Cornetas (horns) e falantes full-range

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Convidad em 8/9/2007, 10:59

BULAWAYO escreveu:Olá José,

Ora nem mais.É preferível ter menos extensão nos extremos, mas mais qualidade na gama reproduzida, do que o contrário.Têr resposta em frequência alargada não é sinónimo de qualidade.Já ouvi colunas constituídas por uma única unidade que deixam para trás outras de várias,tanto em riqueza harmónica ,como tímbrica e até em dinâmica.Claro que as proporções têm de ser mantidas, um par de bons altifalantes Full Range pode fácilmente custar para cima de 1.000,00€.

Um Abraço
Não é necessário chegar a esses valores. Cool

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Convidad em 8/9/2007, 11:11

Olá Katapum,

Eu sei,eu sei.Coloquei a fasquia alta porque as colunas convencionias a que estavam a fazer referência também não são de entrada de gama.Concordo plenamente que temos unidades mais acessíveis que já nos deixariam felizes com os resultados obtidos.Tentei manter as proporções. Smile Smile

Um Abraço.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Convidad em 8/9/2007, 12:00

BULAWAYO escreveu:Olá Katapum,

Eu sei,eu sei.Coloquei a fasquia alta porque as colunas convencionias a que estavam a fazer referência também não são de entrada de gama.Concordo plenamente que temos unidades mais acessíveis que já nos deixariam felizes com os resultados obtidos.Tentei manter as proporções. Smile Smile

Um Abraço.
Agora estamos de acordo. Recordo-me de ter lido que umas colunas (não refiro a marca) de 1000 euros utilizam altofalantes de +/-25 euros/cada. Portanto se propunha altofalantes de 1000 euros/par, o produto final teria um preço bem ELEVADO.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Convidad em 8/9/2007, 13:19

Katapum escreveu: Caro José julgo que está um bocado confuso. Primeiro as colunas do Astra julgo que não tem altofalantes de banda larga, segundo os altofalantes full range podem ser incorporados em caixas de diferentes tipos.

Foi o Astra que disse que são full-range, como não os conheço, eu citei esses falantes com sendo full-range.
O que quiz dizer quando citou que os full-range podem ser incorporados em diferentes tipos de caixas?

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Convidad em 8/9/2007, 13:36

Um altofalante que tem características parar funcionar idealmente num tipo de caixa (caixa fechada, bassreflex, horn, etc.), se o colocar numa configuração diferente pode não tirar o máximo partido dele,. com os altofalantes de banda larga passa-se o mesmo. Os altofalantes de banda larga também, entre si, tem características diferentes.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Convidad em 8/9/2007, 14:32

Ora nem mais, muito bem posto.

Quando falamos de altofalantes Full Range (banda larga)as denominações de tweeter, medium e woofer não se alicam.Qualquer coluna de som que integre unidades desta natureza não pertence á classe das denominadas
Full Range.
O exemplo que deste das colunas com unidades de 25,00€ que custam 1.000 também se aplica ás colunas multivias.
Claro que, embora nalguns casos haja um grande dose de espéculação, a verdade é que têm de ser contabilizadas as inúmeras horas de mão de obra investidas no projecto como um todo.
No caso do D.I.Y A MALTA NÃO CONTABILIZA ISSO.Mais a mais se a maior parte das vezes se copiam projectos já desenvolvidos e comprovados e ainda assim já é uma trabalheira imaginem desenvolver um de raíz.Só quem por lá passou é que pode dar o devido valor.
Depois ,há soluções que depois de estudadas ou descobertas são como o ovo de Colombo.Copiá-las é muitíssimo mais fácil.
A quem ainda não tentou aconselho a que o façam.Tentem por vós próprios construir umas caixas e dar-lhes um acabamento minimamente decente e depois contem como foi.Mesmo com um projecto em que a papa esteja toda feita.
Um conselho: começem por um projecto pequeno como umas monitoras de 2 vias.Se nunca o fizeram não se atirem a projectos maiores a não ser que depois arranjem alguém para o acabr por vós.Bom, aí para serem honestos não poderão dizer que foi um D.I.Y.Um projecto verdadeiramente D.I.Y prosupõe meter as mãos na massa do princípio ao fim.Mandar fazer as caixas a um carpinteiro, o crossover a um entendido (ou já feito) e montar os altofalantes na caixa não é DO IT YOURSELF.

Boas.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Convidad em 13/9/2007, 18:48

Todos estes conselhos são realmente de ter em conta, sou um bricoleur já de há muitos anos e percebo quais as dificuldades no início.
Mas também não sejamos fundamentalistas, pois não me envergonho de já ter pedido a colaboração de profissionais nesta ou naquela tarefa para a qual não me sinta à vontade.
Uma tarefa que recorro muito a especialistas é por exemplo no polimento, envernizamento, pintura tipo automóvel, por vezes nem vale a pena adquirir o equipamento.
Senão também diriamos que tinhamos que começar com a madeira em tosco, ou mesmo comprar o tronco, ou até plantar primeiro a árvore da madeira que quizéssemos utilizar (estou a brincar, claro).
Qual o praticante de DIY que não compra a madeira já aplainada e se possível já cortada à medida? E é por isso que se considera menos DIY?
É que muitas vezes este tipo de opiniões desmotivam os novatos.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Convidad em 13/9/2007, 20:14

Ok Pedro,
Compreendo e estou em sintonia, com aquilo que dizes.

Eu ,como se costuma dizer, estava a exagerar na escala para efeitos de compreensão.Aonde eu queria chegar é que toda a gente deveria passar pela experiência quanto mais não seja para saber dar valor quando compra,ou quando tiver que pagar para que lho façam.Só quando nós temos uma noção bem clara da dificuldade de algumas realizações é que ficamos mais próximo de lhes saber dar o devido valor.
Hoje em dia o pessoal ficou mal habituado com a mão de obra chinesa mas nas suas actividades profissionais gosta , ou pelo menos espera, ser devidamente compensado.
Claro que não tem mal nenhum pedirmos ajuda num qualquer projecto.O que é preciso é que não entremos numa situação de " agarra aí o prego,mais para a equerda,mais para a direita.Aí está bom,agora pega no martelo e prega.Pronto já pendurei um quadro"
Na verdade não se trata de assustar os novatos.Trata-se é de valorizar o trabalho duro que o D.I.Y pode constituir.Mas aqui TAL como em outras situações reina a regra do ,"IF AT FIRST YOU DON´T SUCCEED, TRY AGAIN".

Abraço

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Convidad em 13/9/2007, 20:56

Claro que percebi, tudo isso, e comungo dessa mesma opinião. Conheço também situações como a que descreves.
Já agora outra coisa que insisto muito com as pessoas que conheço nestas lides do DIY, é que acabem os projectos, que não deixem durante anos caixas que não fecham, pinças crocodilo a fazer as vezes de soldaduras, etc., etc..
Aquela desculpa, "isto já está a tocar tão bem que já não lhe mexo mais".
Não suporto essa atitude.
As coisas só estão bem quando tudo está bem e a vista é um sentido que influencia todos os outros. O que não parece bem não pode estar, independentemente do nosso sentido estético. Tem que parecer acabado. Senão, involuntáriamente podemos ser induzidos a pensar, "ainda não soa tão bem como quando estiver acabado".

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Convidad em 13/9/2007, 22:24

Pedromdf e Bulawayo,

Na minha opínião existem vários "graus" de Faça-você-mesmo.

Uns exemplos que me vieram à cabeça:
Uma simples limpeza de potenciômetros com spray limpa-contatos seria o "primeiro" grau e o último é montar um pré e power artesanal.

O acerto de um full-range com o tweeter e um sub dá para ser feito pelo usuário principiante, mas às vezes vai demorar tanto que compensa pedir auxílio a um audiófilo experiente ou a um profissional.

Concordam?

Abraços.

José

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Convidad em 14/9/2007, 00:07

Pelo que defendi antes relativamente ao que é ser um DIY não me repugna nada aceitar esse teu ponto de vista.
Já agora relativamente a uma full range acolitada por um tweeter e um sub-woofer, parece-me mais 3 caixas quando poderia ser só uma.
Os defensores de uma full range defendem-na precisamente pela vantagem de não haver frequências de corte pelos xovers, evitando assim a maior ou menor percepção do efeito destes.
Claro que também têm o inconveniente da extensão dos extremos da escala, mas isso, não há bela sem senão.
Portanto, resumindo, na minha opinião uma full range com um tweeter e um sub-woofer acho que nunca funcionará, mais vale pensar numa coluna de 2 ou 3 vias. MHO.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Convidad em 14/9/2007, 09:31

Quanto aos vários graus de D.I.Y estou perfeitamente de acordo.Aliás constitui uma das premissas da filosofia em si.
No que respeita ao conceito Full Range, José Augusto, estou de acordo com o pedromdf.Quando introduzimos outros altifalantes e elementos de filtragem, etc, fugimos á essência do conceito.A designação F.Range advém precisamente do facto de se utilizar apenas uma unidade para tentar reproduzir o espectro todo das frequências, quer isto na prática se atinga quer não.Por mim se utilizarmos unidades F.R de qualidade , específicas para o efeito,ainda admito o acrescentar de um tweeter com uma simples capacidade em série para dar um ajudinha no espectro superior.Contudo já é desviar um pouco do conceito em absoluto.
Na verdade acho que este tipo de coluna até se torna mais fácil de conceber e produz óptimos resultados.O reverso da medalha é que para termos alguma extensão e peso nos graves teremos de recorrer a paíneis ou caixas de generosas dimensões.

Abraço.


Última edição por em 15/9/2007, 15:38, editado 1 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Convidad em 14/9/2007, 15:48


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Convidad em 14/9/2007, 23:26

Sim sim, nobres colegas, é isso mesmo.

O full-range é conectado diretamente às saídas para caixas, desse modo o "ataque" dos instrumentos é muito maior que numa caixa "comum" com divisor.

Já ouvi os full-range lowthers (não me lembro agora o modelo), esses não precisam de nada além de um sub. Mas existe um modelo de lowther, mais avançado, que vem com um "filtro" para atenuar o "ataque", que deve ser "brutal".

A configuração que citei (super tweeter-full-sub) não compromete esse ataque, isso posso dizer por experiência própria, ou seja, vi e ouvi isso ao vivo e a cores, pois a região média/aguda é responsável pela maior parte das passagens musicais, justamente onde o full-range atua.

Ou seja, se os falantes envolvidos nessa "trama" respondem bem, é fácil "limitá-los" e equilibrá-los, mas o contrário é que não dá para se fazer.

Me fiz entender?

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Convidad em 15/9/2007, 16:29

Perfeitamente amigo José.Eu um dia destes vou fazer a experiência de juntar uma unidade de sub grave e um tweeter, a um altofalante F.Range para vêr se consigo obter obter o melhor dos dois mundos.Ficarão a trabalhar na zona onde o dito comece a fazer o roll off.Assim na zona crítica onde se concentra a maior parte da informação musical,não estará sujeita aos malefícios dos elementos de filtragem.As outras compensarão os extremos, onde a primeira denota as suas fraquezas.Huuuummmm....

Amigo Pedromdf, já dei um pulinho ao link que indicaste e a leitura revelou-se interessante.Até deu vontade de começar a gastar dinheiro.
Acho que muito brevemente vou andar entretido com um novo projecto.

Em relação á importância de se começar um projecto e de o levar até ao fim,isso nem tem discussão.Para mim também constitui regra de ouro.

Abraços.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Convidad em 18/9/2007, 00:23

Bulawayo,

Boa sorte nesse projeto!
Já estou curioso para saber suas impressões a esse respeito.

Pedromdf,
Como eu disse, vi e ouvi ao vivo o que um full-range é capaz, seja sozinho ou "acompanhado". Ou seja, se o full-range responde bem na faixa dos médios, já é meio caminho andado.

Abraços

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Convidad em 18/9/2007, 10:06

Estou a ficar bastante envolvido por esta ideia de preservar a qualidade essencialdo full range e depois completar as franjas menos conseguidas do full range com equipamento que se sobreponha e estenda as gamas alta e baixa.
Acho que a questão se situa ao nível da escolha criteriosa dos altifalantes que permitam essa sobreposição na zona comum, bem como o seu possicionamento relativo para evitar os fenómenos de desfasamento.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Anonymou em 18/9/2007, 10:32


Anonymou
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Convidad em 18/9/2007, 11:08

Perfeito. Vale mais uma imagem que mil palavras.
Mas já agora diz alguma coisa sobre essa configuração.
E essas bipolares, que permitem simplificar tanto as caixas?


Última edição por em 18/9/2007, 16:06, editado 1 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Anonymou em 18/9/2007, 11:30

As minhas foram compradas feitas, Schallwand Sangreal...

Os drivers custam 45 euros, sem as modificações da Schallwand, claro:

http://www.ciare.com/pdf/catalogo/CH250.pdf

Este é um exemplo DIY com os mesmos drivers, muito bonitas por sinal:



Última edição por em 18/9/2007, 12:18, editado 2 vez(es)

Anonymou
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Anonymou em 18/9/2007, 11:36

Uso low-level, gestão de baixos do processador AV, com o filtro a 80HZ, quem fôr purista pode usar high-level, mas dessa maneira está a sobrecarregar os fullrange e o amplificador com as frequências mais baixas, um filtro activo nas frequências baixas não estraga o sinal, menos ainda sendo digital, mas albarda-se o burro à vontade do dono...

Os supertweeters têm filtro de segunda ordem, 12db/oct, a 18 Khz...

Quem tem ouvido diz que a integração é perfeita, um reviewer que testou o sistema, ainda com o Cayin, e tem um SET, saiu de minha casa a dizer que a próxima compra era um subwoofer...

Anonymou
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Convidad em 18/9/2007, 11:58

Pois é pessoal, muitas vezes os subwoofers são os mal amados porque não são devidamente instalados e afinados.O mérito deles em qualquer sistema é bem evidente.
Também opto sempre pelas entradas low level porque assim acabamos por aliviar o amplificador principal e no fundo atingir a bi-amplificação.Além do mais tal como referiu e bem o Low Rider, o crossover electrónico do sub (ou do process. AV) não padece dos problemas do costume causados pelos xovers passivos.O ganho no controlo e na definição do som em geral é na maioria das vezes superior ao obtido pela simples troca por umas colunas mais caras.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Anonymou em 18/9/2007, 12:15

Outro projecto que aparentemente toca bem com qualquer fullrange, mas éste é feioso, digo eu... cyclops


Anonymou
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Convidad em 18/9/2007, 15:37

lowrider escreveu:Outro projecto que aparentemente toca bem com qualquer fullrange, mas éste é feioso, digo eu... cyclops

Duvido que toque bem, por exemplo, com os Lowther.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Anonymou em 18/9/2007, 17:09

Realmente este painel é para fullranges à antiga, dizem eles, eu acho feio demais para ter numa sala... Suspect

Anonymou
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Esaú Cardoso em 23/9/2007, 16:43

O tema das colunas baseadas em fullrange agrada-me cada vez mais. Depois de passar vários anos no desenvolvimente de colunas "tradicionais" de 2 vias em que a grande ciência estava sistematicamente no ajuste do xover, vivo agora a idealizar e construir projectos acústicos minimalistas baseados em full range.

Para já, tenho utilizado um fullrange muito barato da VISATON (F8SC) que, por não ser linear, precisa de um pequeno notch filter ajustado para os 2800Hz. Com este altifalante, tenho construido vários projectos baseado em 1 ou 2 destes altifalantes. Da minha ainda curta experiencia nesta área constatei uma coisa interessante: apesar de utilizarem o mesmo altifalante (com o mesmo notch) as várias colunas têm um som muito diferente.
Actualmente tenho estado a utilizar a topologia de colunas bipolares (do tipo das conhecidas MIRAGE) pelo principal facto de compensarem por si só o efeito da Step Frequency que se verifica nas colunas de um só altifalante (fullrange). O resultado é assustadoramente melhor.

Infelizmente, não consigo colocar a imagem das minhas colunas...

Mesmo sobre esta topologia, tenho constatado resultados diferentes variando simplesmente a dimensão frontal do painel e a profundidade da coluna (distância entre os 2 altifalante).

O problema neste caso, como em qualquer coluna, é o que já tenho vindo a constatar: mais importante de que o controlo da curva de resposta ao eixo, é a potência acústica da coluna (i.e. o "spl médio" em todas as direcções) e a forma como se integra na sala de audição.

Não me alongo mais.... espero em breve poder enviar as fotografias dos meus vários projectos.

Estretanto, qualquer comentário, ideia nova ou "afins" é muito bem vindo.

Abraços a todos

Esaú Cardoso
utilizador iniciado
utilizador iniciado

Número de Mensagens : 2
Localização : Porto
Interesses : ...assim de repente não me lembro....
Data de inscrição : 23/09/2007
Pontos/Reputação : 0

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Anonymou em 23/9/2007, 16:59

Fullrange foi uma surpresa para mim, e o altofalante das minhas colunas também é acessível, 45 euros cada...

Mas o que mais me impressionou foi a configuração dipolo, imagem 3D, e nem precisamos de estar no sweet spot...

Anonymou
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Convidad em 23/9/2007, 20:23

Pois é caro Antonio, outra boa pedida são cornetas de agudos e médios e falante "comum" para graves.

Também me espantei com o resultado.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Anonymou em 24/9/2007, 05:12

Pelo que tenho lido, nada supera as cornetas em realismo na dinamica, e nada supera os fullrange configurados dipolo, em realismo de timbre e espaço...

É uma questão de gosto e carteira, já que as cornetas são muito mais caras, até porque só interessam com amplificação activa, lá está, os crossovers são o pior mal das colunas "modernas"...

Anonymou
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cornetas (horns) e falantes full-range

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum