Construção passo a passo de cabo de setor a baixo custo...

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ir em baixo

Re: Construção passo a passo de cabo de setor a baixo custo...

Mensagem  jpinto em 10/2/2011, 17:38

Os cabos apresentam uma indutância no caminho do sinal e uma capacidade em paralelo ambos provocam atenuação nas altas frequências. E estes valores dependem do comprimento do cabo, quando maior pior.

Nos cabos de alimentação não é critico pois normalmente as fontes de alimentação respondem melhor na altas frequências do que nas baixas.
avatar
jpinto
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 209
Localização : Lisboa
Data de inscrição : 10/03/2009
Pontos/Reputação : 367

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Construção passo a passo de cabo de setor a baixo custo...

Mensagem  EkvalkppK em 15/2/2011, 23:36

jpinto escreveu:Os cabos apresentam uma indutância no caminho do sinal e uma capacidade em paralelo ambos provocam atenuação nas altas frequências. E estes valores dependem do comprimento do cabo, quando maior pior.

Nos cabos de alimentação não é critico pois normalmente as fontes de alimentação respondem melhor na altas frequências do que nas baixas.

Boas! Estou 100% de acordo. O cabo quanto mais curto fôr, será menos influenciado por estas condicionantes. E as medições destas condicionantes são sempre dadas de referência para um metro.
avatar
EkvalkppK
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 361
Idade : 44
Localização : São Miguel - Açores
Ocupação : Técnico Comercial
Interesses : Hi-end, Car audio, DIY, Música com excelente qualidade.
Data de inscrição : 25/02/2009
Pontos/Reputação : 625

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Construção passo a passo de cabo de setor a baixo custo...

Mensagem  ricardo onga-ku em 16/2/2011, 10:08

Tendo em conta a enorme quantidade de metros de cabo "banal" desde o posto de transformação até à tomada o que é que se pode esperar de um metro de cabo de sector dedicado? study
avatar
ricardo onga-ku
Equipa Audiopt - Colaborador
Equipa Audiopt - Colaborador

Número de Mensagens : 2979
Localização : Terra d'Angles
Data de inscrição : 09/01/2010
Pontos/Reputação : 4660

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Construção passo a passo de cabo de setor a baixo custo...

Mensagem  Mfigueiredo em 16/2/2011, 10:40

jpinto escreveu:Os cabos apresentam uma indutância no caminho do sinal e uma capacidade em paralelo ambos provocam atenuação nas altas frequências. E estes valores dependem do comprimento do cabo, quando maior pior.

Nos cabos de alimentação não é critico pois normalmente as fontes de alimentação respondem melhor na altas frequências do que nas baixas.

Subscrevo.

Aliás, a qualidade dos cabos começa precisamente por estes parâmetros: Baixa impedância, o que implica baixa resistência, baixa indutância e baixa capacitância.

No caso dos cabos de alimentação, a minha percepção é de que a qualidade deve começar nos contactos. E deve começar pela qualidade da tomada da parede e só depois se deve passar para o cabo em si. A blindagem é importante para evitar as induções parasitas.

Mas há uma coisa de que normalmente nos esquecemos e que para mim é de extrema importância: Para os "DIYers" nem será tanto o incremento nas questões sonoras. Embora esse seja o objectivo, é frequente não haver nada de novo, a não ser uma satisfação muito especial pelo facto de termos experimentado algo feito por nós. E não nos podemos esquecer do efeito psicológico. É normal vermos/ouvirmos coisas que mais ninguém consegue. Isto pelo simples facto de que somos nós o "pai" da criança.

Eu, como a maioria dos "DIYers" convictos, sinto um prazer muito especial quando experimento mais um "apetrecho" acabadinho de fazer...
avatar
Mfigueiredo
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 540
Localização : Viseu
Interesses : Música e o resto
Data de inscrição : 09/06/2007
Pontos/Reputação : 607

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Construção passo a passo de cabo de setor a baixo custo...

Mensagem  ricardo onga-ku em 16/2/2011, 11:09

Astra escreveu:Enrolam-se três condutores de secção indefinida com fita de canalizador, embrulha-se tudo isto com revestimento de corda e de repente passamos a ter (a julgar pelas intervenções entusiastas) a “next big thing” dos cabos de alimentação eléctrica. O facto do mercado ter soluções estruturalmente idênticas mais baratas e melhor construídas é completamente irrelevante. Alguém se questionou sobre a fundamentação técnica (se é que existe alguma) que está por detrás desta realização? Que problemas associados à qualidade da energia que chega às fontes de alimentação dos nossos equipamentos ele vem resolver? Quais os parâmetros afectados? A amplitude da onda de tensão ficou mais estável? A distorção harmónica baixou? A banda de variação da frequência fundamental estreitou?

Bem vistas as coisas o cabo até ficou bonitinho… e, provavelmente, ao contrário do que eu pensava, este tópico não tenha nada a ver com Hi-Fi, mas com decoração. Assim sendo as minhas desculpas.
bluemonday escreveu:Caro Astra com todo o respeito é um cabo Do it Yourself . Desde que o obreiro goste das melhorias que introduziu no sistema...

Diria que 90% dos projectos DIY que estão na net não são testados cientificamente , daí a experiência empirica que é o DIY.
bluemonday escreveu:"Um DIY, não tem que ser propriamente um experiente empírico, esse não é o espírito do DIY, esse é o espírito aventureiro e muitas vezes de afirmação pessoal ou interesseiro de algumas pessoas ditas DIY.
Mas tem toda a razão quando diz que é o espírito de 90% dos ditos que escrevinham na NET, mas a net é isso mesmo... está aberta a tudo o que há de melhor e do que há de pior. Mas este assunto dava pano para mangas ... e certamente o poste não foi feito com a intenção de discutir este assunto que infelizmente nos preocupa cada vez mais"


Se calhar não me fiz entender : Actualmente o espirito que a comunidade DIY leva hoje em dia é grande parte empirica . Antigamente o espirito era outro , assim como a maneira de abordar a audiofilia hoje em dia é totalmente diferente dos anos 80/90 "quando a internet ainda estava no seu começo".

O espirito aventureiro nunca pode ter a creditação que tem o científico . Passa pela cabeça das pessoas filtrar o que é credível e o que não é . Basicamente é o problema da informação e desinformação que existe hoje na internet sobre os mais diversos asssuntos.


Não acho que o forum tenha ignorado o DIY : ha alturas de maior participação outras de menor , ha topicos devidamente fundamentados outros nem tanto.
Mfigueiredo escreveu:Mas há uma coisa de que normalmente nos esquecemos e que para mim é de extrema importância: Para os "DIYers" nem será tanto o incremento nas questões sonoras. Embora esse seja o objectivo, é frequente não haver nada de novo, a não ser uma satisfação muito especial pelo facto de termos experimentado algo feito por nós. E não nos podemos esquecer do efeito psicológico. É normal vermos/ouvirmos coisas que mais ninguém consegue. Isto pelo simples facto de que somos nós o "pai" da criança.

Eu, como a maioria dos "DIYers" convictos, sinto um prazer muito especial quando experimento mais um "apetrecho" acabadinho de fazer...

Compreendo perfeitamente esse prazer de produzir acessórios e componentes com as nossas próprias mãos, e só não me meto em projectos de bricolage por falta de (um) espaço (adequado) e acima de tudo por falta de jeito de mãos.

Mas não posso deixar de dar razão ao Astra; muitos dos projectos que aparecem nos fóruns têm como objectivo apenas a execução de mais um cabo ou par de colunas, ignorando a parte técnica e consequentemente o desempenho dos mesmos.
O DIY é louvável, mas parece-me um pouco pobre que muitos praticantes desta disciplina não passem de meros executantes jeitosos, tendo em conta que se trata de Audio ou reprodução doméstica de gravações de música onde o objectivo não é o equipamento ou acessório per se mas a qualidade do SOM.

音楽
avatar
ricardo onga-ku
Equipa Audiopt - Colaborador
Equipa Audiopt - Colaborador

Número de Mensagens : 2979
Localização : Terra d'Angles
Data de inscrição : 09/01/2010
Pontos/Reputação : 4660

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Construção passo a passo de cabo de setor a baixo custo...

Mensagem  Joao Paulo em 16/2/2011, 11:50

onga-ku escreveu:muitos dos projectos que aparecem nos fóruns têm como objectivo apenas a execução de mais um cabo ou par de colunas, ignorando a parte técnica e consequentemente o desempenho dos mesmos.
O DIY é louvável, mas parece-me um pouco pobre que muitos praticantes desta disciplina não passem de meros executantes jeitosos

Executar cabos ou colunas é muito diferente...

Fazer um bom par de colunas não é para quem quer, mas para quem sabe... é um mix de arte e engenharia...e não é algo que possa ser executado por qualquer DIYer. Não basta fazer uma caixa bonita e colocar lá uns drivers...

Já os cabos é diferente... para quem (eu incluído) não acredita em grandes diferenças só pela introdução de um cabo... então fazer um cabo DIY só se justifica pelo prazer da bricolage.

Existem diferenças muito pequenas entre cabos de coluna ou ICs... tão pequenas, que a maioria não passa num blind test...

E em relação a cabos de corrente, a minha opinião é de que a diferença entre cabos, desde que devidamente dimensionados para o equipamento, é nula. Ser DIY, xpto topo de gama ou standard OEM é tudo a mesma coisa... não existem quaisquer diferenças mensuráveis... e não é 1 metro ou 2 de cabo que vai alterar a qualidade do fornecimento de corrente...

Para que sejam audíveis alterações no fornecimento de corrente é necessário proceder a uma instalação eléctrica dedicada ao sistema desde logo a partir do quadro eléctrico... com alteração de disjuntores, cablagem e tomadas... e idealmente, para quem tem a possibilidade (€€), com uma instalação toda separada...até o contador.

avatar
Joao Paulo
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 631
Data de inscrição : 08/02/2010
Pontos/Reputação : 813

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Construção passo a passo de cabo de setor a baixo custo...

Mensagem  Sweet Mastering Studio em 16/2/2011, 18:34



Fiquei "apaixonado" por este tópico e resolvi substituir todos os cabos de sector entre a unidade de distribuição e filtragem de corrente até ao Chain Analógico do meu estúdio de Masterização.
De facto não estava á espera de "upgrades sonoros", apenas por estar tão, mas tão apaixonado pelo meu sistema que decidi "apaixonar-me" ainda mais... além disso sempre tenho muito orgulho pelo facto de saber que fui eu que os fiz... e foi o que aconteceu... nada mudou/senti a nível sonoro... apenas fiquei com uma impressão de que as máquinas estão a ser mais aproveitadas, que estão a dar mais de si mesmas ( se é que me entendem )... além de que deixam qualquer cliente "ohhoo" ( provavelmente por não verem os cabos feiosos pretos que são tão comuns em qualquer estúdio ).

Muito obrigado.
avatar
Sweet Mastering Studio
Profissional
Profissional

Número de Mensagens : 118
Localização : Almeirim
Interesses : Som & Música
Data de inscrição : 12/01/2011
Pontos/Reputação : 179

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Construção passo a passo de cabo de setor a baixo custo...

Mensagem  manel1 em 16/2/2011, 18:38

Viva

Como se costuma dizer, os olhos também comem, por isso, o esforço já deve ter valido a pena.

manel1
Equipa Audiopt - Moderação
Equipa Audiopt - Moderação

Número de Mensagens : 2058
Localização : Lamego
Ocupação : Electromecanico
Interesses : Música, leitura
Data de inscrição : 02/12/2009
Pontos/Reputação : 2461

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Construção passo a passo de cabo de setor a baixo custo...

Mensagem  MCA.hifi em 16/2/2011, 23:17

Vivam Amigos

De certeza absoluta que o autor deste tópico quando o criou nunca pensou que ele viesse a poprcionar um leque de assuntos abordados como os que já o foram.

Quanto aos cabos de rede posso descrever que até há dois anos atrás nunca ninguém foi tão séptico como eu, a abordar esse assunto.
No entanto após tanta polémica acerca do assunto resolvi comprar dois simples supra (simples por serem os mais em conta do mercado) e experimentei (ouvir para crer).
Resultado: Surpresa... e um grande melão por ter estado tantos anos a perder muito da importante informação que procurava nos equipamentos reprodutores de musica domésticos.
A partir dai cheguei à conclusão que o investimento nos cabos de sector devem ser considerados a primeira das fontes de sinal. Não me perguntem porquê, e estou convicto que ninguém sabe explicar bem o porquê ou mesmo com alguma exactidão técnica, mas que sem uns bons cabos de alimentação nunca terão uma reprodução limpa e pormenorizada das notas musicais.
Quanto à questão do cabo das paredes, evidentemente que certamente também há melhorias neste campo, mas tenho uma opinião muito simples sobre este assunto, que se resume a dispor de um disjuntor exclusivo no quadro para a alimentação do equipamento e uma linha de condutores eléctricos de qualidade com 4mm e estes a ligar directamente a duas tomada de parede com qualidade superior.
A partir destas duas tomadas devem usar-se os melhores cabos que o nosso orçamento o permitir (sem entrar em preços proibitivos podem usar-se os Neotec ou Furutec e dentro destes há vários preços).
Uma das tomadas alimenta a amplificação de potencia, o amplificador stereo ou os monoblocos ou no caso de multi amplificação os vários power's. A segunda tomada deve ligar a uma régua de qualidade, no minimo SUPRA de preferência FURUTECsem filtragens LC (horrivel geek pig Evil or Very Mad Evil or Very Mad) . Desta régua deverão ser alimentadas todas as fontes e o pré.
Devo confessar que da musica que ouço a maior parte é ao vivo em concertos ou câmara, mas esta é a minha franca partilha de experiências neste campo e as melhores conclusões que tirei, e podem os meus amigos crer que foi uma experiência nada barata, mas que com todo o prazer descrevo aqui neste simpático tópico.
Apesar de ser um DIY inveterado e grande defensor desta forma de estar na vida, o que podem avaliar num tópico deste forúm, que me honro de ter liderado e que contou com mais de 22000 visitantes, http://www.audiopt.net/t9661p165-ptphones-um-hibrido-com-classe, além de mais de 40 anos a fazer experiências de todo o tipo de reprodutores musicais, mas nunca me atreveria a construir um cabo de alimentação pretensamente de qualidade. Daí a minha chapelada aos construtores DIY que acreditam e conseguem melhorias significativas com os cabos feitos por si mesmos.

Este tópico, em minha opinião permitiu também apresentar uma linha de pensamento que prolifera por aí e que classifica o DIY como um triste desconhecedor técnico ou pobretanas sem dinheiro que tem que construir umas geringonças para ouvir musica.
Esta linha normalmente oriunda de pobres consumidores embebidos das conversas da treta dos vendedores de "Hi-Fi", das revistas ligadas a este gigantesco negócio, ou simples académicos que apesar de terem metido na cabeça centenas de formulas têm medo de mexer num fio ou ainda dos tristes desajeitados que não conseguem pregar um prego sem espetarem 10 marteladas nos dedos.
Para estas pobres criaturas devo informar que por norma um DIY é uma pessoa com elevados conhecimentos técnicos e práticos e que normalmente não encontra no mercado o equipamento e o equilíbrio sonoro que procura para ter em casa o mesmo sentimento quando assiste ao vivo na sala de concerto ou na pequena sala de musica de câmara ou no grande auditório ao ouvir um coro de 150 elementos a cantar a Danação de Fausto.
Para o conseguir tem a coragem de gastar o dobro o triplo ou pior mais do que deveria do valor monetário que gastaria numa loja a comprar uma chinfrineira da ultima moda ou a trocar de cabos todos os dias, etc, enfim o inferno que estes amigos conhecem melhor que eu certamente, e ainda anos a fio a ouvir e comparar a sonoridade dos componentes. Vejamos um exemplo de um DIY:









Caros amigos, temos que respeitar a forma de estar na vida daqueles que ainda gostam e amam aquilo que fazem (AMADORES, DIY ou chamem-lhe outra coisa), os treinadores de bancada, esses é que nada conhecem de tecnologia, ou se conhecem não a aplicam e normalmente são os que alimentam a parasitagem que anda por aí a vender gato por lebre.

Por outro lado ninguém pode menosprezar que os grandes equipamentos de reproduzir musica, desde cabeças de gira discos, braços, pre's-ampli, transformadores de áudio, amplificadores, etc, têm a sua origem em grandes investigadores DIY (curiosamente a maioria Japoneses), que depois de anos de investigação comercializam os seus manufacturados equipamentos a valores fora da bolsa da grande maioria dos mortais.

Não esqueçam, por detrás de um DIY, está sempre um grande investigador... nem que seja a fazer um "simples"cabo de alimentação.

Saudações, em especial para aqueles que fazem algo e que nos unem em torno de um qualquer projecto.
MCA
cat



_________________
O espírito empreendedor, contra \"globalizações\" consumistas, faz do DIY uma pessoa de pensamentos elevados, com capacidade de fazer o trabalho de muitos dos \"profissionais\" exclusivamente bém pagos e quase sempre incompetentes.
avatar
MCA.hifi
Equipa Audiopt - Colaborador
Equipa Audiopt - Colaborador

Número de Mensagens : 544
Idade : 61
Localização : Amadora
Ocupação : Imagem
Interesses : Fotografia, Melómano, DIY Hi.Fi tubes
Data de inscrição : 28/06/2009
Pontos/Reputação : 1091

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Construção passo a passo de cabo de setor a baixo custo...

Mensagem  cello em 17/2/2011, 09:36

MCA.hifi escreveu:

...Caros amigos, temos que respeitar a forma de estar na vida daqueles que ainda gostam e amam aquilo que fazem (AMADORES, DIY ou chamem-lhe outra coisa), os treinadores de bancada, esses é que nada conhecem de tecnologia, ou se conhecem não a aplicam e normalmente são os que alimentam a parasitagem que anda por aí a vender gato por lebre.

Por outro lado ninguém pode menosprezar que os grandes equipamentos de reproduzir musica, desde cabeças de gira discos, braços, pre's-ampli, transformadores de áudio, amplificadores, etc, têm a sua origem em grandes investigadores DIY (curiosamente a maioria Japoneses), que depois de anos de investigação comercializam os seus manufacturados equipamentos a valores fora da bolsa da grande maioria dos mortais.

Não esqueçam, por detrás de um DIY, está sempre um grande investigador... nem que seja a fazer um "simples"cabo de alimentação.

Saudações, em especial para aqueles que fazem algo e que nos unem em torno de um qualquer projecto.
MCA...

cat



concordo a 100%
avatar
cello
utilizador iniciado
utilizador iniciado

Número de Mensagens : 42
Data de inscrição : 19/09/2010
Pontos/Reputação : 97

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Construção passo a passo de cabo de setor a baixo custo...

Mensagem  ricardo onga-ku em 17/2/2011, 14:44

MCA.hifi escreveu:Apesar de ser um DIY inveterado e grande defensor desta forma de estar na vida, o que podem avaliar num tópico deste forúm, que me honro de ter liderado e que contou com mais de 22000 visitantes, http://www.audiopt.net/t9661p165-ptphones-um-hibrido-com-classe, além de mais de 40 anos a fazer experiências de todo o tipo de reprodutores musicais, mas nunca me atreveria a construir um cabo de alimentação pretensamente de qualidade. Daí a minha chapelada aos construtores DIY que acreditam e conseguem melhorias significativas com os cabos feitos por si mesmos.

Caro MCA,

Eu também "tiro o meu chapéu" aos faça-você-mesmo que fabricam produtos com bom desempenho (mesmo que seja a partir de um esquema existente); e não precisam sequer de ser bonitos ou de ter uma aparência luxuosa.
Aliás não existe melhor prova da minha postura do que o meu sistema: o meu leitor de CDs foi profundamente modificado e o meu integrado é um produto de fabrico "doméstico", embora não por mim; os cabos de sinal fui eu que os executei.
Mas estou em desacordo consigo quando afirma que "por detrás de um DIY, está sempre um grande investigador... nem que seja a fazer um "simples"cabo de alimentação."
Pode até ser "norma" mas na minha opinião isso nem sempre é verdade e existem também muitos "jeitosos".
Não tenho nada contra os "jeitosos" mas no âmbito de um tópico DIY num fórum de Audio acho importante que se faça uma análise fria e objectiva ao elemento em questão; não faz sentido embandeirar em arco apenas por se tratar de fabrico artesanal.

MCA.hifi escreveu:Este tópico, em minha opinião permitiu também apresentar uma linha de pensamento que prolifera por aí e que classifica o DIY como um triste desconhecedor técnico ou pobretanas sem dinheiro que tem que construir umas geringonças para ouvir musica.

Há de me dizer onde é que isso está escrito...
A primeira intervenção, com a qual concordo, é da autoria do Astra ele próprio um "desalinhado" que caso não tenha reparado publicou um tópico sobre as modificações que efectuou na instalação eléctrica por forma a conceber (de forma sustentada) uma linha dedicada de desempenho superior:

http://www.audiopt.net/t10352-alimentacao-electrica-do-sistema-de-som

MCA.hifi escreveu:Esta linha normalmente oriunda de pobres consumidores embebidos das conversas da treta dos vendedores de "Hi-Fi", das revistas ligadas a este gigantesco negócio, ou simples académicos que apesar de terem metido na cabeça centenas de formulas têm medo de mexer num fio ou ainda dos tristes desajeitados que não conseguem pregar um prego sem espetarem 10 marteladas nos dedos.
Para estas pobres criaturas devo informar que por norma um DIY é uma pessoa com elevados conhecimentos técnicos e práticos e que normalmente não encontra no mercado o equipamento e o equilíbrio sonoro que procura para ter em casa o mesmo sentimento quando assiste ao vivo na sala de concerto ou na pequena sala de musica de câmara ou no grande auditório ao ouvir um coro de 150 elementos a cantar a Danação de Fausto.
Para o conseguir tem a coragem de gastar o dobro o triplo ou pior mais do que deveria do valor monetário que gastaria numa loja a comprar uma chinfrineira da ultima moda ou a trocar de cabos todos os dias, etc, enfim o inferno que estes amigos conhecem melhor que eu certamente, e ainda anos a fio a ouvir e comparar a sonoridade dos componentes.

Acho desnecessária essa referência a uma "linha" inimiga composta de "pobres criaturas", tal como me parece pobre que exista um clubismo que defenda cegamente todo o DIY (sem olhar critérios de qualidade e objectivos) ou já agora o clubismo em defesa de uma dada marca.

Estou de acordo que o mercado do Audio, por intermédio das revistas, se baseia hoje em dia numa estratégia que passa bastante pelo engano do consumidor e que faz passar a ideia de que preço é sinónimo de qualidade.
Mas também me parece mal que se sobrevalorizem certos projectos DIY só por terem o mérito do fabrico pelo próprio ou porque ficaram "giros".
A meu ver o espaço DIY devia ter um papel didáctico em vez de se limitar a catalogar os feitos dos foristas e ter como condição a publicação de planos e esquemas e mesmo das características técnicas dos equipamentos.

MCA.hifi escreveu:Caros amigos, temos que respeitar a forma de estar na vida daqueles que ainda gostam e amam aquilo que fazem (AMADORES, DIY ou chamem-lhe outra coisa), os treinadores de bancada, esses é que nada conhecem de tecnologia, ou se conhecem não a aplicam e normalmente são os que alimentam a parasitagem que anda por aí a vender gato por lebre.

Não vejo porque razão um Amador de Audio tenha de ser também um DIYer...
Será que um Amador de Fotografia tem de fabricar o equipamento e os consumíveis?

MCA.hifi escreveu:Por outro lado ninguém pode menosprezar que os grandes equipamentos de reproduzir musica, desde cabeças de gira discos, braços, pre's-ampli, transformadores de áudio, amplificadores, etc, têm a sua origem em grandes investigadores DIY (curiosamente a maioria Japoneses), que depois de anos de investigação comercializam os seus manufacturados equipamentos a valores fora da bolsa da grande maioria dos mortais.

Julgo que aqui também existem bons e maus produtos; em alguns casos também se vende "gato por lebre" e se capitaliza mais sobre o mito do que sobre o desempenho.

Cumprimentos,
音楽
avatar
ricardo onga-ku
Equipa Audiopt - Colaborador
Equipa Audiopt - Colaborador

Número de Mensagens : 2979
Localização : Terra d'Angles
Data de inscrição : 09/01/2010
Pontos/Reputação : 4660

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Construção passo a passo de cabo de setor a baixo custo...

Mensagem  MCA.hifi em 18/2/2011, 00:39

Vivam caríssimos amigos

Lamento profundamente o carissimo onga-ku continuar a bater na mesma tecla, agora com requintes mais refinados, ao interpretar comparativamente uma opinião sobre uma linha de pensamento acerca do consumidor do mercado e do DIY.
Caro amigo um fórum é um fórum e cada um deve expressar a sua experiência de vida , neste caso sobre o tema das altas fidelidades livremente.
O meu amigo inicia o seu raciocínio alcunhando subtilmente o facto de o DIY de ser um utilizador(mesmo que seja a partir de um esquema existente), agora diga-me, (e estou a falar de esquemas de válvulas e posso mesmo falar de sólidos) de novos esquemas nos últimos 30 ou 40 anos ????? na verdade existem todos os dias variantes de esquemas básicos, mas não passam de variantes algumas mesmo em CI. Meu caro amigo está tudo inventado no respeitante a circuitos de áudio (BF) básicos, agora é andar à roda e talvez por alguns anos.
Comparo isto a uma citação do conhecido apresentador de musica Jazz, Zé Duarte, que no dia da morte de Milles Divis comentou o seguinte: Com a morte de Mills Divis morreu o Jazz... a partir de agora uns vão tocar melhor outros vão tocar pior.

Com a sua interpretação acerca do DIY fazer apenas o que está estudado ou desenhado, demonstra bem que o meu caro não quis entender a minha mensagem descrita na integra do meu post, ou então não percebeu o que na realidade não me acredito, na realidade a electronica e o audio em especial tiveram o seu aparecimento em DIY's. Todo o resto que escreveu acerca do concordo...discordo...concordo ..discordo nada diz e é pura e simplesmente superficial em relação à mensagem que eu quis fazer passar.
De forma alguma quis afrontar alguém em especial, apenas defendi e continuarei a defender sem tirar uma virgula o que escrevi acerca do meu conceito de DIY.

O meu caro quis enfiar uma carapuça que não existe, lamento ....muito.

Depois fala de fotografia, que grande azar, eu sou um orgulhoso profissional de artes gráficas e intimamente ligado à criatividade da fotografia, pelo cordão umbilical desde os meus 12 anos de idade, e quando iniciei a minha actividade profissional nessa época, foi precisamente a fazer os consumíveis para a pré sensibilização e revelação de películas de acetato. Mais tarde com 16 anos de idade, para ganhar mais uns cobres resolvi fazer um pequeno laboratório de revelação em casa. Como apenas tinha dinheiro para as tinas e pouco mais, comprei na feira da ladra uma máquina de fole com uma lente e obturador da Karl Zeiss, que aproveitei para projectar e construir o melhor ampliador que trabalhei até hoje.
Como vê meu carissimo amigo, também em fotografia é possível fazer consumíveis e equipamentos de trabalho de grande qualidade. Se tem dúvidas da minha descrição experimental, leia outra, a obra fotográfica e vida profissional do melhor fotografo de guerra de todos os tempos ROBERT CAPA, também construiu equipamentos próprios e consumíveis de fotografia. Para não falar dos artistas fotográficos que utilizavam segredos próprios nas formulas dos banhos químicos de revelação e fixação e mais virar quimicamente preto e branco a sépia ... uma aventura.

Surge ainda o problema das características técnicas técnicas dos equipamentos construídos por DIY's, francamente, então o meu carissimo não sabe que é enganado no mercado precisamente por meias verdades, explico: Uma meia dúzia de medidas não dizem absolutamente nada, do ponto de vista técnico as medições de um equipamento são tão complexas como os fenómenos que não têm explicação técnica, todas as medidas estão enter- relacionadas , o facto de lhe apresentarem as que mais interessam ao vendedor, ou que estão na moda discutir, nada significam, é a mesma coisa quando tiver tosse e tomar um xarope e como sabe a tosse pode ser sintoma de um linfoma nas vias respiratórias. No entanto devo informar mais uma vez o carissimo que dentro dos DIY existem os que a sua principal motivação é precisamente a investigação e a busca de novas medidas para os fenómenos que muitas das vezes ainda não encontram explicações.

Não leve a mal eu defender de forma apaixonada esta forma de estar na vida, mas são muitos anos a virar frangos... e isto daria pano para mangas.

Saudações, em especial para aqueles que fazem algo e que nos unem em torno de um qualquer projecto... inventado ou para inventar.
MCA
cat







_________________
O espírito empreendedor, contra \"globalizações\" consumistas, faz do DIY uma pessoa de pensamentos elevados, com capacidade de fazer o trabalho de muitos dos \"profissionais\" exclusivamente bém pagos e quase sempre incompetentes.
avatar
MCA.hifi
Equipa Audiopt - Colaborador
Equipa Audiopt - Colaborador

Número de Mensagens : 544
Idade : 61
Localização : Amadora
Ocupação : Imagem
Interesses : Fotografia, Melómano, DIY Hi.Fi tubes
Data de inscrição : 28/06/2009
Pontos/Reputação : 1091

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Construção passo a passo de cabo de setor a baixo custo...

Mensagem  cello em 18/2/2011, 01:30

Piiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiuuu

agora é que é.... entramos no campionato das galinhas chocas

MCA.hifi escreveu:Vivam caríssimos amigos

Meu caro amigo está tudo inventado no respeitante a circuitos de áudio (BF) básicos, agora é andar à roda e talvez por alguns anos.


MCA
cat


de facto tenho que aceitar a expressão do MCA.hifi... um exemplo disso está a marca da dartzell, se observarmos de bons olhos sobre o amplificador NHB-108 o circuito em si é muito parecido ao hiraga.... apenas com algumas modificaçoes principalmente no que toca á sua realimentação

eu no meu caso tenho um projecto de um prévio que está aqui neste forum mencionado em que a topologia me é pessoal. Mas no entando recentemente vi um amplificador da sony TA-NR10 em que o seu circuito de baseia muito parecido ao que elaborei, embora haja diferencias o que era de prever

http://www.hifido.co.jp/KW/G0104/J/0-50/C10-55036-82655-00/

cumps



Última edição por cello em 18/2/2011, 10:55, editado 1 vez(es)
avatar
cello
utilizador iniciado
utilizador iniciado

Número de Mensagens : 42
Data de inscrição : 19/09/2010
Pontos/Reputação : 97

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Construção passo a passo de cabo de setor a baixo custo...

Mensagem  Joao Paulo em 18/2/2011, 09:59

MCA.hifi escreveu:
Não esqueçam, por detrás de um DIY, está sempre um grande investigador... nem que seja a fazer um "simples"cabo de alimentação.

Caro MCA,

Tenho o maior respeito pelo DIY, no entanto não posso concordar com o que escreveu acima.

Existem de facto DIYers que são verdadeiros investigadores e que executam verdadeiras obras de arte...basta ver aqui mesmo no fórum os tópicos do Luke e do Cello por ex.

No entanto, por detrás de um DIY não está sempre um grande investigador...e infelizmente, na grande maioria dos casos está apenas um curioso que não sabe nada daquilo que está a fazer.

Não é por acaso que existe muito DIY de cablagem...porque não exige conhecimentos técnicos e em boa verdade, a não ser que se cometam erros muito graves, mal também não faz...

Já construção de amplificadores, leitores de CD e colunas tem muito que se lhe diga...e como eu costumo dizer, uma coluna não é "só" uma caixa de madeira com drivers lá montados...se fosse assim eu também me aventurava.

Em boa verdade existem vários níveis de DIY, o de verdadeira investigação, o de boa execução de projectos ou Kits existentes no mercado e o DIYer que gosta de bricolage e de fazer coisas bonitas...

Cumps,

JP

ps: quem me dera a mim ter €€ para comprar alguns projectos artesanais DIY que tenho visto por essa net fora... infelizmente a maioria dos componentes deste tipo, que valem a pena, são colocados à venda a preços proibitivos para o comum dos mortais. Lá temos de recorrer ao produto massificado, vendido a preços "normais"...para ouvir musica com alguma qualidade... Smile
avatar
Joao Paulo
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 631
Data de inscrição : 08/02/2010
Pontos/Reputação : 813

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Construção passo a passo de cabo de setor a baixo custo...

Mensagem  ricardo onga-ku em 18/2/2011, 16:28

MCA.hifi escreveu:Lamento profundamente o carissimo onga-ku continuar a bater na mesma tecla, agora com requintes mais refinados, ao interpretar comparativamente uma opinião sobre uma linha de pensamento acerca do consumidor do mercado e do DIY.
Caro amigo um fórum é um fórum e cada um deve expressar a sua experiência de vida , neste caso sobre o tema das altas fidelidades livremente.
O meu amigo inicia o seu raciocínio alcunhando subtilmente o facto de o DIY de ser um utilizador(mesmo que seja a partir de um esquema existente), agora diga-me, (e estou a falar de esquemas de válvulas e posso mesmo falar de sólidos) de novos esquemas nos últimos 30 ou 40 anos ????? na verdade existem todos os dias variantes de esquemas básicos, mas não passam de variantes algumas mesmo em CI. Meu caro amigo está tudo inventado no respeitante a circuitos de áudio (BF) básicos, agora é andar à roda e talvez por alguns anos.
Comparo isto a uma citação do conhecido apresentador de musica Jazz, Zé Duarte, que no dia da morte de Milles Divis comentou o seguinte: Com a morte de Mills Divis morreu o Jazz... a partir de agora uns vão tocar melhor outros vão tocar pior.

Com a sua interpretação acerca do DIY fazer apenas o que está estudado ou desenhado, demonstra bem que o meu caro não quis entender a minha mensagem descrita na integra do meu post, ou então não percebeu o que na realidade não me acredito, na realidade a electronica e o audio em especial tiveram o seu aparecimento em DIY's. Todo o resto que escreveu acerca do concordo...discordo...concordo ..discordo nada diz e é pura e simplesmente superficial em relação à mensagem que eu quis fazer passar.
De forma alguma quis afrontar alguém em especial, apenas defendi e continuarei a defender sem tirar uma virgula o que escrevi acerca do meu conceito de DIY.

Desculpe-me a franqueza mas se antes eu entendi (julgo), agora é que não entendo e a julgar pela sua resposta o mesmo ter-se-á passado consigo em relação ao que escrevi.
Tal como o MCA eu também valorizo o DIY, talvez seja mais exigente no que se refere aos objectivos para ou na concepção dos equipamentos e acessórios produzidos, do mesmo modo que sou crítico com o nível técnico e artístico da fotografia amadora ou da pintura de fim-de-semana.
Num tópico de DIY interessa-me tanto o como quanto o porquê (daí as medições).

MCA.hifi escreveu:Depois fala de fotografia, que grande azar, eu sou um orgulhoso profissional de artes gráficas e intimamente ligado à criatividade da fotografia, pelo cordão umbilical desde os meus 12 anos de idade, e quando iniciei a minha actividade profissional nessa época, foi precisamente a fazer os consumíveis para a pré sensibilização e revelação de películas de acetato. Mais tarde com 16 anos de idade, para ganhar mais uns cobres resolvi fazer um pequeno laboratório de revelação em casa. Como apenas tinha dinheiro para as tinas e pouco mais, comprei na feira da ladra uma máquina de fole com uma lente e obturador da Karl Zeiss, que aproveitei para projectar e construir o melhor ampliador que trabalhei até hoje.
Como vê meu carissimo amigo, também em fotografia é possível fazer consumíveis e equipamentos de trabalho de grande qualidade. Se tem dúvidas da minha descrição experimental, leia outra, a obra fotográfica e vida profissional do melhor fotografo de guerra de todos os tempos ROBERT CAPA, também construiu equipamentos próprios e consumíveis de fotografia. Para não falar dos artistas fotográficos que utilizavam segredos próprios nas formulas dos banhos químicos de revelação e fixação e mais virar quimicamente preto e branco a sépia ... uma aventura.

Quanto à minha referência à Fotografia Amadora, acho que não fui claro: no contexto da sua opinião à qual respondia anteriormente, o que eu quero dizer é que (no meu ponto de vista) o facto de um fotógrafo amador não fabricar os seus equipamentos e consumíveis não o torna menos amador ou apaixonado ou até menos versado na sua prática da fotografia, do mesmo modo um DIYer não é mais Audiófilo do que aquele que compra o produto acabado ou manda fazer à medida.

E já agora, se me é permitido puxar dos meus galões, também fui em tempos Amador apaixonado de fotografia (de viagem), tendo começado na faculdade com o preto e branco (revelado e ampliado em casa), efectuando mais tarde algumas exposições e chegando mesmo a publicar um pequeno livro em reduzida edição de autor em Dezembro de 2009.
Também fui editor de fotografia de uma pequena colecção de livros de fotografia de arquitectura e domino relativamente bem o laboratório digital.
Mas entretanto nasceram as crianças e a disponibilidade foi-se...

MCA.hifi escreveu:Surge ainda o problema das características técnicas técnicas dos equipamentos construídos por DIY's, francamente, então o meu carissimo não sabe que é enganado no mercado precisamente por meias verdades, explico: Uma meia dúzia de medidas não dizem absolutamente nada, do ponto de vista técnico as medições de um equipamento são tão complexas como os fenómenos que não têm explicação técnica, todas as medidas estão enter- relacionadas , o facto de lhe apresentarem as que mais interessam ao vendedor, ou que estão na moda discutir, nada significam

Volto a referir que se existe pessoa perfeitamente consciente dos "enganos" da indústria esse alguém sou eu; abordo regularmente o assunto, com tal regularidade que já fui em tempos expulso de um fórum português bastante "alinhado" com a indústria.
Quer queira quer não um conjunto adequado de medições ou até mesmo a curva de resposta de frequências já nos dizem muito sobre o desempenho de um equipamento (espreite por exemplo este tópico -> http://www.audiopt.net/t2334p270-sistema-2ch-estereo-mutante-do-luke#122735).

MCA.hifi escreveu:No entanto devo informar mais uma vez o carissimo que dentro dos DIY existem os que a sua principal motivação é precisamente a investigação e a busca de novas medidas para os fenómenos que muitas das vezes ainda não encontram explicações.

dentro dos DIY existem os que não conseguem estar quietos, os que se interessam por reproduzir equipamentos que fizeram história, os que fazem da sua vida a reparação e modificação de equipamentos, os que sabem muito, os que sabem pouco, os que compram desmontado, os que criam e os que "inventam".
A minha primeira intervenção alertava para a importância de distinguir o trigo do joio evitando o risco não de vender mas de promover gato por lebre.
Um bom exemplo é a "moda" das monovias também conhecidas por full-range, uma topologia bastante limitada ao nível do desempenho mas que tem enorme penetração no universo das colunas DIY, talvez por não necessitarem de crossover...

MCA.hifi escreveu:Não leve a mal eu defender de forma apaixonada esta forma de estar na vida, mas são muitos anos a virar frangos... e isto daria pano para mangas.

Claro que não; espero mesmo que nunca perca essa paixão.
Na minha experiência, para que um sistema de reprodução doméstica atinja um nível de desempenho superlativo isso requer obrigatoriamente alguma "personalização" dos equipamentos.

Cumprimentos,
音楽
avatar
ricardo onga-ku
Equipa Audiopt - Colaborador
Equipa Audiopt - Colaborador

Número de Mensagens : 2979
Localização : Terra d'Angles
Data de inscrição : 09/01/2010
Pontos/Reputação : 4660

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Construção passo a passo de cabo de setor a baixo custo...

Mensagem  MCA.hifi em 18/2/2011, 17:02

Vivam carissimos

UFFFFF....., até já me parece que já alguem entendeu a mensagem que eu pretendia passar. Realmente é essa a minha intenção, não quero o campeonato de nada apenas que me permitam discordar de algumas opiniões expressas no tópico.

Só encontrei apenas um pequeno obstáculo à minha opinião sobre o assunto: Concordo com o João Paulo quando refere que existem vários tipos e niveis de DIY's, na realidade existem uns mais bem sucedidos outros menos, uns com projectos mais ambiciosos outros com projectos mais acessiveis, uns com projectos mais baratinhos outros projectos faraónicos, enfim como tudo o que se passa na vida humana nada é igual.
Ainda bem assim é, penso eu....
Quando digo que por detráz de um DIY existe sempre um grande investigador. Nesta afirmação não quero referir a dimensão da investigação para levar a cabo um projecto de topo, mas sim a dimensão e força de vontade ao investigar o absolutamente necessário para levar a cabo nem que seja um projecto"simples". Nada se faz por nós sem investigaçaõ e busca de conhecimento, isto pelo facto de ninguem nascer ensinado e depois temos que considerar que é com muitos erros que se aprende. Na ciência também é assim, não é verdade??? porquê então o mesmo não pode acontecer com um DIY ????
Além disso o que qualquer um de nós possa considerar um projecto simples feito por um curioso, para esse curioso não será bem assim, ele erá certamente considerar o seu trabalho o limite dos seus conhecimentos e a busca de novas experiencias.

Não concorda que é bom esse comportamente? Question , ainda que se considere em vez de DIY um "curioso"??? E "curioso neste caso não é sinonimo de procura, pesquisa e investigação?

Vamos então terminar o campeonato .... das galinhas Smile Embarassed Neutral e dar mais uma vez os parabéns aos afurtunados que ainda encontram na vida disponibilidade para investigar e fazer coisas boas, menos boas e excelentes Very Happy Very Happy Very Happy

Um grande abraço

MCA
cat

_________________
O espírito empreendedor, contra \"globalizações\" consumistas, faz do DIY uma pessoa de pensamentos elevados, com capacidade de fazer o trabalho de muitos dos \"profissionais\" exclusivamente bém pagos e quase sempre incompetentes.
avatar
MCA.hifi
Equipa Audiopt - Colaborador
Equipa Audiopt - Colaborador

Número de Mensagens : 544
Idade : 61
Localização : Amadora
Ocupação : Imagem
Interesses : Fotografia, Melómano, DIY Hi.Fi tubes
Data de inscrição : 28/06/2009
Pontos/Reputação : 1091

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Construção passo a passo de cabo de setor a baixo custo...

Mensagem  ricardo onga-ku em 18/2/2011, 17:45

MCA.hifi escreveu:Vamos então terminar o campeonato .... das galinhas Smile Embarassed Neutral e dar mais uma vez os parabéns aos afurtunados que ainda encontram na vida disponibilidade para investigar e fazer coisas boas, menos boas e excelentes Very Happy Very Happy Very Happy

Não há bela sem senão e se a internet nos possibilita este encontro infelizmente não traduz de forma capaz as nossas emoções levando muitas vezes a equívocos e crispações.
É claro que esta conversa ou troca de opiniões, pois é disso que se trata e não de um campeonato, seria certamente mais agradável e menos "seca" se estivéssemos todos sentados em torno de uma grande mesa com petiscos e uma boa pinga...mas como tal não é possível temos de nos contentar com um ecrã e um teclado.

Um abraço,
音楽
avatar
ricardo onga-ku
Equipa Audiopt - Colaborador
Equipa Audiopt - Colaborador

Número de Mensagens : 2979
Localização : Terra d'Angles
Data de inscrição : 09/01/2010
Pontos/Reputação : 4660

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Construção passo a passo de cabo de setor a baixo custo...

Mensagem  Mfigueiredo em 18/2/2011, 19:44



As pessoas entendem-se a conversar...
avatar
Mfigueiredo
Membro Audiopt
Membro Audiopt

Número de Mensagens : 540
Localização : Viseu
Interesses : Música e o resto
Data de inscrição : 09/06/2007
Pontos/Reputação : 607

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Construção passo a passo de cabo de setor a baixo custo...

Mensagem  MCA.hifi em 19/2/2011, 00:28

Ora bem Very Happy Very Happy Very Happy Very Happy

Eu bem opinei que o criador deste tópico certamente nunca calcularia qual a dimensão dos assuntos que viriam a ser abordados. A esta hora já se arrependeu de o ter feito affraid Question Question Question

Agora o onga-ku levantou uma pertinente questão: A COMUNICAÇÃO e neste caso só me resta concordar em absoluto com a formula que ele apresentou para que a comunicação não fique tão "seca".
Quem sabe se um dia destes não a vamos por em prática ????

Para que o EkvalkppK não se aborreça com tanto tema fora do seu, ao construir uns belíssimos cabos de rede, gostaria de o questionar se chegou a experimentar a topologia da trança e se sim quais as diferenças das anteriores versões???
Estou convicto que a segunda será a que melhores resultados apresentará, no entanto pode haver surpresas...

Cumprimentos


MCA
cat

_________________
O espírito empreendedor, contra \"globalizações\" consumistas, faz do DIY uma pessoa de pensamentos elevados, com capacidade de fazer o trabalho de muitos dos \"profissionais\" exclusivamente bém pagos e quase sempre incompetentes.
avatar
MCA.hifi
Equipa Audiopt - Colaborador
Equipa Audiopt - Colaborador

Número de Mensagens : 544
Idade : 61
Localização : Amadora
Ocupação : Imagem
Interesses : Fotografia, Melómano, DIY Hi.Fi tubes
Data de inscrição : 28/06/2009
Pontos/Reputação : 1091

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Construção passo a passo de cabo de setor a baixo custo...

Mensagem  EkvalkppK em 19/2/2011, 20:36

MCA.hifi escreveu:Ora bem Very Happy Very Happy Very Happy Very Happy

Eu bem opinei que o criador deste tópico certamente nunca calcularia qual a dimensão dos assuntos que viriam a ser abordados. A esta hora já se arrependeu de o ter feito affraid Question Question Question

Agora o onga-ku levantou uma pertinente questão: A COMUNICAÇÃO e neste caso só me resta concordar em absoluto com a formula que ele apresentou para que a comunicação não fique tão "seca".
Quem sabe se um dia destes não a vamos por em prática ????

Para que o EkvalkppK não se aborreça com tanto tema fora do seu, ao construir uns belíssimos cabos de rede, gostaria de o questionar se chegou a experimentar a topologia da trança e se sim quais as diferenças das anteriores versões???
Estou convicto que a segunda será a que melhores resultados apresentará, no entanto pode haver surpresas...

Cumprimentos


MCA
cat

Boas amigo MCA.hifi!!
Eu quando criei este tópico, nem fazia ideia do que uma simples construção de um cabo de setor iria ser palco de diversos assuntos aqui abordados pelos restantes foristas, mas em todo o caso não estou arrependido de o ter criado, nem aborrecido, foi também uma forma de ter uma participação saudável sem criar qualquer conflito de todo. Agradeço as suas intervenções.

Quanto á segunda topologia do cabo entrançado, já se encontra com o comprimento desejado, mas também queria sugestões para a outra elaboração, por exemplo a blindagem, deverei utilizar igualmente com a versão da torcida também colocando um fio nú?! Qual o melhor revestimento para o acabamento exterior?

A versão MKII, do cabo torcido vai ser testada noutro sistema do meu amigo conterrâneo Valkilm, vamos ver as alterações que poderão provocar no seu sistema.

Abraço
Até+
avatar
EkvalkppK
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 361
Idade : 44
Localização : São Miguel - Açores
Ocupação : Técnico Comercial
Interesses : Hi-end, Car audio, DIY, Música com excelente qualidade.
Data de inscrição : 25/02/2009
Pontos/Reputação : 625

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Construção passo a passo de cabo de setor a baixo custo...

Mensagem  EkvalkppK em 19/2/2011, 20:39

Mfigueiredo escreveu:

As pessoas entendem-se a conversar...

Nem mais nem menos, nem diria o contrário!

Mas estamos todos aqui por uma boa causa, a troca de ideias e boa disposição acima de tudo!!!
avatar
EkvalkppK
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 361
Idade : 44
Localização : São Miguel - Açores
Ocupação : Técnico Comercial
Interesses : Hi-end, Car audio, DIY, Música com excelente qualidade.
Data de inscrição : 25/02/2009
Pontos/Reputação : 625

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Construção passo a passo de cabo de setor a baixo custo...

Mensagem  EkvalkppK em 19/2/2011, 20:44

onga-ku escreveu:
MCA.hifi escreveu:Vamos então terminar o campeonato .... das galinhas Smile Embarassed Neutral e dar mais uma vez os parabéns aos afurtunados que ainda encontram na vida disponibilidade para investigar e fazer coisas boas, menos boas e excelentes Very Happy Very Happy Very Happy

Não há bela sem senão e se a internet nos possibilita este encontro infelizmente não traduz de forma capaz as nossas emoções levando muitas vezes a equívocos e crispações.
É claro que esta conversa ou troca de opiniões, pois é disso que se trata e não de um campeonato, seria certamente mais agradável e menos "seca" se estivéssemos todos sentados em torno de uma grande mesa com petiscos e uma boa pinga...mas como tal não é possível temos de nos contentar com um ecrã e um teclado.

Um abraço,
音楽

100% de acordo, de facto era uma boa ideia para um próximo encontro dos foristas passarem uma tarde também com um óptimo repasto e sempre com boa música!!! Pena não ser aqui nos Açores!!! A cozinha típica é umas riquezas que temos para oferecer, e claro um bom tinto e queijo para o aperitivo!
avatar
EkvalkppK
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 361
Idade : 44
Localização : São Miguel - Açores
Ocupação : Técnico Comercial
Interesses : Hi-end, Car audio, DIY, Música com excelente qualidade.
Data de inscrição : 25/02/2009
Pontos/Reputação : 625

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Construção passo a passo de cabo de setor a baixo custo...

Mensagem  MCA.hifi em 19/2/2011, 22:10

O nosso amigo EkvalkppK, não brinca em serviço

Quanto gostaria de ir aos Açores desfrutar daquela paisagem e gastronomia, claro o sonho ideal seria com todos os foristas envolvidos nesta saudável discussão.
E claro depois então rumávamos ouvir os cabos do EkvalkppK. Era demais ....

Quanto a blindagem a trança em si é uma excelente bilindagem, não vejo necessidade de qualquer blindagem para RF.
No entanto deve usar o tefelon como aperto e isolamento mecânico do cabo, quanto ao acabamento o que está a usar é excelente se encomtrar de algodão tanto melhor.

Para os cabos torcidos os MKII pode recorrer a uma malha de isolamento metálica em cobre prateado, é carota, mas funciona melhor que a folha de aluminium. Para melhor isolamento pode inclusivé usar as duas divididas por uma manga termoretractil.

Um Abraço
MCA
cat

_________________
O espírito empreendedor, contra \"globalizações\" consumistas, faz do DIY uma pessoa de pensamentos elevados, com capacidade de fazer o trabalho de muitos dos \"profissionais\" exclusivamente bém pagos e quase sempre incompetentes.
avatar
MCA.hifi
Equipa Audiopt - Colaborador
Equipa Audiopt - Colaborador

Número de Mensagens : 544
Idade : 61
Localização : Amadora
Ocupação : Imagem
Interesses : Fotografia, Melómano, DIY Hi.Fi tubes
Data de inscrição : 28/06/2009
Pontos/Reputação : 1091

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Construção passo a passo de cabo de setor a baixo custo...

Mensagem  EkvalkppK em 20/2/2011, 02:09

MCA.hifi escreveu:O nosso amigo EkvalkppK, não brinca em serviço

Quanto gostaria de ir aos Açores desfrutar daquela paisagem e gastronomia, claro o sonho ideal seria com todos os foristas envolvidos nesta saudável discussão.
E claro depois então rumávamos ouvir os cabos do EkvalkppK. Era demais ....

Quanto a blindagem a trança em si é uma excelente bilindagem, não vejo necessidade de qualquer blindagem para RF.
No entanto deve usar o tefelon como aperto e isolamento mecânico do cabo, quanto ao acabamento o que está a usar é excelente se encomtrar de algodão tanto melhor.

Para os cabos torcidos os MKII pode recorrer a uma malha de isolamento metálica em cobre prateado, é carota, mas funciona melhor que a folha de aluminium. Para melhor isolamento pode inclusivé usar as duas divididas por uma manga termoretractil.

Um Abraço
MCA
cat

Boas amigo MCA.hifi!

De facto não era má ideia passar as suas férias cá aos Açores, segundo as suas possibilidades, claro. Devo dizer, quando se visitam estas ilhas, era para voltar mais vezes.

O cabo MKII, realmente já tinha ouvido falar do uso de duas blindagens, até pode ser também um possível MKIII, mas já na produção de outro cabo, quiçá!

Saudações.
avatar
EkvalkppK
utilizador dedicado
utilizador dedicado

Número de Mensagens : 361
Idade : 44
Localização : São Miguel - Açores
Ocupação : Técnico Comercial
Interesses : Hi-end, Car audio, DIY, Música com excelente qualidade.
Data de inscrição : 25/02/2009
Pontos/Reputação : 625

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Construção passo a passo de cabo de setor a baixo custo...

Mensagem  ricardo onga-ku em 20/2/2011, 10:44

Sou um grande apaixonado pelos Açores e foi aí/lá que passei a minha viagem de núpcias. Cool
avatar
ricardo onga-ku
Equipa Audiopt - Colaborador
Equipa Audiopt - Colaborador

Número de Mensagens : 2979
Localização : Terra d'Angles
Data de inscrição : 09/01/2010
Pontos/Reputação : 4660

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Construção passo a passo de cabo de setor a baixo custo...

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum