[b]E criou-se o mito…[/b]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[b]E criou-se o mito…[/b]

Mensagem  fm&stereo em 21/4/2009, 01:06

António disse «Eu estive com a chumaceira do ultimo que ele fez na mão e esse então era um monstro pesadíssimo.
Outro pormenor interessante é o facto de ter que haver rasgos para onde o óleo se possa escapar senão o veio com o prato não desce, tal a precisão. Também será de interesse mencionar que o GD pesa 60 Kg.»

O meu não é pesado, mas a precisão está lá. Para introduzir o veio também tenho que o girar, para ele ir retirando o ar de dentro. A precisão é de facto algo que não se pode desprezar. Mas falta algo mais para ser explicado.

O gira-discos resume-se a um prato que deve rodar a determinada velocidade constante e sem interferências de qualquer espécie.
Existem duas abordagens fundamentais no mercado, que disputam entre si uma primazia. Uns viraram-se para a abordagem do tipo suspensão, outros para a massa. Uns ou outros, procuram evitar vibrações externas. Mas existem muitas variantes a ter em conta. Por exemplo, a suspensão interfere de alguma forma na sua prestação (não vou demorar-me aqui a explicar isto, desculpem); por outro lado, os que se viraram para a massa, tem problemas com a fricção dos materiais… sendo que uns e outros têm sempre muito com que se preocupar.
Ouros ainda, ficam pelo meio a debaterem-se com os mesmos problemas… recusando-se a alinhar nessas convicções. A estes há quem lhes chame «tábuas». Lembro o Rega, por exemplo, cujo P9 é o Reference e que no entanto não consegue competir com os melhores.
Ainda, alguns, como certos exemplares do Rui Borges, que seguem um pouco a lógica do misto, visto em SME, Avid… tentando conjugar todos os esforços para o «bem comum», ou seja, reunindo massa e suspensão.
Depois vemos outros, querendo alcançar ainda uma imagem através de uma construção que ultrapassa a questão respeitante que é a de prestação. É a REFERÊNCIA, para marcar um estátus. É aqui que se insere o Goldmund Reference II. Este utiliza materiais invulgares e inacessíveis ao comum dos mortais para se destacar. Certamente que não são estes materiais que fazem com que o GD ofereça uma prestação superior.
No meu caso é bem diferente. Procurei estudar todos os factores e o resultado foi não ceder a nenhuma filosofia, mas respeitar a lei da física. É por isso que não tenho problemas em desafiar qualquer um, seja o SME, o Clearaudio, o Goldmund… a ver se algum deles toca melhor que o meu. Desafio a utilizar os mesmos braços, cabeças, amplificação, etc, na mesma sala e com os mesmos discos, para ver qual toca melhor.
Eu não quero aqui dizer que os produtos não tenham o seu valor. Agora que existe aqui um GRANDE ABSURDO, lá isso existe.
avatar
fm&stereo
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 2443
Idade : 56
Localização : Lisboa
Data de inscrição : 02/11/2008
Pontos/Reputação : 3118

Voltar ao Topo Ir em baixo

[b]E criou-se o mito…[/b]

Mensagem  fm&stereo em 21/4/2009, 02:02

É curioso, sendo tão importante o padrão, para certas pessoas, a questão valor é pura e simplesmente sobjectiva. Bom, eu não construi o meu GD para vender mas, visto que há lugar para tudo no mundo e que este é, em parte, uma obra de arte, acho que devo colocar a hipótese de vender. Assim, se alguém quiser fazer alguma proposta que eu venha a considerar interessante, porque não... lá terei que fazer outro. Very Happy
avatar
fm&stereo
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 2443
Idade : 56
Localização : Lisboa
Data de inscrição : 02/11/2008
Pontos/Reputação : 3118

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [b]E criou-se o mito…[/b]

Mensagem  New Challenger em 21/4/2009, 15:34

Quanto mais vos ouço falar das panóplias das bolachas e das técnicas, afinações, peso e trabalheira que dá a sua manutenção....mais amo o CD e a cassete! Credo! Laughing Laughing Laughing Laughing

_________________
Audio: Amp TagMclaren 60iRv;Tuner TagMclaren T20;Tag McLaren DAC20+CDT20R; Sony XA5ES; MD JA 555ES; Monitor Audio RX1;
Video: Pioneer SC 2022; DVD Pio LX50;Popcorn Hour C200; Col. Monitor Audio Silver 7i; 12i; FXi; LCD Philips 9604

Sons na Serra:TagMclaren 60i + 60iRv;CD Pio PD 9700; Minidisc MD JA 50ES/ JA 333ES/ JA 555ES;
Video
:Pioneer VSX 1015; DVD Pio DV 989; Monitor Audio Silver 7/ 10i/ Kef Coda 7/ + NAD T763/  RS1/ RS LCR/ BR2 / Rel Quake; LED Philips 47PFL7606H

Outside: Minidisc MZ-Rh1.
avatar
New Challenger
Equipa Audiopt - Colaborador
Equipa Audiopt - Colaborador

Número de Mensagens : 1741
Idade : 46
Localização : Barreiro / Serra da estrela
Ocupação : Mandar políticos à fava
Interesses : Dedicar-me aos hobbies
Data de inscrição : 28/05/2007
Pontos/Reputação : 734

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [b]E criou-se o mito…[/b]

Mensagem  fm&stereo em 22/4/2009, 02:01

New Challenger escreveu:Quanto mais vos ouço falar das panóplias das bolachas e das técnicas, afinações, peso e trabalheira que dá a sua manutenção....mais amo o CD e a cassete! Credo! Laughing Laughing Laughing Laughing

«Quem corre por gosto não cansa», já o dizia o povo. Very Happy E se não é por gosto que partilhas conosco isto do áudio, então é porquê? Ora, o que de maior goso existe no áudio é precisamente o analógico que, se bem que a fita master é senhora, o vinilo é o senhor.
Que mais posso dizer?... Laughing
avatar
fm&stereo
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 2443
Idade : 56
Localização : Lisboa
Data de inscrição : 02/11/2008
Pontos/Reputação : 3118

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [b]E criou-se o mito…[/b]

Mensagem  td124 em 22/4/2009, 21:26

fm&stereo escreveu:... No meu caso é bem diferente. Procurei estudar todos os factores e o resultado foi não ceder a nenhuma filosofia, mas respeitar a lei da física. É por isso que não tenho problemas em desafiar qualquer um, seja o SME, o Clearaudio, o Goldmund… a ver se algum deles toca melhor que o meu. Desafio a utilizar os mesmos braços, cabeças, amplificação, etc, na mesma sala e com os mesmos discos, para ver qual toca melhor.
Eu não quero aqui dizer que os produtos não tenham o seu valor. Agora que existe aqui um GRANDE ABSURDO, lá isso existe.

Olà,
entao fm&stereo, é uma crise de identidade ou do blues ? Very Happy
Se para o teu GD nao cedeste a nenhuma filosofia (massa ou suspensao para as que citaste) qual é a receita do teu gira-discos ?

à+
avatar
td124
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 585
Localização : França
Ocupação : Audio designer
Interesses : Tudo o que desperta a alma...
Data de inscrição : 14/02/2009
Pontos/Reputação : 875

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [b]E criou-se o mito…[/b]

Mensagem  fm&stereo em 25/4/2009, 23:36

td124 escreveu:
fm&stereo escreveu:... No meu caso é bem diferente. Procurei estudar todos os factores e o resultado foi não ceder a nenhuma filosofia, mas respeitar a lei da física. É por isso que não tenho problemas em desafiar qualquer um, seja o SME, o Clearaudio, o Goldmund… a ver se algum deles toca melhor que o meu. Desafio a utilizar os mesmos braços, cabeças, amplificação, etc, na mesma sala e com os mesmos discos, para ver qual toca melhor.
Eu não quero aqui dizer que os produtos não tenham o seu valor. Agora que existe aqui um GRANDE ABSURDO, lá isso existe.

Olà,
entao fm&stereo, é uma crise de identidade ou do blues ? Very Happy
Se para o teu GD nao cedeste a nenhuma filosofia (massa ou suspensao para as que citaste) qual é a receita do teu gira-discos ?

à+

Viva td124,
Eu citei as filosofias que rondam o GD, porque deveria explicar o assunto e para que quem não soubesse ficasse a saber. A minha receita é, no fundo, tal como disse, o respeito pela física, pois tudo é física. Naturalmente não será fácil esta explicação, até porque não estou sequer a fazer nenhuma conferência com físicos. Very Happy Mas, basicamente, trata-se de compreender todos os aspectos relativos a esta matéria e procurar conjugá-los da melhor forma possível. Por exemplo, a massa e o que esta implica; a capacidade de absorção de ressonâncias exteriores por parte dos materiais e a forma como estes se aplicam, etc.
Tenho ideia que já por aqui expliquei como é que construi o meu. Se for o caso, depois posto uma melhor explicação.

Boas audições.
avatar
fm&stereo
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 2443
Idade : 56
Localização : Lisboa
Data de inscrição : 02/11/2008
Pontos/Reputação : 3118

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [b]E criou-se o mito…[/b]

Mensagem  td124 em 27/4/2009, 21:08

fm&stereo escreveu:Viva td124,
Eu citei as filosofias que rondam o GD, porque deveria explicar o assunto e para que quem não soubesse ficasse a saber. A minha receita é, no fundo, tal como disse, o respeito pela física, pois tudo é física. Naturalmente não será fácil esta explicação, até porque não estou sequer a fazer nenhuma conferência com físicos. Very Happy Mas, basicamente, trata-se de compreender todos os aspectos relativos a esta matéria e procurar conjugá-los da melhor forma possível. Por exemplo, a massa e o que esta implica; a capacidade de absorção de ressonâncias exteriores por parte dos materiais e a forma como estes se aplicam, etc.
Tenho ideia que já por aqui expliquei como é que construi o meu. Se for o caso, depois posto uma melhor explicação.

Boas audições.

Olà fm&stereo,

é com prazer que a lirei, obrigado

até+
avatar
td124
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 585
Localização : França
Ocupação : Audio designer
Interesses : Tudo o que desperta a alma...
Data de inscrição : 14/02/2009
Pontos/Reputação : 875

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [b]E criou-se o mito…[/b]

Mensagem  fm&stereo em 28/4/2009, 02:13

Então aqui vai. O princípio vem de uma escolha que, condicionada pela questão €conómica, se imponha uma reflexão para voltar ao vinilo novamente. Acabei por comprar o Pro-Ject 1Xpression. Para tirar o máximo partido deste, logo pensei numa MC e a eleição era a Denon DL103. Como sou muito exigente e os €uros não me crescem na carteira, comecei a estudar alternativas. Isto passava obrigatoriamente pelo DIY.
Foi então que comecei com as minhas experiências. Primeiro comecei por construir um braço unipivôt e uma base para este. Ainda estava à espera da DL103 e já tinha entretanto comprado a Dynavector 10X5. Entretanto vou estudando questões como os comportamentos relativamente a vibrações externas etc, e começo a fazer experiências várias. Bases com areia, spikes, molas… até que construí um GD com alguma massa e suspensão, para dois braços. Depois construí um outro também de suspensão mas já só para um braço. Mas o resultado deste agradou-me ainda menos que o anterior que, este sim, funcionava bem.
Entretanto faço uns braços tipo Schroeder Reference. Estes, com cablagem Van den Hul, são os que uso.
Agora, em termos de GD, ainda tinha algum caminho a percorrer. Continuei a estudar estas questões que envolvem um gira-discos, nomeadamente materiais, assim como as suas qualidades e comportamentos; aquilo que envolve toda a problemática, como ressonâncias internas e externas e, por fim, meti mãos à obra. Projectei um novo GD e eis o meu último e definitivo GD.
Mesmo sem a certeza de alguns aspectos, meti mãos à obra, dizia. Desenhei uma base, que depois cortei em MDF, mais uma para fixar a chumaceira e o sobe-prato a esta. Na base acrescentei uma altura para os pés e para o preenchimento da mesma. Fiz umas bases de suporte para os braços e ainda umas para acabamento que coloco no lugar dos bases/braços, que são cheias de granulado de chumbo. Este granulado é utilizado para enchimento da base e igualmente do clamp, que entretanto também faço.
A estrutura onde fixo o motor é igualmente MDF em chapa de alumínio revestida a napa. Ela é fixa ainda com uma fina película de cortiça que faz de junta. Os pés, são feitos de latão, em que o spike é ajustável e bem acompanhado por um robusto corpo de ajuste.
O resultado é simplesmente de absoluta firmeza e estabilidade, em que não há qualquer interferência interna (do motor) nem externa. Aliás, um dos problemas que sempre tive, mesmo com os de suspensão, que era o soalho provocar sempre alguma interferência ao passar por perto, agora não existe mais. Portanto, por um lado com a velocidade controlada electronicamente, por outro, com todos os aspectos físicos controlados, o resultado não pode ser melhor. E contando com o braço que é, não tenho mais palavras. Devo dizer que mesmo que pudesse comprar o melhor GD do mundo, duvido que obteria melhor resultado, modéstia à parte.

Espero que tenha sido suficientemente esclarecedor.

Cumprimentos.
avatar
fm&stereo
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 2443
Idade : 56
Localização : Lisboa
Data de inscrição : 02/11/2008
Pontos/Reputação : 3118

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [b]E criou-se o mito…[/b]

Mensagem  td124 em 28/4/2009, 22:32

Olà fm&stereo,

obrigado de te dares a pena de todas as explicaçoes Shocked . Chego apenas da suiça e estou cansado, amanhâ vou ler o assunto com a cabeça reposada e logo discutimos. Em todo o caso, bravo pelo trabalho e pela filosofia. O xpression (antigo com prato em aluminium) é uma boa escolha. Uma vez mais obrigado pelas explicaçoes.

Até+
avatar
td124
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 585
Localização : França
Ocupação : Audio designer
Interesses : Tudo o que desperta a alma...
Data de inscrição : 14/02/2009
Pontos/Reputação : 875

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [b]E criou-se o mito…[/b]

Mensagem  fm&stereo em 29/4/2009, 00:17

td124 escreveu:Olà fm&stereo,

obrigado de te dares a pena de todas as explicaçoes Shocked . Chego apenas da suiça e estou cansado, amanhâ vou ler o assunto com a cabeça reposada e logo discutimos. Em todo o caso, bravo pelo trabalho e pela filosofia. O xpression (antigo com prato em aluminium) é uma boa escolha. Uma vez mais obrigado pelas explicaçoes.

Até+

Está à vontade.
O prato não é bem alumínio, pois ainda é pesado. Parece ser uma liga entre o alumínio e o ferro-fundido.

Bom descanso.
avatar
fm&stereo
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 2443
Idade : 56
Localização : Lisboa
Data de inscrição : 02/11/2008
Pontos/Reputação : 3118

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [b]E criou-se o mito…[/b]

Mensagem  td124 em 29/4/2009, 06:42

fm&stereo escreveu:
td124 escreveu:Olà fm&stereo,

obrigado de te dares a pena de todas as explicaçoes Shocked . Chego apenas da suiça e estou cansado, amanhâ vou ler o assunto com a cabeça reposada e logo discutimos. Em todo o caso, bravo pelo trabalho e pela filosofia. O xpression (antigo com prato em aluminium) é uma boa escolha. Uma vez mais obrigado pelas explicaçoes.

Até+

Está à vontade.
O prato não é bem alumínio, pois ainda é pesado. Parece ser uma liga entre o alumínio e o ferro-fundido.

Bom descanso.

Olà,

tens razao o prato é em Zamac que é uma liga de aluminio e niquel nao magnetica, tem a avantagem de ser pesada, estavel e de uma frequencia de resonançia mais baixa que o aluminio. Agora é em acrilico que é mais barato Evil or Very Mad . Vou ler a tua descriçao e logo falamos à noite...

até+
avatar
td124
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 585
Localização : França
Ocupação : Audio designer
Interesses : Tudo o que desperta a alma...
Data de inscrição : 14/02/2009
Pontos/Reputação : 875

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [b]E criou-se o mito…[/b]

Mensagem  td124 em 29/4/2009, 22:19

fm&stereo escreveu:Então aqui vai...
...
O resultado é simplesmente de absoluta firmeza e estabilidade
...
o resultado não pode ser melhor. E contando com o braço que é, não tenho mais palavras. Devo dizer que mesmo que pudesse comprar o melhor GD do mundo, duvido que obteria melhor resultado, modéstia à parte.
...

Cumprimentos.

Olà,

Bravo pelo trabalho e pela filosofia aplicada, e visto o que dizes o teu esforço é recompensado pois estas contente do resultado. Com o tempo vais ver que à escuta de outros aparelhos, de outras qualidades, vais ter vontade de evoluir. Se nao for o caso, ai podes dizer que fizeste uma verdadeira obra-prima pessoal. Diz-me mais sobre os teus clones de braço Schroeder, com fotografias e tudo...

Obrigado

Até+
avatar
td124
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 585
Localização : França
Ocupação : Audio designer
Interesses : Tudo o que desperta a alma...
Data de inscrição : 14/02/2009
Pontos/Reputação : 875

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [b]E criou-se o mito…[/b]

Mensagem  fm&stereo em 1/5/2009, 05:07

Viva td124,
Tal como já algures disse, já ouvi muita coisa, desde SME, etc, no entanto, modéstia à parte, nada me pareceu tocar melhor que o meu. Antes pelo contrário.

Sobre o braço, já coloquei no forúm algo sobre ele, mas aqui vai uma breve apresentação.
Como se pode ver no Schroeder, este funciona na mesma. O braço é preso por um fio e é forçado por tracção de um íman forte que o estabiliza. O antiskating é proporcionado com o torcer desse fio.
Aqui ficam umas fotos.
[img][/img] [img][/img] [img][/img] [img][/img]

Boas audições. Very Happy
avatar
fm&stereo
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 2443
Idade : 56
Localização : Lisboa
Data de inscrição : 02/11/2008
Pontos/Reputação : 3118

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [b]E criou-se o mito…[/b]

Mensagem  td124 em 3/5/2009, 23:28

Olà fm&stereo,

obrigado pelas fotografias do braço Shocked BRAVO. Gostava de saber como ele soa, com o que o comparaste.

BREVE QUERO SABER TUDO...

Parabens

Até+
avatar
td124
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 585
Localização : França
Ocupação : Audio designer
Interesses : Tudo o que desperta a alma...
Data de inscrição : 14/02/2009
Pontos/Reputação : 875

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [b]E criou-se o mito…[/b]

Mensagem  fm&stereo em 4/5/2009, 01:26

Viva td124,
Este braço, pode dizer-se, é incomparável com qualquer que seja. O braço é quase como se não existisse, deixando apenas a cabêça dar aquilo que têm, dependendo apenas da cablagem e amplificação... sendo que o sinal não é por assim dizer constrangido pelo braço. Se é que se pode compara com algum outro braço, apenas posso dizer que ao contrário dos outros, este deixa surgir o som natural, dinâmico e com todo o seu esplendor. Cool

Boas audições.
avatar
fm&stereo
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 2443
Idade : 56
Localização : Lisboa
Data de inscrição : 02/11/2008
Pontos/Reputação : 3118

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [b]E criou-se o mito…[/b]

Mensagem  MikeF em 5/5/2009, 21:20

Aqui entre nós, o braço da Schroeder é um clone do Well Tempered... Só que no well tempered acho que não há nenhum iman, mas um peso mergulhado num poço de damping em silicone. Conheço quem tenha um Well Tempered e também goste muito dele.
avatar
MikeF
Profissional
Profissional

Número de Mensagens : 236
Data de inscrição : 28/05/2007
Pontos/Reputação : 314

http://www.ZenAudio.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [b]E criou-se o mito…[/b]

Mensagem  fm&stereo em 6/5/2009, 20:12

MikeF escreveu:Aqui entre nós, o braço da Schroeder é um clone do Well Tempered... Só que no well tempered acho que não há nenhum iman, mas um peso mergulhado num poço de damping em silicone. Conheço quem tenha um Well Tempered e também goste muito dele.

viva MikeF,
Eu nunca houvi o Well Tempered, mas seguindo a lógica de contrução deste diria que é outra coisa... o Scrhoeder é algo de especial. Há já outros seguindo esta filosofia. Por exemplo, o Funk Firm. É daquelas coisas que, só ouvindo. Cool
avatar
fm&stereo
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 2443
Idade : 56
Localização : Lisboa
Data de inscrição : 02/11/2008
Pontos/Reputação : 3118

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [b]E criou-se o mito…[/b]

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum