ANALOGICAMENTE ...

Página 1 de 7 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  td124 em 26/6/2009, 06:57

Caros amigos,

vamos lançar um novo tópico dedicado ao vinil em geral. Vai ser a oportunidade de falar sobre tudo o que corresponde a esta disciplina e que vocês gostariam de aprofundar. Não hesitem a participar e a dizer as coisas que vos parecem difíceis a compreender. Convido os profissionais a dar também apoio ao tópico e ponto de vista. Vou tentar construir o tópico como a breve historia dos GD..., ou seja com uma alternância entre artigos de fundo e discussão. No fim deste tópico se os administradores quiserem compilar os textos, pode dar uma soberba iniciação ao mundo do vinil, e pode ser uma ajuda fantástica para todos os que se iniciam a esta disciplina.

Evidentemente gostaria que fosse um dialogo e não um monologo... Entretanto vou guardar o espírito de abertura e exigência que me acompanhou ao longo da breve historia, e que acho que vocês apreciaram.

Digam-me o que pensam disto e ao trabalho...

Até+
avatar
td124
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 585
Localização : França
Ocupação : Audio designer
Interesses : Tudo o que desperta a alma...
Data de inscrição : 14/02/2009
Pontos/Reputação : 875

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  Convidad em 26/6/2009, 08:19

Caro amigo.

Estou deveras contente por teres iniciado este tópico. Tenho a certeza de que vai ser um dos tópicos mais concorridos de sempre no audiopt. Os temas que se podem abordar são imensos e é essa imensidão que torna o analógico tão especial e belo. Desde as afinações, os braços, as células, as compatibilidades braço células, os transformadores passivos e os step up activos, os prés de phono, enfim um sem fim de assuntos para conversarmos. Eu pessoalmente, gostaria de saber mais sobre os transformadores e o seu "casamento" com a célula, visto não ser um assunto muito fácil para um leigo como eu.

Parabéns por mais esta iniciativa, que te vai dar bastante trabalho Laughing .

Abraço

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  Convidad em 26/6/2009, 08:36

podiamos começar por um componente que me causa alguma perplexidade e curiosidade.
trata-se da célula Denon DL103,que uns dizem que o seu diamante esferico só serve para estragar os discos.
mal comparando, é uma espécie de Michael Jackson(rip),ou se ama ou se detesta.
abraço
Milton

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  fm&stereo em 26/6/2009, 15:31

Finalmente!... Já há muito propus isto mesmo neste forum e passou ao lado... Espero que agora seja seguido e nutrido! Wink


por milton o Sex 26 Jun - 9:36podiamos começar por um componente que me causa alguma perplexidade e curiosidade.
trata-se da célula Denon DL103,que uns dizem que o seu diamante esferico só serve para estragar os discos.
mal comparando, é uma espécie de Michael Jackson(rip),ou se ama ou se detesta.
abraço
Milton

Pois é milton, não há nada perfeito neste mundo; e não se pode esperar que uma cabêça deste preço ofereça o mesmo que uma de topo. Mas uma coisa é certa: não é por acaso que é a única que é fabricada à mais de 40 anos.
Como dizia, não é perfeita, agora dizer que destroi o vinílo é que é uma perfeita parvoice. Laughing É certo que possui uma agulha de ponta «oval» e que pede 2.5gm, mas isso não é razão para pensar que estraga o vinílo. Enquanto outra forma que não a «oval» tende a pedir menos de 2gm, pois precisamente o formato assim o permite, não quer dizer que faça menos mal ao vinílo.
No fundo, a diferênça - ou limite em relação a outras bem mais caras - é que a forma «oval» não deixa que haja um contacto muito grande nas paredes do sulco do disco, fazendo com que fique um pouco limitada no que toca à capacidade de extração da informação. No entanto, como muitos podem testemunhar pelo mundo fora, não há muito por que queixar. Wink
Apenas há que ter atenção ao facto de ser 0.3mv, pelo que nessecita de um certo ganho.

Pessoalmente, talvez ainda vá comprar outra. Laughing
avatar
fm&stereo
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 2443
Idade : 56
Localização : Lisboa
Data de inscrição : 02/11/2008
Pontos/Reputação : 3118

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  Convidad em 26/6/2009, 15:36

Ortofon SPU Meister Silver GM MKII . Este animal precisa de 4g para "arrancar" tudo do disco, mas os donos não se queixam. Very Happy
O mal é o preço

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  joevalve em 26/6/2009, 16:53

fm&stereo escreveu:trata-se da célula Denon DL103,que uns dizem que o seu diamante esferico só serve para estragar os discos.

eu conheço um individuo que afirma isso categoricamente e também afirma que só as colunas de 3 vias tocam bem.

esse tipo de afirmações vale o que vale, para mim não vale nada.

como diz o ditado "o homem é sempre o fruto das suas circunstâncias".

joevalve
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 1162
Localização : porto
Ocupação : as válvulas estão de regresso - há vida para além do hi-fi
Interesses : música de carácter politico
Data de inscrição : 29/05/2007
Pontos/Reputação : 1325

https://sites.google.com/site/joevalve/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  Convidad em 26/6/2009, 16:58

Eu tive uma durante muito tempo, e não achei que desse cabo de nada. A DL103 necessita de um braço de peso Laughing visto ter uma compliance bastante baixa. A outra situação, e´que para tocar ao seu melhor nível (segundo alguns entendidos) precisa de ser "casada" com um transformador compatível. Dizem as más línguas lol! que se tudo estiver em harmonia, passa a ser a Koetsu dos pobres.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  joevalve em 26/6/2009, 17:08

António José da Silva escreveu:Dizem as más línguas lol! que se tudo estiver em harmonia, passa a ser a Koetsu dos pobres.

e como há mais pobres que ricos........viva a DL103

joevalve
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 1162
Localização : porto
Ocupação : as válvulas estão de regresso - há vida para além do hi-fi
Interesses : música de carácter politico
Data de inscrição : 29/05/2007
Pontos/Reputação : 1325

https://sites.google.com/site/joevalve/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  Convidad em 26/6/2009, 17:12

vinilsuporter escreveu:
António José da Silva escreveu:Dizem as más línguas lol! que se tudo estiver em harmonia, passa a ser a Koetsu dos pobres.

e como há mais pobres que ricos........viva a DL103

Quer se goste quer não, há que respeitar a sua longevidade. Em minha opinião é uma célula bastante boa para o preço pedido, e que, como já disse, capaz de voos bem altos se lhe derem as condições que ela precisa.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  MikeF em 26/6/2009, 23:27

No entanto, quanto a outras agulhas esféricas - as de DJ são quase todas, a Ortofon concorde, p ex - ninguem discute que desgastam o vinyl mais rapidamente.

A agulha esférica é a que tem menor área de contacto com as faces laterais dos sulcos, e à medida que se sobe na qualidade (e no preço) o perfil do diamante tende ter maior área de contacto. Eu por acaso até tenho uma que tem supostamente um diamante com a maior área de contacto de todos os cortes de agulhas - um replicant - e o resultado é soberbo.
avatar
MikeF
Profissional
Profissional

Número de Mensagens : 236
Data de inscrição : 28/05/2007
Pontos/Reputação : 314

http://www.ZenAudio.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  fm&stereo em 27/6/2009, 15:33

O meu Dino dá-lhe cá uma vida... mais ainda agora, com uma modificação caseira! Wink (Quanto a esta modificação, terá que ficar em «segredo dos Deuses». Agora, uma coisa é certa, a Lyra Dorian vai casar melhor que nunca.)
Mas não ficamos por aqui: a DL103 tem sido alvo de várias alterações e recontruções. Por exemplo, se se meter uma Shibata... Cool Ainda, lembremo-nos da própria marca oferecer uma DL103 evoluída - a DL103R. Wink
No futuro, penso colocar-lhe uma Shibata ou algo do gênero. Very Happy Para «já» vou tratar de lhe oferecer um transformador passivo, para trabalhar com o Norbert(?).

Viva o analógico! cheers
avatar
fm&stereo
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 2443
Idade : 56
Localização : Lisboa
Data de inscrição : 02/11/2008
Pontos/Reputação : 3118

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  Convidad em 27/6/2009, 15:41

A dl 103 já teve dezenas de modelos diferentes. Neste momento, tens à venda a R e a SA. Mesmo para quem não domina a língua, Dá para ver os bonecos. Very Happy


http://www.audio-tuning-tools.com/denon1%20dl103.htm

http://www.vinyl-lebt.de/SME/DL103/Thumbnails.html

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  td124 em 27/6/2009, 21:06

Olà,

estou contente de ver que o peixe jà morde Very Happy , estou contente com a vossa participaçao. O primeiro artigo sera a instalaçao, e vamos falar das condiçoes ideais para meter um sistema vinilo a tocar. Vais ser interessante.

Quanto aos transformadores logo falare-mos quando chegar a altura, a menos que tenhas (Antonio) uma pergunta concreta.

Quanto à DL 103 (que é a LP12 das MC) muito foi dito no passado e mesmo hoje, e no que se diz hà muitas asneiras. Esta célula é um mito e é a unica (com as grandes Koetsu e Air Tight) a ser utilisada pelos grandes audiophilos japoneses equipados com sistemas a alto rendimento >98dB e amplificadores monotriodo (single-ended). O seu equilibrio e respeito da fase faz maravilhas nestes sistemas. Num sistema normal a DL 103 pareçe ter pouca definiçao e dinamica, mas geralmente é a associaçao com o braço que causa o fenomeno. A DL 103 nao usa mais os discos que outras células equivalentes. Mesmo se è um profil conico, a qualidade do polido do diamante faz dele pouco abrasivo ao contacto, o que nao é o caso de outras células...

Até+
avatar
td124
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 585
Localização : França
Ocupação : Audio designer
Interesses : Tudo o que desperta a alma...
Data de inscrição : 14/02/2009
Pontos/Reputação : 875

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  fm&stereo em 28/6/2009, 18:19

Bem dito, td124!
Cá ficamos então na espectativa... Very Happy E quanto aos transformadores passivos, bem que vinha a calhar uma opinião, no meu caso, para a DL103 e Lyra Dorian (num futuro próximo, espero Laughing ).

Bem-haja!
avatar
fm&stereo
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 2443
Idade : 56
Localização : Lisboa
Data de inscrição : 02/11/2008
Pontos/Reputação : 3118

Voltar ao Topo Ir em baixo

INSTALACAO do sistema vinilo

Mensagem  td124 em 28/6/2009, 23:09

O GRANDE DIA chegou !!! Passados varios meses a analisar em comparaçao varios giras, depois de terem lido todas as cronicas das revistas e da net, comparado todos os classificados de todos os forum e espreitado varias semanas de seguida a EBAY, à busca do eleito a bom preço, o dia chegou em que voçês tém o vosso (novo) gira de sonho ! O pior està feito - dizem voçês a vos mesmos. Nao o pior està (ou pode estar) para vir digo eu, pois segundo o caso é necessario ainda montar um braço, uma célula e encontrar o phono que vai bem. Mas vamos imaginar que jà hà tudo isso, de todas as maneiras é preciso instalà-lo e afina-lo para que ele dê o melhor, mas isto é também a parte mais agradavel da coisa. Vamos là ver juntos como installar um gira em casa nas regras da arte e com eficiência:



Nunca esqueçam que um sistema vinilo é um grupo de elementos mecanicos e electromecanicos. As vibraçoes sao a essencia do funcionamento e o pior inimigo. O objetivo é eliminar o maximo de vibraçoes parasitas para deixar a célula vibrar so com o sulco do disco. E mais facil a dizer que a fazer, mas com um pouco de atençao e de logica tudo se pode, e este caso nao é excepçao.



O movel : Ponham o gira num movel rigido e pesado. Os moveis tripodos (com três pés) sao uma boa soluçao para a estabilidade. Evitem as prateleiras em vidro fino que acentuam geralmente os agudos e dao um som magro nas frequencias baixas. Ponham o movel bem horizontal com um nivel a bolha. Se tiverem possibilidade os moveis de parede sao a soluçao ideal para pousar um gira, pois a parede filtra as vibraçoes do solo e a fixaçao em um ponto cria uma tensao que abaixa a frequencia de resonancia do movel e do gira nele pousado. Uma soluçao que data dos anos 80 e que pode dar resultados extraordinarios é pousar o gira numa caixa de areia (sandbox), eu postarei um modelo de meu desenho na secçao DIY par que os interessados possam fazer uma que funciona muito bem.



Posiçao : O gira num movel do tipo torre é geralmente pousado na prateleira de cima. Evitar de pousar em baixo um aparelho que aqueça ou a valvulas. O calor provocado vai falsear a viscosidade do oleo do eixo e perturbar o funcionamento regular. O oleo (segundo o tipo) pode secar e endurecer, a correia também. O calor exagerado falseia os pivôs do braço e modifica a elasticidade da célula, que conduz a graves menos potentes, profundos e precisos. Nunca esqueçer que num movel largo o gira deve estar sempre à direita dos outros elementos. Esta é a posiçao que afasta ao maximo o braço e a célula das alimentaçoes dos outros aparelhos, evitando a influência nefasta ao nivel do barulho de fundo e da transparencia geral. O gira nunca deve estar proximo de uma coluna, nem no angulo de reproduçao da mesma afim de evitar as vibraçoes por meio aereo sobre o corpo do gira.



Organisaçao : Afim de evitar as parasitagens por induçao, os cabos atràs do movel, e os outros aparelhos devem ser organisados da maneira seguinte :

O cabo de alimentaçao do gira ou de outro aparelho nunca deve tocar, cruzar ou caminhar em paralélo do cabo de modulaçao do braço.

O cabo do braço nunca deve tocar ou repousar no corpo do leitor de CD ou do DAC, ou do Tuner, nem tocar ou cruzar um cabo numérico (digital).

O cabo de braço nao deve tocar nem repousar sobre um cabo de antena, que seja radio, TV ou mesmo ADSL para a internet.

O phono deve ser afastado dos outros aparelhos e aproximado do gira. Nunca pousar o phono sobre um outro aparelho, qual que seja. Evitar a proximidade com as alimentaçoes dos amplificadores. Isto também é valido para os transformadores MC (step up).



Acessorios : Alguns acessorios sao indispensaveis para o bom funcionamento do sistema vinilo, outros menos, aqui vao alguns exemplos:

Indispensaveis : Uma escova em carbono par limpar os discos, um braço electroestatico “engole poeira”, é indispensavel para manter os discos limpos durante a leitura, descarregar a electricidade estatica e evitar os “plocs/cracs” e outros estilhaços e evitar a poeira que se acumula no diamante. Um nivel a bolha dupla (logo mostro um exemplo) também é necessario. Uma balança de precisao, um espelho de paralelismo e um bom guia de alinhagem (protactor), sao companheiros indispensaveis de um audiofilo no vinilo.



Os tapetes (mat), os pesos de eixo (clamp), sao acessorios menos interessantes e a julgar da necessidade com o tempo em funçao do sistema.



Evidentemente este texto nao é exaustivo (é impossivel sê-lo), mas se o vosso sistema corresponde a estas regras podem considerer que ele esta bem instalado. Senao tém tempo de o por bem até ao proximo texto aonde vamos continua resta longa saga. Ponham todas as questoes que passam pela cabeça. E graças a isso que avançaremos…



Até+
avatar
td124
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 585
Localização : França
Ocupação : Audio designer
Interesses : Tudo o que desperta a alma...
Data de inscrição : 14/02/2009
Pontos/Reputação : 875

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  MikeF em 28/6/2009, 23:47

td124 escreveu: Ponham o gira num movel rigido e pesado.

Isso é universal?
A impressão que tenho é que os gira-discos semi-rigidos e rigidos se dão bem nesses móveis, mas que os suspensos ficam melhor em móveis rígidos mas leves, tipo mesas da Ikea - era aliás a recomendação da Linn para os seus gira-discos suspensos.

Já os rígidos, basta olhar para os móveis da Clearaudio para te dar toda a razão. Uma outra dica, desacoplamento com spikes costuma resultar bem.
avatar
MikeF
Profissional
Profissional

Número de Mensagens : 236
Data de inscrição : 28/05/2007
Pontos/Reputação : 314

http://www.ZenAudio.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  td124 em 29/6/2009, 06:52

MikeF escreveu:
td124 escreveu: Ponham o gira num movel rigido e pesado.

Isso é universal?
...
Uma outra dica, desacoplamento com spikes costuma resultar bem.

Olà MikeF,

nao a universalidade absoluta nao existe Crying or Very sad , mas é uma regra que funciona quase sempre. Que a LINN proponha moveis ligeiros nao é uma regra para os giras suspendidos pois a maior parte nao se dà bem com isso (Roksan, Pink Triangle, Michell, Avid, Thorens, Project etc...). O LP 12 pelo seu baixo médio amplo, dà-se bem com esses moveis que vao emagrecer o fenomeno e criar uma melhor linearidade. Mas o LINN dà-se muito bem também com moveis muito rigidos e pesados como os MusicTools. Tudo é possivel a partir do momento que o resultado final é desejado e obtido !!!

Mas um movel rigido e pesado (mais pesado que o gira), continua a ser uma regra que deve ser priveligiada para poder reproduzir com igual qualidade toda a banda audio.

Quanto às pontas (spikes), a utilidade deve ser verificada uma vez que o sistema foi bem instalado e conectado. O som geral vai decidir do interesse ou nao, visto que as pontas afinao a definiçao, os contornos e a rapidez de reacçao do sistema. Se tudo isto for bom de base, as pontas podem conduzir a um excesso de luminosidade, de dinamica e às vezes criam agressividade.

PS: Visto os teus conhecimentos conto com a tua participaçao para fazer deste topico uma referencia de qualidade para todos os que se interessam e que querem progressar no analogico...

Até+
avatar
td124
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 585
Localização : França
Ocupação : Audio designer
Interesses : Tudo o que desperta a alma...
Data de inscrição : 14/02/2009
Pontos/Reputação : 875

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  td124 em 29/6/2009, 06:55



Aqui vao fotos de niveis a bolha de qualidade e que um audiofilo deve posseder:

Até+
avatar
td124
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 585
Localização : França
Ocupação : Audio designer
Interesses : Tudo o que desperta a alma...
Data de inscrição : 14/02/2009
Pontos/Reputação : 875

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  Convidad em 29/6/2009, 07:17

Bom dia Paulo

Para além dos acessórios por ti citados, (e que eu obviamente tenho) gostaria de juntar mais três que fazem parte do meu estojo de afinações. Uma boa lente de aumentar, (lupa) uma pinça do género daquelas que as senhoras usam para as sobrancelhas mas de preferência melhor, (mais robusta) e uma cunha em borracha ou como alternativa, papel dobrado várias vezes a ficar em forma de cunha.

A lupa para as afinações, pois os anos já vão pesando Very Happy e assim pode-se sempre ver ao pormenor a agulha nos pontos do protractor e o paralelismo em relação as marcações do protractor.
A pinça para agarrar nos ligadores a conectar com a agulha.
E a cunha para enfiar entre a parte de baixo do prato e a base do gira, para assim garantir que o prato não roda aquando da afinação.

Abraço


Última edição por António José da Silva em 30/6/2009, 07:22, editado 2 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  td124 em 29/6/2009, 20:48

António José da Silva escreveu:Bom dia Paulo

Para além dos acessórios por ti citados, (e que eu obviamente tenho) gostaria de juntar mais dois que fazem parte do meu estojo de afinações...

Abraço

Bem visto Antonio, e acho que tens razao. Se um dia fizermos o estojo ideal de um audiophilo, vamos integrar esses elementos...

Até+
avatar
td124
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 585
Localização : França
Ocupação : Audio designer
Interesses : Tudo o que desperta a alma...
Data de inscrição : 14/02/2009
Pontos/Reputação : 875

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  Convidad em 30/6/2009, 15:19

td124 escreveu:
António José da Silva escreveu:Bom dia Paulo

Para além dos acessórios por ti citados, (e que eu obviamente tenho) gostaria de juntar mais dois que fazem parte do meu estojo de afinações...

Abraço

Bem visto Antonio, e acho que tens razao. Se um dia fizermos o estojo ideal de um audiophilo, vamos integrar esses elementos...

Até+

Lembrei-me agora, de que um disco de testes também poderá fazer parte do tal estojo, apesar de achar que o que já foi mencionado é mais importante.
Amigo Paulo. Isto está a deixar de ser um pequeno estojo, para se tornar num baú. Laughing

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  Elso em 30/6/2009, 15:33

Já agora, no meu estojo fazem parte, e não quer dizer que seja obrigatório, um pistola anti estática Zerostat, liquido e escova para limpar a agulha, a balança (esta esqueceste António), um disco de teste da Cardas com uma faixa para ajustar o anti-skating que é uma maravilha.
A capa de papel interior de uma casste de audio com as linhas que serviam para escrever e que servem agoa para alinhar o VTA do braço, á falta neste momento de melhor (esta foi-me ensinada pelo amigo Naka).
avatar
Elso
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 1014
Idade : 48
Localização : Barreiro
Ocupação : Muito ocupado
Interesses : Capri/2CV/Carocha/Road King/Baterias e muita musica
Data de inscrição : 14/12/2007
Pontos/Reputação : 594

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  Convidad em 30/6/2009, 15:38

Elso escreveu:Já agora, no meu estojo fazem parte, e não quer dizer que seja obrigatório, um pistola anti estática Zerostat, liquido e escova para limpar a agulha, a balança (esta esqueceste António), um disco de teste da Cardas com uma faixa para ajustar o anti-skating que é uma maravilha.
A capa de papel interior de uma casste de audio com as linhas que serviam para escrever e que servem agoa para alinhar o VTA do braço, á falta neste momento de melhor (esta foi-me ensinada pelo amigo Naka).

A balança já tinha sido mencionada pelo td124, (toma Very Happy )
Já que falas em zerostat, isso faz alguma coisa, vale a pena a sua aquisição?

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  Elso em 30/6/2009, 15:42

António José da Silva escreveu:
Elso escreveu:Já agora, no meu estojo fazem parte, e não quer dizer que seja obrigatório, um pistola anti estática Zerostat, liquido e escova para limpar a agulha, a balança (esta esqueceste António), um disco de teste da Cardas com uma faixa para ajustar o anti-skating que é uma maravilha.
A capa de papel interior de uma casste de audio com as linhas que serviam para escrever e que servem agoa para alinhar o VTA do braço, á falta neste momento de melhor (esta foi-me ensinada pelo amigo Naka).

A balança já tinha sido mencionada pelo td124, (toma Very Happy )
Já que falas em zerostat, isso faz alguma coisa, vale a pena a sua aquisição?


Mais um caso de falta de atenção.... lol!

A zerostat faz alguma coisa sim.

Só para te dar um exemplo, estás a ver aqueles discos cheios de estática que quando os chegas ao pé do braço os pelos ficam todos em pé... Very Happy ... dás uma pistolada no disco aproximas novamente e os ditos nem se levantam mais.

Nota-se a diferença sim.
avatar
Elso
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 1014
Idade : 48
Localização : Barreiro
Ocupação : Muito ocupado
Interesses : Capri/2CV/Carocha/Road King/Baterias e muita musica
Data de inscrição : 14/12/2007
Pontos/Reputação : 594

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  Convidad em 30/6/2009, 15:49

Deve de estar para aparecer uma coisa dessas no diy, pois o engenhocas do Rui Sousa Fez uma.
Lá vou ter que juntar uns cobres para comprar uma.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  Convidad em 30/6/2009, 16:48

Elso escreveu:[
Só para te dar um exemplo, estás a ver aqueles discos cheios de estática que quando os chegas ao pé do braço os pelos ficam todos em pé... Very Happy ... dás uma pistolada no disco aproximas novamente e os ditos nem se levantam mais.

Nota-se a diferença sim.
vou comprar uma para dar uns tiros no pente porque lembro-me que os cabelos vinham sempre atrás dele com a estática Smile


upsss...lembrei-me agora que já vou tarde... Embarassed Rolling Eyes Wink (a estética da minha cabeça já não briga com a estática do pente...)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  Convidad em 30/6/2009, 16:50

milton escreveu:
Elso escreveu:[
Só para te dar um exemplo, estás a ver aqueles discos cheios de estática que quando os chegas ao pé do braço os pelos ficam todos em pé... Very Happy ... dás uma pistolada no disco aproximas novamente e os ditos nem se levantam mais.

Nota-se a diferença sim.
vou comprar uma para dar uns tiros no pente porque lembro-me que os cabelos vinham sempre atrás dele com a estática Smile


upsss...lembrei-me agora que já vou tarde... Embarassed Rolling Eyes Wink (a estética da minha cabeça já não briga com a estática do pente...)

Imagina que tinhas tomado conhecimento disto nos teus tempos áureos.....ui, ui, as garinas não te largavam. Very Happy

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  SOUND em 30/6/2009, 16:59

António José da Silva escreveu:
milton escreveu:
Elso escreveu:[
Só para te dar um exemplo, estás a ver aqueles discos cheios de estática que quando os chegas ao pé do braço os pelos ficam todos em pé... Very Happy ... dás uma pistolada no disco aproximas novamente e os ditos nem se levantam mais.

Nota-se a diferença sim.
vou comprar uma para dar uns tiros no pente porque lembro-me que os cabelos vinham sempre atrás dele com a estática Smile


upsss...lembrei-me agora que já vou tarde... Embarassed Rolling Eyes Wink (a estética da minha cabeça já não briga com a estática do pente...)

Imagina que tinhas tomado conhecimento disto nos teus tempos áureos.....ui, ui, as garinas não te largavam. Very Happy


Oh milton, ha sempre a hipotse do uso de uma peruca Laughing
avatar
SOUND
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 2247
Localização : Neverland
Interesses : Divertir-me o maximo que puder
Data de inscrição : 28/05/2007
Pontos/Reputação : 1074

Voltar ao Topo Ir em baixo

CELULAS : Capitulo 1 começo...

Mensagem  td124 em 30/6/2009, 18:10

O gira esta instalado e jà faz varios meses que vocês estao a gozar o amor perfeito com ele. ESTAVAM !!! pois o céu està a escurecer pouco a pouco. Voçês léem artigos que vos dizem que as células MC sao melhores que as MM, ora que voçês nem sequer sabem o que isso quer dizer. Nos forum os companheiros dizem-vos, « a tua célula so serve para gastar os discos », « isso nem é uma célula, é uma charrua », « uma célula como a tua nao se compra, isso dà-se à borla », « os diamantes a profil conico limam os sulcos », estas e outras frases similares estao a minar o vosso espirito. Estou decido, vou mudar de célula !!!. Mas para comprar o quê ??? . Vamos là juntos e em três capitulos compreender o que é uma célula, como funciona e como escolher a célula mais adequada para cada caso.



A celula é o elemento que pelo contacto com o sulco do vinilo, vai transformar a geometria deste ultimo em sinal electrico correspondente. Dito assim isto até pareçe simples, ora que na realidade é de uma complexidade fantastica. E de longe o elemento mais sensivel do mundo do vinilo e o que é mais dificil a realisar. Vamos là compreender porquê :





Nesta imagem esquematizei uma célula a MM (moving magnet / imane movél) e uma MC (moving coil / bobine movél), os diversos elementos que as constituem sao:

1 : Ponta, que se pode definir pelo perfil, conico, eliptico, super eliptico, Shibata etc…

2 : Tubo de ponta que se define pelo material, tamanho, forma, angulo, oco ou cheio.

3 : Suspensao em material elastico que vai definir a elasticidade (compliance).

4 : Imanes (definidos pelo material, samarium cobalto, neodimio, ticonal, etc)

5 : Bobinagem em fio muito fino de cobre, prata ou outro metal.

6 : Corpo da célula que existe em materiais diversos, plastico, metal, madeira, pedra, etc

7 : Contactos de saida da célula com um formato standart.



Como voçês estao a compreender a diferença principal entre uma MM e uma MC é o sistema electromecanico chamado « equipagem movél ». Num caso as bobinagens estao fixas no corpo e é o imane que graças ao movimento imprimido pelo tubo da ponta modifica a induçao nas bobines e provoca uma tensao e no outro caso é o inverso. Isto permete-os de compreender porquê nao se pode mudar a ponta de uma MC (ao contrario de uma MM), pois os fios seriam rompidos, e a célula seria inutilisavel. Visto que a diferença é tao pequena, como explicar a reputaçao das MC em relaçao às MM ? Como disse no começo, o trabalho de uma célula é muito complicado, e os fenomenos que ela sofre sao imensos e muitos sao insuluveis. Isto explica a dificuldade a conceber e fabricar uma grande célula, assim que as diferentes opinioes que se podem ler aqui e acolà sobre este elemento. Quando o disco està parado uma célula é quase perfeita, mas à velocidade de 33 vpm e submetida aos sobressaltos do sulco as coisa vao ser muito diferentes. O primeiro fenomeno ao qual a célula està submetida chama-se o “efeito de pinça” que cria uma resonancia sulco / tubo de ponta, e que consiste a pinçar a ponta na subida de um sulco e a expulsà-la no alto, como faz uma mota em moto-cross. A segunda é a « pressao dinamica » que se produz da maneira seguinte. Um sulco estereofonico comum de traço (sulco) compreendido entre 40 e 150 microns, quando é lido por uma ponta de 18 microns e com uma força de apoio de 2 gramas (ou seja mais de uma tonelada por cm²), engendra acelaraçoes que modificam temporariamente o vinilo e podem arrancar pedaços de matéria. A pressao estatica de 2 gramas torna-se com o efeito da acelaraçao (velocidade continua de 33 voltas por minuto), numa pressao dinamica em mudança perpetua, ora positiva que cria temporariamente varias dezenas de grammas, ora negativa quando a ponta descola do sulco por efeito de microprojeçao. E como uma carro de raly em corrida !!! Se considerar que às frequencias altas a ponta pode atingir num curto instante 250°, estao a ver a dificuldade (impossibilidade ???) de ler correctamente um sulco de vinilo. Estudos provarao, que a ponta deforma o vinilo temporariamente quando a ponta passa, e estas acelaraçoes continuas aumentam a deformaçao e causam distorsao. A célula também é submetida à « distorsao de traço », que é a diferença entre o angulo de corte do burim gravador e o angulo de ataque da célula de leitura, tal foi estudado pelo John Walton da DECCA em 1965. Uma escuta ao estetoscopio prova que uma célula com apoio de 2g propaga as vibraçoes mesmo num gira de mais de dez quilos de peso e perfeito mecanicamente. En fim para acabar e sem ser exaustivo, os ultimos estudos provam que uma célula de alta qualidade pode reagir a um movimento de 1/50 de micron !!!, ou seja muito inferior às tolerancias de eixo de um grande gira ou mesmo dos rolamentos de alta precisao do melhor braço do mundo.



Mas qual é a relaçao entre as células MM e MC e o que o td124 vém de escrever- é o que voçês devem se dizer neste momento ! A relaçao é que estamos a compreender que em façe destes fenomenos, a melhor célula do mundo seria independente e do sulco e do braço de leitura. Ora isso é o que cria a principal avantagem das MC !!! O sistema de leitura (equipagem movél) é solidario do tubo de ponta, e està desacoplado do braço pelo anel elastico (suspensao), o que lhe permete de nao recuperar integralmente as vibraçoes parasitas colaterais, ou seja ponta / braço. E preciso nao esquecer que depois da célula vai haver uma amplificaçao de 50 a 80 db (gigantesca), e que as qualidades vao ser amplificadas mas os defeitos também !!! Estao a compreender porquê a célula é uma équaçao impossivel, e que TODAS sao uma questao de equilibrio, bom sentido e ARTE DO COMPROMISSO. No capitulo seguinte vamos abordar, em mais detalhe as MM e MC, as diferentes formas de profil e a elasticidade afim de melhor compreender como casar uma célula.



Até+


Última edição por td124 em 1/7/2009, 20:34, editado 3 vez(es)
avatar
td124
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 585
Localização : França
Ocupação : Audio designer
Interesses : Tudo o que desperta a alma...
Data de inscrição : 14/02/2009
Pontos/Reputação : 875

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  ajca em 30/6/2009, 19:19

Viva, caríssimos foristas,
Tenho dois GD um é o Rega P2 com uma Celula Ortofon MC15 SuperII, e um Dual 504-4 que ainda tem a cabeça Dual de origem mas a agulha e uma om stylos pró a qual quero fazer um upgrade, deixo aqui 2 questóes o que acham da celula que tenho no Rega P2 e será adequada ou não, se não qual ou quais seriam + adequadas dentro de um orçamento entre os 150€ e os 200€, a outra questão seria a mesma mas neste caso par o Dual com um orçamento até 150€.

Obrigado
Augusto
avatar
ajca
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 1048
Idade : 52
Interesses : Já nem sei
Data de inscrição : 25/12/2007
Pontos/Reputação : 744

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANALOGICAMENTE ...

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 7 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum