, qualquer que ele seja...

Nao sou um aficionado dos GD mitchell, mas estranho em realidade que o seu dê tao fracos resultados comparativos. Mà afinagem, suporte inadaptado, associaçao desiquilibrada com o braço e a célula, o phono ???, ... confused confused confused

Nao leve a mal a minha intervençao, é puramente no sentido de um debate construtivo... cheers

Até+

Caro td124

Claro que não levo a mal a sua intervenção, se fosse assim tão susceptível não tinha iniciado este tópico Wink ...
Acontece que a minha posição não parte só da comparação que faço entre o meu Michell e o Shanling, muito pelo contrário e parece que isso não ficou bem esclarecido: nas 2 obras que eu possuo em que quer o LP, quer o CD apresentam boas gravações/edições e são comparáveis, eu gosto claramente mais do LP!!!!! Portanto, não me parece que esteja com um problema com o meu GD em particular nem com o som analógico em geral.
O que eu digo (ou, pelo menos, a dúvida que levanto) tem a ver com a verdadeira situação de David (analógico, com GD bonzinhos e células assim-assim) contra Golias (CDP de topo de gama) em que quase SIS-TE-MÁ-TI-CA-MEN-TE o David dá uma "tareia" ao Golias! Shocked
Com a devida licença, mas parece aquele célebre anúncio do restaurador Olex: "um negro loiro ou um branco de carapinha, não é natural!..." Razz
Eu, quando tinha o meu Rega planar 3 com uma Goldring Eroica Lx, via este levar uma "cabazada" do meu Marantz CD10. O que é que mudou desde então? Os GD e as respectivas células melhoraram tanto assim? Os CDPs regrediram?
Acho que vou ter de ouvir esse "milagre" do David a esmagar Golias com os meus próprios ouvidos...scratch
Cumprimentos

jdickson
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 185
Idade : 54
Localização : Lisboa
Ocupação : mèdico
Interesses : os habituais
Data de inscrição : 28/07/2009
Pontos/Reputação : 328

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  ricardo felisberto em 27/8/2009, 23:12

Tal como é acima dito, cada experiência é uma experiência.

Estava eu a ler o teste ao conjunto Scarlatti da dCS na stereophile http://www.stereophile.com/hirezplayers/dcs_scarlatti_sacdcd_playback_system/index1.html , análise feita pelo suspeito (porque é ainda mais acérrimo defensor do vinil do que o mais fervoroso forista do audiopt affraid ) Michael Fremer (é aliás o próprio que durante o teste diz "Pois, eu sei o que estão a pensar. Que devia ter sido outro critico a ter feito esta análise"), onde é possivel ler que ele acha que em comparação com o seu vinil ele achou (alguns) os CD's mais fraquinhos, embora os SADC e sobretudo os ficheiros em HD (24/96) já se aproximassem muito do seu GD.

E porque vos falo nisto? Porque falamos de uma fonte digital de 80.000 usd (no seu conjunto). Cheguei a pensar - "Só faltava dizer que tem um GD de vão-de-escada". Porém o GD do homem, um Continuum Audio Labs Caliburn-Cobra-Castellon não custa muito menos.

Um último detalhe, é que para ler os ficheiros HD não é necessário o transporte, o que implica um desconto de mais de 30.000 usd.

ricardo felisberto
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 508
Localização : Almada/Lisboa
Ocupação : Infelizmente tenho de trabalhar ...
Interesses : Isto, gastronomia e viagens
Data de inscrição : 06/06/2007
Pontos/Reputação : 430

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  jdickson em 27/8/2009, 23:47

ricardo felisberto escreveu:Tal como é acima dito, cada experiência é uma experiência.

Estava eu a ler o teste ao conjunto Scarlatti da dCS na stereophile http://www.stereophile.com/hirezplayers/dcs_scarlatti_sacdcd_playback_system/index1.html , análise feita pelo suspeito (porque é ainda mais acérrimo defensor do vinil do que o mais fervoroso forista do audiopt affraid ) Michael Fremer (é aliás o próprio que durante o teste diz "Pois, eu sei o que estão a pensar. Que devia ter sido outro critico a ter feito esta análise"), onde é possivel ler que ele acha que em comparação com o seu vinil ele achou (alguns) os CD's mais fraquinhos, embora os SADC e sobretudo os ficheiros em HD (24/96) já se aproximassem muito do seu GD.

E porque vos falo nisto? Porque falamos de uma fonte digital de 80.000 usd (no seu conjunto). Cheguei a pensar - "Só faltava dizer que tem um GD de vão-de-escada". Porém o GD do homem, um Continuum Audio Labs Caliburn-Cobra-Castellon não custa muito menos.

Um último detalhe, é que para ler os ficheiros HD não é necessário o transporte, o que implica um desconto de mais de 30.000 usd.

OK
Ora essa comparação afasta-se mais uma vez do que eu estou a "pregar", pois estão-se a avaliar dois sistemas de topo. Nessas circunstâncias, eu não tenho dúvidas que o vinyl "dá bigode" ao digital, já há muito tempo que eu (e a comunidade audiófila minimamente atenta) o sei.
Agora se o Michael Fremer viesse dizer que utilizou um Rega 3 ou um Project... affraid

jdickson
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 185
Idade : 54
Localização : Lisboa
Ocupação : mèdico
Interesses : os habituais
Data de inscrição : 28/07/2009
Pontos/Reputação : 328

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  TAVARES em 28/8/2009, 00:20

Bem...acho que não é preciso sermos experts pra perceber o ponto de vista do Jdickson e que concordo plenamente, pois por estranho que pareça por vezes não é fácil fazermo-nos entender nos foruns (poderá ser devido a complexidade da nossa língua). Contudo se houver quem realmente acredite que o analógico da esquina é superior a qualquer DIG, aí também estou pronto a bater o pé e pôr a minha fonte (CD) debaixo do braço a procura do rival e medir forças cheers. Claro está, numa de paz e amor e nada de pistolas.
Aliás estou farto de dizer que esta é a melhor forma de sermos conhecedores do que realmente acreditámos.
avatar
TAVARES
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 545
Idade : 47
Localização : Barreiro/Lisboa
Ocupação : Trabalhar
Interesses : Aprender
Data de inscrição : 21/05/2008
Pontos/Reputação : 474

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  Prof em 28/8/2009, 15:15

Caro Jdickson

Acho que afirmação relativa ao P3 e afins faz todo o sentido, os giradiscos apresentam um som melodioso e de certa forma mais "continuo" e soam menos a "digitalite", mas IMHO quando se fala em Gira discos de entrada de gama, com células de entrada de gama e Prés de Phono que não lembram a ninguém e dizer-se que dão 10 a 0 ao Cd (alguns deles muito bons, e que sei que tocam muito melhor) acho que se perde a coerência e a credibilidade nas afirmações. Parece-me afirmação que serve para qualquer exemplo!!

Já ouvi bastante e tenho um GD razoavel e um leitor de CDs bastante "analógico", mas ´já ouvi muitos giradiscos a tocar muito muito mal!!!

Isto sem entrar no capitulo das gravações e formatos!

um abraço
avatar
Prof
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 1883
Idade : 42
Localização : Fernão Ferro
Ocupação : Professor
Interesses : Longboard, Audiofilia, Viajar
Data de inscrição : 28/05/2007
Pontos/Reputação : 78

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  nbunuel em 28/8/2009, 15:28

Prof escreveu:Caro Jdickson

Acho que afirmação relativa ao P3 e afins faz todo o sentido, os giradiscos apresentam um som melodioso e de certa forma mais "continuo" e soam menos a "digitalite", mas IMHO quando se fala em Gira discos de entrada de gama, com células de entrada de gama e Prés de Phono que não lembram a ninguém e dizer-se que dão 10 a 0 ao Cd (alguns deles muito bons, e que sei que tocam muito melhor) acho que se perde a coerência e a credibilidade nas afirmações. Parece-me afirmação que serve para qualquer exemplo!!

Já ouvi bastante e tenho um GD razoavel e um leitor de CDs bastante "analógico", mas ´já ouvi muitos giradiscos a tocar muito muito mal!!!

Isto sem entrar no capitulo das gravações e formatos!

um abraço
Concordo... Qualque Cd multibit bate um rega P3, por exemplo. Temos de ter consciência que para ouvir as rodelas negras, com bom nível, tem que se gastar muito tempo, paciência e dinheiro..
E eu não sou suspeito. Tenho 7 gira rodelas.. :damn:
avatar
nbunuel
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 1446
Localização : Lisboa
Ocupação : Bode Expiatório - F. Público
Interesses : Demasiados
Data de inscrição : 31/05/2007
Pontos/Reputação : 1344

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  Convidad em 28/8/2009, 15:30

Prof escreveu:



Isto sem entrar no capitulo das gravações e formatos!

um abraço

As gravações são o mais importante da questão. De nada vale equipamento da melhor qualidade quando a gravação é da pior. É claro que encontrar um cd bem gravado é bem mais dificil do que um vinil.
Mas gostava que se fossem ouvir o prato do Manel que não é mais caro do que o seu leitor e que tem uma MM para verem que é bem mais musical e com um som muito mais tridimensional que o leitor de ficheiros. Very Happy
É claro que no caso do analógico é necessário alguma investigação e um acasalamento bom dos componentes para se alcançar o nirvana, e isto vale para qualquer segmento de preços.

O Manuel é a prova de que um prato bom e barato com uma célula relativamente em conta, podem atingir resultados que deixam muitos high enders se olhos trocados. Very Happy

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: células MM versus CD: que raio de comparação?!

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 5 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum