Logitech Squeezebox Touch + disco rigido + Dac

Ir em baixo

Logitech Squeezebox Touch + disco rigido + Dac

Mensagem  naka9 em 11/2/2013, 21:34

Até agora li centenas de páginas - em fórums, webzines, revistas - sobre o Logitech Squeezebox Touch (SBT) na esperança de entender como instalar e configurar aquele que parece ser um dos aparelhos de maior sucesso do seu género.

O facto de o SBT nunca ter sido comercializado em Portugal sempre me pareceu estranho, não só porque a marca está presente de forma esmagadora no mercado de periféricos de informática, mas também pelo preço pedido, cerca de 250 Euros: uma pechincha!
Após perceber o potencial da máquina – ajudado também pela excelente review publicada na Stereophile - comprei um SBT no estrangeiro, mesmo quando a marca já tinha anunciado que iria descontinuar o produto.

Este texto pretende relatar minhas experiências e ajudar a todos que tenham em mãos um SBT e se encontram na fase inicial do set-up, mas especialmente aqueles usuários que tal como eu apenas quer usar o SBT como transporte digital, utilizando principalmente um disco rígido externo.

Actualmente tenho Instalado tanto o LMS v7.7.2 – r33983 como o Enhanced Digital Output v8.0 (EDO).

Como a maioria dos utilizadores sabem, o EDO é um 3rd party app - generosamente cedido pelo seu criador, o Triode – um upgrade (cujo download e instalação é feita no próprio aparelho em escassos minutos) que permite que o SBT seja usado como um transporte de alta qualidade conectado a um conversor digital-analógico.

Mais informações sobre o EDO em: http://forums.slimdevices.com/showthread.php?94512-Announce-Enhanced-Digital-Output-app-USB-Dac-and-192k-Digital-Ouput

Existem várias opções incluídas nesta aplicação, que permitirá ao usuário configurar alguns parâmetros.
Eu estou usando os seguintes, instalados pela mesma ordem:

- Kernel Idle Option > Avoid Low Power During Playback
- Buffer tunning > Large + Randomize CPU
- Display Off > Installed v0.1

Outra opção indispensável é:
- Settings > Audio > Volume Adjustment > No volume ajustment

Estas configurações estão permitindo bons resultados em qualidade sonora, mas ainda estou tentando outras combinações possíveis - embora eu suspeito que os resultados serão também muito dependentes do restante sistema e mídia (música – amplificador - colunas - sala).

Eu não instalei as também populares modificações do Soundcheck-Audio, na versão TT 3.0, porque eu estou a usar apenas o Tiny LMS e não quero conectar o SBT a um computador ou um dispositivo NAS.

Resumo a configuração do meu sistema e o processo de tratamento de ficheiros:

A – O sistema:

Logitech Squeezebox Touch

Power supply: S-Booster swich mode + Power Supply
Hard Drive: Western Digital Elements Portable usb 3.0 1Tb HDD (w/ stock cable)
Digital Cable: Audioquest Vídeo Z Rca-Rca 1m
Rca – Bnc adapter: Viablue Rca – Bnc gold (*)
Impedance adapter: Neutrik NADITBNC-MX (*)
Dac: Musical Fidelity M1-DAC (latest version)
Interconnects: Acoustic Zen Matrix Reference II 1m Xlr-Xlr
Mains cable: Furutech G-320Ag-18-E (for Dac)

Modem: Tp-Link TL-WR841ND 300Mbps Wireless
Wifi Extender: Tp-Link TL-WA850RE (w/ stock LAN cable)

Tablet: Samsung Galaxy Tab 10.1 8Gb
App: Logitech Squeezebox controller Android 4.0 - App v1.1.4

(*) Ambos os itens necessários apenas se se quiser usar a entrada digital XLR do Dac.
A entrada coaxial Rca digital no meu M1-DAC já estava ocupada por um leitor de cd Rega Apollo.


B – Instruções para os arquivos de música:

1 – Eu converto sempre os cds ou arquivos existentes para FLAC (compressão nível 0) usando o DBpoweramp CD Ripper.

2 – Cada disco é separado numa pasta individual, contendo apenas as faixas de musica (com numero e nome) e uma imagem JPEG da arte da capa (máximo de 500x500 px).
Há muitas fontes para obter a arte da capa, mas normalmente eu uso o site allmusic.com

3 - Se necessário eu uso a ferramenta CUE Tools para separar as faixas de um único arquivo de áudio.

4 – O Mp3tag é um editor de tag universal, que permite limpar todas as informações adicionais contidas nos arquivos FLAC e embeber a arte da capa neles.

5 – O disco rígido deve ser formatado em FAT32 antes de preenchê-lo com os arquivos finalizados. Existem muitas ferramentas gratuitas on-line para fazer isso.



Observações:

- A Fonte de Alimentação S-Booster fez uma melhoria real.

- O mesmo é verdade para o cabo interconnect digital. Um cabo audiófilo é essencial.

- Um rápido e moderno disco rígido 2,5'' terá um desempenho muito melhor do que algo feito à mais de 3 anos atrás. Tenho excelentes experiências com os WD e Toshiba.
O WD que uso actualmente é alimentado através do usb sem nenhum problema.

- A importância do re-tagging dos ficheiros e de neles embeber os Jpegs com a arte é óbvia: o meu disco rígido contém 600gb de música (645 álbuns - 6500 faixas), mas apenas leva ao SBT menos de 3 minutos para fazer um scan completo.

- Eu tenho o modem principal (sem fios) no piso anterior e quando opto por usar o SBT em modo wireless consigo ouvir todos os arquivos contidos no disco rígido sem problemas, com a excepção de ocasionais perdas de sinal (e de som) com ficheiros 24/192.

- Uma gravação 16/44 tem a melhor qualidade de som do que uma pobre remasterização em 24/192. Alguns ficheiros em 24/96 oferecem de facto alguma melhoria na qualidade, especialmente em gravações digitais mais modernas. Como tal, não espere 24/192 será o bilhete garantido para um grande som.

- Os ficheiros oriundos de SHM-CD (prensagens Japonesas) são geralmente brilhantes e sem corpo. Especialmente as remasterizações de gravações antigas.

- Em algumas gravações o Rega Apollo (utilizado apenas como transporte e ligado ao mesmo Dac) oferece um som mais prolongado, mais fluido e relaxado ... e com melhor resposta dos graves.

- Por fim, não tenho registo de problemas com o SBT. Uso-o durante várias horas por dia e é um aparelho muito estável.


A única coisa que desejo é que alguém desenvolva uma forma (através de um aplicativo 3rd party app), que permita cortar a energia (e voltar a ligar quando necessário) da saída usb. Quando ejectado do SBT - utilizando o menu apropriado - o disco rigido continua a trabalhar (embora a uma velocidade muito mais baixa) e mantém o led a piscar!
Essa app evitaria assim a necessidade desconectar o disco rígido da entrada usb.

Boas audições

naka9
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 389
Data de inscrição : 28/05/2007
Pontos/Reputação : 19

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Logitech Squeezebox Touch + disco rigido + Dac

Mensagem  Julião em 12/2/2013, 00:02

Curiosamente tambêm uso uma SBtouch com bons resultados embora no meu caso tenha desativado a placa wireless interna e isolado a traseira do monitor internamente e utilizo a placa de rede interna ligada a um wireless client externo enquanto a alimentação é efectuada por uma bateria recarregável de 6Volts directamente e funciona muito bêm.
Raramente a utilizo como transporte via USB e quando o faço prefiro discos sólidos ou memórias porque é outra loiça.



Ops já me esquecia de mencionar que tambêm lhe apliquei um "The Micro Clock 2" que elevou a SBT a outro nivel Twisted Evil
http://fidelityaudio.co.uk/clocks.html

Cumps
avatar
Julião
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 278
Idade : 49
Localização : Oeiras
Interesses : Muita musica
Data de inscrição : 24/09/2010
Pontos/Reputação : 477

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Logitech Squeezebox Touch + disco rigido + Dac

Mensagem  manel1 em 12/2/2013, 08:36


Também eu estava interessado numa SB, ficaram assim esclarecidas algumas dúvidas, obrigado.

manel1
Equipa Audiopt - Moderação
Equipa Audiopt - Moderação

Número de Mensagens : 2058
Localização : Lamego
Ocupação : Electromecanico
Interesses : Música, leitura
Data de inscrição : 02/12/2009
Pontos/Reputação : 2461

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Logitech Squeezebox Touch + disco rigido + Dac

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum