Franz Schubert (1797–1828)

Ir em baixo

Franz Schubert (1797–1828)  Empty Franz Schubert (1797–1828)

Mensagem  ricardo onga-ku em 2/12/2011, 10:27

Franz Schubert (1797–1828)  Schubert1

Franz Schubert (1797–1828)

_________________
"O homem, uma vez abdicando da razão,
não tem defesa contra o absurdo, a monstruosidade,
e tal como um navio sem leme fica à mercê dos ventos.
A esses, a credulidade toma o leme da mão da razão
e a mente converte-se num naufrágio."

Thomas Jefferson
ricardo onga-ku
ricardo onga-ku
Equipa Audiopt - Colaborador
Equipa Audiopt - Colaborador

Número de Mensagens : 2980
Localização : Terra d'Angles
Data de inscrição : 09/01/2010
Pontos/Reputação : 4662

Voltar ao Topo Ir em baixo

Franz Schubert (1797–1828)  Empty Re: Franz Schubert (1797–1828)

Mensagem  ricardo onga-ku em 2/12/2011, 10:27

Franz Schubert (1797–1828)  514tYzIMwJL._SL500_AA300_

Franz Schubert (1797–1828): Sinfonia nº 9
Günter Wand, Berliner Philharmoniker
RCA

_________________
"O homem, uma vez abdicando da razão,
não tem defesa contra o absurdo, a monstruosidade,
e tal como um navio sem leme fica à mercê dos ventos.
A esses, a credulidade toma o leme da mão da razão
e a mente converte-se num naufrágio."

Thomas Jefferson
ricardo onga-ku
ricardo onga-ku
Equipa Audiopt - Colaborador
Equipa Audiopt - Colaborador

Número de Mensagens : 2980
Localização : Terra d'Angles
Data de inscrição : 09/01/2010
Pontos/Reputação : 4662

Voltar ao Topo Ir em baixo

Franz Schubert (1797–1828)  Empty Re: Franz Schubert (1797–1828)

Mensagem  ricardo onga-ku em 2/12/2011, 10:29


_________________
"O homem, uma vez abdicando da razão,
não tem defesa contra o absurdo, a monstruosidade,
e tal como um navio sem leme fica à mercê dos ventos.
A esses, a credulidade toma o leme da mão da razão
e a mente converte-se num naufrágio."

Thomas Jefferson
ricardo onga-ku
ricardo onga-ku
Equipa Audiopt - Colaborador
Equipa Audiopt - Colaborador

Número de Mensagens : 2980
Localização : Terra d'Angles
Data de inscrição : 09/01/2010
Pontos/Reputação : 4662

Voltar ao Topo Ir em baixo

Franz Schubert (1797–1828)  Empty Re: Franz Schubert (1797–1828)

Mensagem  MikeF em 2/12/2011, 16:30

Sou fã das sonatas para piano, especialmente da D960, a ultima que compôs antes de morrer.
É curioso que um andamento dos trios para piano que se tornou popular num filme de Stanley Kubrick - Barry Lindon - foi eleito há poucos anos pelos ouvintes da Antenne 2 como a sua peça favorita, o que é surpeendente porque trios para piano não são das peças mais populares...

MikeF
MikeF
Profissional
Profissional

Número de Mensagens : 236
Data de inscrição : 28/05/2007
Pontos/Reputação : 314

http://www.ZenAudio.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Franz Schubert (1797–1828)  Empty Re: Franz Schubert (1797–1828)

Mensagem  Orion em 2/12/2011, 23:23

É deveras inspirador Wink . Será que se arranja na dacapo records, Miguel?

_________________
Carpe Diem
Orion
Orion
Equipa Audiopt - Admin.
Equipa Audiopt - Admin.

Número de Mensagens : 4625
Idade : 48
Localização : bem localizado
Ocupação : escutophilia
Interesses : so many
Data de inscrição : 28/06/2007
Pontos/Reputação : 2572

Voltar ao Topo Ir em baixo

Franz Schubert (1797–1828)  Empty Re: Franz Schubert (1797–1828)

Mensagem  MikeF em 3/12/2011, 00:12

Em vinyl não faço ideia. Mas tenho em cd e em sacd. A versão em cd é dos Florestan trio, na hyperion. Cara, mas boa.
MikeF
MikeF
Profissional
Profissional

Número de Mensagens : 236
Data de inscrição : 28/05/2007
Pontos/Reputação : 314

http://www.ZenAudio.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Franz Schubert (1797–1828)  Empty Re: Franz Schubert (1797–1828)

Mensagem  ricardo onga-ku em 3/12/2011, 10:36

Boa dica!
Vou investigar...

_________________
"O homem, uma vez abdicando da razão,
não tem defesa contra o absurdo, a monstruosidade,
e tal como um navio sem leme fica à mercê dos ventos.
A esses, a credulidade toma o leme da mão da razão
e a mente converte-se num naufrágio."

Thomas Jefferson
ricardo onga-ku
ricardo onga-ku
Equipa Audiopt - Colaborador
Equipa Audiopt - Colaborador

Número de Mensagens : 2980
Localização : Terra d'Angles
Data de inscrição : 09/01/2010
Pontos/Reputação : 4662

Voltar ao Topo Ir em baixo

Franz Schubert (1797–1828)  Empty Re: Franz Schubert (1797–1828)

Mensagem  MikeF em 4/12/2011, 19:55

Outra dica: o quarteto A morte e a donzela - Death and the Maiden em inglês...
dos quartetos de cordas mais interessantes que conheço. No seu todo, acho uma obra mais interessante que o trio para piano acima, embora aquele andante seja qualquer coisa sublime.
MikeF
MikeF
Profissional
Profissional

Número de Mensagens : 236
Data de inscrição : 28/05/2007
Pontos/Reputação : 314

http://www.ZenAudio.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Franz Schubert (1797–1828)  Empty Re: Franz Schubert (1797–1828)

Mensagem  nole em 15/1/2014, 22:34

Franz Schubert nasceu num pequeno subúrbio de Viena. Aos seis anos, entrou na escola de Lichtenthal, onde passou alguns dos melhores anos da sua vida. A sua educação musical começou também por esta altura. O seu pai transmitiu-lhe alguns conhecimentos rudimentares sobre violino e o seu irmão, Ignaz, iniciou-o no piano.

Aos sete anos, foi entregue à guarda de Michael Holzer, o mestre de capela da igreja de Lichtenthal. As lições de Holzer consistiam mais em manifestações de espanto por parte do mestre.

Aos 11 anos foi ouvido por Antonio Salieri, compositor oficial da corte (que também foi mestre de Mozart), o que lhe valeu um lugar de soprano no coro da corte e uma bolsa de estudo num dos melhores colégios de Viena. Depois, foi uma vida de criação e produtividade imensas.

A obra de Franz Schubert não teve grande reconhecimento por parte do público durante a sua curta vida. Teve sempre dificuldade em assegurar um emprego permanente, vivendo muitas vezes à custa de amigos e do trabalho que o pai lhe dava. Conseguia ganhar algum dinheiro com obras que publicava e, ocasionalmente, dando explicações de instrução musical. Só no último ano de vida conseguiu alguma aceitação por parte do público.

Franz Schubert (1797–1828)  Schubert_portrait
nole
nole
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 557
Data de inscrição : 28/06/2009
Pontos/Reputação : 813

Voltar ao Topo Ir em baixo

Franz Schubert (1797–1828)  Empty Re: Franz Schubert (1797–1828)

Mensagem  nole em 15/1/2014, 22:46

A sua saúde deteriorou-se no auge da sua actividade criativa. Morreu no dia 19 de Novembro, na casa do seu irmão Ferdinand, em Viena, com 31 anos de idade e sem quaisquer recursos financeiros. Parecia ter morrido um qualquer vagabundo, desprezado por quase todos, boémio miserável que nunca tivera para tocar senão um piano alugado com o dinheiro que um amigo rico lhe emprestava.

nole
nole
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 557
Data de inscrição : 28/06/2009
Pontos/Reputação : 813

Voltar ao Topo Ir em baixo

Franz Schubert (1797–1828)  Empty Re: Franz Schubert (1797–1828)

Mensagem  nole em 15/1/2014, 23:00

Franz Schubert (1797–1828)  L9ul

Franz Schubert (1797–1828)  O9dq
nole
nole
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 557
Data de inscrição : 28/06/2009
Pontos/Reputação : 813

Voltar ao Topo Ir em baixo

Franz Schubert (1797–1828)  Empty Re: Franz Schubert (1797–1828)

Mensagem  manel1 em 15/1/2014, 23:16

Viva Nole

Que tal a qualidade de gravação desses CDs? É boa ou encontra-se melhor com outras editoras (se for caso disso).

manel1
Equipa Audiopt - Moderação
Equipa Audiopt - Moderação

Número de Mensagens : 2069
Localização : Lamego
Ocupação : Electromecanico
Interesses : Música, leitura
Data de inscrição : 02/12/2009
Pontos/Reputação : 2463

Voltar ao Topo Ir em baixo

Franz Schubert (1797–1828)  Empty Re: Franz Schubert (1797–1828)

Mensagem  nole em 23/3/2014, 21:11

manel1 escreveu:Viva Nole

Que tal a qualidade de gravação desses CDs? É boa ou encontra-se melhor com outras editoras (se for caso disso).


Boas,

Caro Manel, lamento mas não posso ajudar, porque não faço ideia se neste momento existem melhores gravações! Faz muito tempo que não acrescento CD’s à minha colecção, ando afastado no que se refere a compras.

Estes que costumo postar são sempre compras muito antigas… Limito-me a ouvir o que tenho!

Mas, no caso da música clássica, para além da gravação, depara-se com outro factor, a interpretação que é capaz de ser o mais importante do que a própria gravação…

O que lhe posso dizer, é que por vezes prefiro determinado CD, não pela qualidade da gravação, mas pela interpretação…
nole
nole
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 557
Data de inscrição : 28/06/2009
Pontos/Reputação : 813

Voltar ao Topo Ir em baixo

Franz Schubert (1797–1828)  Empty Re: Franz Schubert (1797–1828)

Mensagem  sales em 23/3/2014, 23:13

[/quote]Mas, no caso da música clássica, para além da gravação, depara-se com outro factor, a interpretação que é capaz de ser o mais importante do que a própria gravação…

O que lhe posso dizer, é que por vezes prefiro determinado CD, não pela qualidade da gravação, mas pela interpretação…[/quote]

Ora ai está Franz Schubert (1797–1828)  969831 por exemplo a mesma sinfonia pela batuta de Leonard Bernstein não tem nada a ver com a de Claudio Abbado
sales
sales
utilizador iniciado
utilizador iniciado

Número de Mensagens : 193
Idade : 36
Localização : Angra do Heroismo, Terceira, Açores
Interesses : ralis,musica,copos
Data de inscrição : 17/06/2009
Pontos/Reputação : 270

Voltar ao Topo Ir em baixo

Franz Schubert (1797–1828)  Empty Re: Franz Schubert (1797–1828)

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum