Os meus pequenos ódios de estimação

Página 4 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Malick em 8/8/2007, 13:44

A música portuguesa é, na maior parte, um lixo total. Maus músicos, ideias pobres, letras ridículas. Mas não admira, visto praticamente não haver educação musical neste País. A Suécia é um exemplo a seguir nesse aspecto (e não só mas estamos a falar de música).
avatar
Malick
utilizador iniciado
utilizador iniciado

Número de Mensagens : 164
Data de inscrição : 31/05/2007
Pontos/Reputação : -5

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  SOUND em 8/8/2007, 13:45

Lembram-se do ZE CABRA affraid , este foi um dos meus maiores odios de estimacao.

A primeira vez que ouvi na radio o Ze Cabra a cantar “deixei tudo por ela” fiquei chocado affraid , como era possivel alguem cantar tao mal e ainda por cima conseguir gravar uma coisa daquelas.
avatar
SOUND
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 2247
Localização : Neverland
Interesses : Divertir-me o maximo que puder
Data de inscrição : 28/05/2007
Pontos/Reputação : 1074

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Conan em 8/8/2007, 13:46

Malick escreveu:A música portuguesa é, na maior parte, um lixo total. Maus músicos, ideias pobres, letras ridículas. Mas não admira, visto praticamente não haver educação musical neste País. A Suécia é um exemplo a seguir nesse aspecto (e não só mas estamos a falar de música).

Para não falar no cinema... lol!
avatar
Conan
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 574
Idade : 44
Localização : Albufeira débs
Ocupação : DJ
Interesses : Curtir
Data de inscrição : 29/05/2007
Pontos/Reputação : 63

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Gorogoro em 8/8/2007, 14:47

Conan escreveu:Deve-se apostar mais nas novas bandas portuguesas, na juventude pois os GNR, Xutos, Veloso, Trovante, Herois do Mar, não eram jovens também quando começaram?? E deixaram a assinatura da musica portuguesa nos anos 80.

Gorogoro: Señor Coconut é grande onda (nem que seja para passar uns bons momentos de divertimento). Que pena que eu não sabia que eles estiveram em PT.

http://www.fmm.com.pt/programa/32_coconut.htm

Cool afro

e foi grátis What a Face
Festival musicas do mundo em sines num palco junto à praia..
(damn.. devia ter avisado!).

Tb há coisas novas e mt fixes na onda da musica tradicional ou world music como lhe quiserem chamar.

Gorogoro
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 325
Idade : 38
Localização : Lisboa
Ocupação : Programador
Interesses : fotografia, desporto, concertos, etc..
Data de inscrição : 29/05/2007
Pontos/Reputação : 52

http://zicazica.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Gorogoro em 8/8/2007, 14:48

Malick escreveu:A música portuguesa é, na maior parte, um lixo total. Maus músicos, ideias pobres, letras ridículas. Mas não admira, visto praticamente não haver educação musical neste País. A Suécia é um exemplo a seguir nesse aspecto (e não só mas estamos a falar de música).

discordo plenamente!

Q bandas te referes?

Gorogoro
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 325
Idade : 38
Localização : Lisboa
Ocupação : Programador
Interesses : fotografia, desporto, concertos, etc..
Data de inscrição : 29/05/2007
Pontos/Reputação : 52

http://zicazica.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Malick em 8/8/2007, 14:53

Gorogoro escreveu:
Malick escreveu:A música portuguesa é, na maior parte, um lixo total. Maus músicos, ideias pobres, letras ridículas. Mas não admira, visto praticamente não haver educação musical neste País. A Suécia é um exemplo a seguir nesse aspecto (e não só mas estamos a falar de música).

discordo plenamente!

Q bandas te referes?

A maior parte do que ouço, costuma ser muito mau. Honrosas excepções, dou-te exemplos de X-Wife (que por acaso até conheço um dos elementos) ou de Weatherman...
avatar
Malick
utilizador iniciado
utilizador iniciado

Número de Mensagens : 164
Data de inscrição : 31/05/2007
Pontos/Reputação : -5

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Gorogoro em 8/8/2007, 15:24

Malick escreveu:
Gorogoro escreveu:
Malick escreveu:A música portuguesa é, na maior parte, um lixo total. Maus músicos, ideias pobres, letras ridículas. Mas não admira, visto praticamente não haver educação musical neste País. A Suécia é um exemplo a seguir nesse aspecto (e não só mas estamos a falar de música).

discordo plenamente!

Q bandas te referes?

A maior parte do que ouço, costuma ser muito mau. Honrosas excepções, dou-te exemplos de X-Wife (que por acaso até conheço um dos elementos) ou de Weatherman...

entao devias corrigir para: "a maior parte da musica portuguesa que EU OIÇO é uma porcaria.."...
Pois a maior parte da musica tuga q ouves nao representa a maior parte da musica tuga existente...
tsk tsk.. E assim se criam anjos e demonios..

Gorogoro
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 325
Idade : 38
Localização : Lisboa
Ocupação : Programador
Interesses : fotografia, desporto, concertos, etc..
Data de inscrição : 29/05/2007
Pontos/Reputação : 52

http://zicazica.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Malick em 8/8/2007, 15:32

Gorogoro escreveu:
Malick escreveu:
Gorogoro escreveu:
Malick escreveu:A música portuguesa é, na maior parte, um lixo total. Maus músicos, ideias pobres, letras ridículas. Mas não admira, visto praticamente não haver educação musical neste País. A Suécia é um exemplo a seguir nesse aspecto (e não só mas estamos a falar de música).

discordo plenamente!

Q bandas te referes?

A maior parte do que ouço, costuma ser muito mau. Honrosas excepções, dou-te exemplos de X-Wife (que por acaso até conheço um dos elementos) ou de Weatherman...

entao devias corrigir para: "a maior parte da musica portuguesa que EU OIÇO é uma porcaria.."...
Pois a maior parte da musica tuga q ouves nao representa a maior parte da musica tuga existente...
tsk tsk.. E assim se criam anjos e demonios..

Ó Goro, então eu ia falar de quê???? Fundamento a minha OPINIÃO no que conheço sobre a música portuguesa e não no que desconheço. Ou achas que faz sentido eu dizer: "não conheço nada de música portuguesa mas acho-a um lixo"! E mantenho: o que vou ouvindo, seja em festivais, rádio, tv, net, seja mainstream, indie, pimba, worldmusic, hiphop, normalmente é muito fraco, ou seja, um lixo!
avatar
Malick
utilizador iniciado
utilizador iniciado

Número de Mensagens : 164
Data de inscrição : 31/05/2007
Pontos/Reputação : -5

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Convidad em 8/8/2007, 15:35

Meninos Laughing portem-se bem, pelo menos é o que as mães dizem lol!

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Gorogoro em 8/8/2007, 15:51

Malick escreveu:
Gorogoro escreveu:
Malick escreveu:
Gorogoro escreveu:
Malick escreveu:A música portuguesa é, na maior parte, um lixo total. Maus músicos, ideias pobres, letras ridículas. Mas não admira, visto praticamente não haver educação musical neste País. A Suécia é um exemplo a seguir nesse aspecto (e não só mas estamos a falar de música).

discordo plenamente!

Q bandas te referes?

A maior parte do que ouço, costuma ser muito mau. Honrosas excepções, dou-te exemplos de X-Wife (que por acaso até conheço um dos elementos) ou de Weatherman...

entao devias corrigir para: "a maior parte da musica portuguesa que EU OIÇO é uma porcaria.."...
Pois a maior parte da musica tuga q ouves nao representa a maior parte da musica tuga existente...
tsk tsk.. E assim se criam anjos e demonios..

Ó Goro, então eu ia falar de quê???? Fundamento a minha OPINIÃO no que conheço sobre a música portuguesa e não no que desconheço. Ou achas que faz sentido eu dizer: "não conheço nada de música portuguesa mas acho-a um lixo"! E mantenho: o que vou ouvindo, seja em festivais, rádio, tv, net, seja mainstream, indie, pimba, worldmusic, hiphop, normalmente é muito fraco, ou seja, um lixo!

ok ok..
eu nao concordo..
nao paro de me surpreender com pessoal tuga q anda prai a fazer musica

Gorogoro
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 325
Idade : 38
Localização : Lisboa
Ocupação : Programador
Interesses : fotografia, desporto, concertos, etc..
Data de inscrição : 29/05/2007
Pontos/Reputação : 52

http://zicazica.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Convidad em 8/8/2007, 19:22

Eu vou mais para o lado do Malick ...

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Gorogoro em 9/8/2007, 08:41

*suspiro*

Crying or Very sad

Gorogoro
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 325
Idade : 38
Localização : Lisboa
Ocupação : Programador
Interesses : fotografia, desporto, concertos, etc..
Data de inscrição : 29/05/2007
Pontos/Reputação : 52

http://zicazica.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Mozartia em 19/8/2007, 17:08

Já agora, e sem querer meter a colher em panela alheia, deixem-se só dizer o seguinte:
Isto da ''Música Portuguesa'' tem muito que se lhe diga. A MP não será uma expressão musical padronizada.

Não sei se poderemos dizer que Portugal será um um país produtor e exportador de música. Temos a música que por cá se faz, bem como os músicos que por cá se produzem. Uns melhores do que outros, outros assim assim, e outros valha-me Deus.

A Música Portuguesa ( alguma ) terá alguma expressão além fronteiras com especial incidência nas comunidades emigrantes.

Calma, não corram comigo á Pedrada só por dizer que a Música Portuguesa tem expressão lá fora juntos dos emigrantes.
Essa música não é nem nunca será a seiva, o tutano da verdadeira musicalidade Portuguesa.

Houve até quem dissesse que é uma música menor, falo da Pimba, óbviamente. Não sei se será, talvez o seja, e serei suspeito, porque aqui para nós é uma expressão musical que nos engorda e atrofia o espírito. Mas isso seria tema para uma outra abordagem. Penso que até essa Pimba, nem sequer se considerará popular e tradicional, não o será com toda a certeza.

Pedro Caldeira Cabral, talvez uma referência, dentro do género, António Pinho Vargas, não interpretando musica popular portuguesa, trouxe até nós um som novo, diferente muito próprio. E saudoso António Variações, Meus Deus, vi-o tantas vezes, até arrepiava

Alguns dos nossos amigos foristas lembrar-se-ão do Saudoso Rock Rendez Vous, ali para os lados da Rua da Beneficiência, outros certamente não se recordarão, pois ainda não eram nascidos, ou ainda gatinhavam.

Pois atrever-me-ei a dizer que por ali passaram os verdadeiros interpretes da Música Portuguesa, que trouxeram ou deram a descobrir a muitos de nós, e eu por mim falo, o que de bom se fazia em terras de D.Afonso Henriques.

Peste & Sida, 7ª Legião, o emblemático e mítico, e unicoAntónio Variações, Mata Ratos, Taxi, os Grandes Pop D'el arte; os Ocaso Épico; Rádio Macau; Trabalhadores do Comércio; Ban; Jafumega; Mão Morta; Banda do Casaco e sua respectiva Né Ladeiras; os Salada de Fruta; Pectrus Castrus dos irmãos Castro; os Tantra do famoso vocalista Armando Gama (que posteriormente se tornou um grande Pimba) com uma musicalidade muito idêntica á dos Genesis de Peter Gabriel e Steve Hackett; os Entre Aspas; GNR, ainda o Rui Reininho dava os 1ºs passos no grupo como guitarrista penso eu, antes de ocupar o lugar definitivo de vocalista, entre muito, e muitos outros que agora não me chegam á memória, que me desculpem esses se não me lembro, não é que não fossem importantes e marcantes, foram com toda a certeza, mas a minha memória já não é o que era., , muitos passaram poelo famoso espaço doRock Rendez Vous, enfim, ó tempo volta para trás.

Ai que saudades, que grandes bandas, foram únicas, singulares e ímpares na musica portuguesa ou Rock Português. Esses sim talvez fossem o que de melhor se fez por cá, foram visionários.
Sim é verdade, não falei de Rui Veloso, Trovante, entre outros, são sem duvida importantes no panorama musical português, mas nem de longe , nem de perto o Pai, ou os Pais do Rock Português Jamais.

Atenção é a minha opinião. Este tema tem muito pano para mangas. Até lá, boas audições.

Mozartia
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Convidad em 19/8/2007, 17:42

E muito bem dada.
Só um reparo, Os Genesis eram do Peter Gabriel? não quererias dizer Phil Colins?

Malick Amigo, agora aproveita algumas referências aqui dadas e vai ouvir umas coisitas.Verás que a opinião que tens da música Portuguesa mudará.

Um abraço

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Astra em 19/8/2007, 18:13

BULAWAYO escreveu:E muito bem dada.
Só um reparo, Os Genesis eram do Peter Gabriel? não quererias dizer Phil Colins?

Malick Amigo, agora aproveita algumas referências aqui dadas e vai ouvir umas coisitas.Verás que a opinião que tens da música Portuguesa mudará.

Um abraço

Claro que os Genesis eram do Peter Gabriel!... O Phil Colins limitou-se a transformar uma grande banda numa coisa abjecta.

Astra
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 207
Data de inscrição : 03/06/2007
Pontos/Reputação : 84

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Convidad em 19/8/2007, 18:23

OK,OK

Desculpem lá. Só começei a reparar neles nessa altura, depois de se terem transformado nessa coisa abjecta. Smile
Quanto ao P.Gabriel sempre gostei dele mas, se sabia das origens, não me lembro, o que vai dar ao mesmo.

Abraço

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Convidad em 19/8/2007, 18:42

Ler o post do Mozartiano, fez-me recuar no tempo... porra estamos velhos para cacete! As tardes do Falcão Metálico no Rock Rendez Vous e... não tendo nada a ver com o tópico, os programa de rádio Lança Chamas, Som da Frente, Hora do Lobo e Rock em Stock... enfim bons tempos (fase do metal)!

Conclusão, temos boa música... mas como não costumas passar nas rádios com a mesma frequência que as restantes, é preciso procurar!

A formação inicial dos Genesis era composta por Peter Gabriel, Chris Stewart, Mike Rutherford, Tony Banks e Anthony Phillips. Phill Collins só entra em 69 ou 70.


Última edição por em 19/8/2007, 18:49, editado 2 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Mozartia em 19/8/2007, 18:47

Os Genesis, não seriam Genesis, se não tivessem passado por eles os dois mentores principais: Peter Gabriel, e o guitarrista Steve Hackett. estes são e serão os verdadeiros Genesis.

Após a saída de um e de outro, Genesis?, aonde scratch
A partir do Album: ...and then there were three..., ainda com influências de Gagriel, e Hackett instrumentais notórias, GENESIS nem vê-los, muito menos ouvi-los.

Mozartia
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Mozartia em 19/8/2007, 18:53

vrt escreveu:Ler o post do Mozartiano, fez-me recuar no tempo... porra estamos velhos para cacete! As tardes do Falcão Metálico no Rock Rendez Vous e... não tendo nada a ver com o tópico, os programa de rádio Lança Chamas, Som da Frente, Hora do Lobo e Rock em Stock... enfim bons tempos (fase do metal)!

Conclusão, temos boa música... mas como não costumas passar nas rádios com a mesma frequência que as restantes, é preciso procurar!

A formação inicial dos Genesis era composta por Peter Gabriel, Chris Stewart, Mike Rutherford, Tony Banks e Anthony Phillips. Phill Collins só entra em 69 ou 70.


Nem me fale nisso caro amigo, esses programas de rádio do António Sérgio, que saudades. A hora do lobo ainda existe, penso eu...
Mas atenção não era do metal, eram na sua maioria musica independente: O Som da frente, a Hora do Lobo, era musica independente, agora o Lança Chamas , não sei se seria Metal.

Então da formação original dos Genesis, o Steve Hackett, era a peça fulcral do projecto. Não se recorda?

Mozartia
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Convidad em 19/8/2007, 18:57

Bem, já vi que com estes cotas tenho que me lembrar do que não sei e ir á Net fazer pesquisa. Laughing

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Convidad em 19/8/2007, 19:08

A fase do metal, era a que eu estava a passar Very Happy

O Lança Chamas, também feito pelo António Sérgio, era o que passava música mais pesada; Black Sabbath, Deep Purple entre outros.

Mas Steve Hackett não é dos elementos iniciais. Ele entrou +/- na altura do Phill Collins, ou estou enganado?

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Convidad em 19/8/2007, 19:11

Oláááááá vrt!
A pergunta era para mim? Se era a resposta é : nã sei Rolling Eyes Rolling Eyes

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Convidad em 19/8/2007, 19:15

BULAWAYO escreveu:Oláááááá vrt!
A pergunta era para mim? Se era a resposta é : nã sei Rolling Eyes Rolling Eyes

Nop. A pergunta não era para ti.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Mozartia em 19/8/2007, 19:24

Perdão, é Stephen Hackett, e não Steve como erradamente escrevi.

Não tenho a certeza de data de entrada de S.H. Mas Phil collins era o baterista, e penso que S.H já andava nos Genesis.

Agora esse Chris Stewart, não foi um posterior baterista que foi substituir o Collins, e que este foi substituir o Gabriel após a sáida deste.

Eh pá que grande confusão scratch

Mozartia
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Mozartia em 19/8/2007, 19:28

Não, não, não há cá pesquisas, é tudo de carola Cool Very Happy

Mozartia
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Convidad em 19/8/2007, 19:39

Eu sei que os Genesis nunca foram muito estaveis na bateria, até à chegada do Phill Collins. Mas agora só olhando para os albuns é que consigo dizer quem é que sucedeu a quem.

Steve ou Stephen, desde que acabe em Hackett e desde que estejamos a falar dos Genesis, é a mesma pessoa. É o que faz ser artista.

Foram muitos anos atrás do balcão de uma discoteca (hippodrome). Alguma coisa havia de ficar, não?

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Convidad em 19/8/2007, 19:42

E quem disse o contrário? Rolling Eyes
Euuuu é tenho de ir pesquisar,e depois tomar notas. Já nem me lembro o que comi ontem. Smile

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Mozartia em 19/8/2007, 19:46

Amigo Bulawayo cheers:

Eu percebi. Eu fui foi aqui aos meus vinilos dos Genesis confirmar a tal dita cuja duvida.

Já estamos e como muito bem dizes, mesmo cotas.


abraço

Mozartia
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Convidad em 19/8/2007, 20:06

AÁÁÁÁ já me sinto melhor. Smile Smile Cool Cool
Afinal não estou tão caduco como pensava.É o que eu digo, á escrita falta-lhe a entoação da comunicação oral.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Mozartia em 19/8/2007, 20:13

BULAWAYO escreveu:AÁÁÁÁ já me sinto melhor. Smile Smile Cool Cool
Afinal não estou tão caduco como pensava.É o que eu digo, á escrita falta-lhe a entoação da comunicação oral.

Pois claro Very Happy cheers

Mozartia
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os meus pequenos ódios de estimação

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum